Há décadas, nos anos 90, em meio às ferrenhas disputas entre os rivais da época Grêmio e Palmeiras, reproduzi na íntegra nesta página “Terceiro Tempo”, então publicada no extinto “Diário Popular”, brilhante coluna do também saudoso jornalista gaúcho Paulo Sant´Ana (1939 – 2017).

Ela se intitulava “O olhar de Dinho”.

Foi logo depois de o Grêmio do volante Dinho ter eliminado o Palmeiras da Parmalat e de Djalminha do Campeonato Brasileiro de 1996.

Djalminha, hábil como Neymar hoje, no talento e nas firulas, quis intimidar o valente nordestino Dinho com jogadas de efeito e olhares irônicos e pretensiosamente desmoralizantes a cada disputa de bola.

Dinho não se intimidou, disputou e bateu forte no anulado Djalminha sem lhe dirigir uma única palavra durante todo o jogo.

Só o olhava fixo com o rosto fechado não emotivo típico de um cangaceiro de Alagoas ou de Sergipe, sua terra.

O jogo seguiu, Djalminha foi sumindo, o Grêmio ganhou e Dinho, eleito o melhor em campo, finalmente olhou com desdém o craque do Palmeiras que, cabisbaixo, quase chorava sentado no gramado.

Sant´Ana sentenciou: “Dinho acabou com Djalminha na bola e no olhar”.

O mesmo Paulo Sant´Ana que, no auge de nossos judocas e durante uma Olimpíada, escreveu: “As regras do judô me dão a mesma impressão das cordas do violão: jamais vou aprendê-las ou entendê-las”.

Eu também.

Mas, e daí?

Daí que nosso craque único Neymar precisa aprender e tirar urgentemente do rosto, em todo jogo, o seu pernóstico, mascarado, irritante e irônico olhar de pretensa superioridade em relação aos árbitros, auxiliares e zagueiros.

Recebeu um cartão, algo comum em seus jogos, sorri para “sua senhoria” como a medir sua estatura de Hércules para um pigmeu.

Sofreu uma falta qualquer, até depois de uma “piscinada”, olha para o zagueiro como a lhe dizer “você é um nada e eu sou tudo”.

Até quando?

Neymar, Neymar, o mundo te admira, mas você não é o dono dele.

E agora, no PSG, onde destruiu o vestiário, inventou a figura do “capitão só para ele”.

A quase toda falta que sofre, aciona Thiago Silva, melhor no francês do que na bola, para ir “avisar” o árbitro que “o Neymar, seo juiz, está apanhando muito, onde já se viu isso?”.

Ora...

É a “República Federativa do Neymar”, hoje baseada na França, mas já de olho em uma mansão qualquer em Madrid, terra do Real, seu próximo reinado.

Jogando com “colegas” que não o engolem, até por inveja, e contra timecos do futebol francês, hoje de segunda divisão, a Liga dos Campeões da Europa será o próximo norte de sua polêmica, brilhante e maravilhosa trajetória.

Se o PSG for eliminado pelo Real Madrid, algo provável em 73,27%, nada o segurará em Paris, penso eu.

Só que, indo para o Santiago Bernabéu, encontrará lá, por mais uns dois ou três anos, o Cristiano Ronaldo de estrelismo, gols e ego ainda mais expressivos que os seus.

Mas, por enquanto, esqueço o semblante deslumbrado de Neymar, o rosto de granito do sumido sergipano-gaúcho Dinho e me empolgo com o olhar de Bruna Marquezine.

É que fizeram uma pesquisa e constatou-se que Neymar faz muito mais gols nos períodos em que o casal “Brumar” está em campo, de bem e se amando.

Assim, Tite, por favor, leve só seus 22 preferidos, mas convoque também a Bruna Marquezine, nosso “23º jogador”.

Afinal, em 58 e em 62 o Marechal da Vitória Paulo Machado de Carvalho não levou a dona Guiomar, esposa do Folha Seca Didi para a Suécia e para o Chile?

“Sem ela por perto, ele não joga”, alegou.

Faça isso, Tite, já que com Bruna Marquezine “em campo” o hexa estará garantido, porque o moleque-estrela joga demais.

Ainda mais de coração cheio!

******************************

Rádio Bandeirantes: os bastidores do primeiro "Domingo Esportivo" de 2018

 

Pela Rádio Bandeirantes, veja os bastidores do primeiro programa "Domingo Esportivo" de 2018, diretamente dos estúdios da rádio no Morumbi, com Milton Neves, que apresenta o programa, ao lado de Guilherme Cimatti.

O “Empório do Miltão”, mais uma vez está representado por Sucos Fazenda Bela Vista, Rancho 53, Água Bioleve, Pão de Queijo Estrela Mineira, Sapatos Rafarillo, Tele Sena, Loja do Mecânico, Sidra Cereser, Pizzas Patroni, Alfaiataria Personna, Shopping Frei Caneca, Adega Alentejana, Sonda Supermercados, Rancho Português, Cerveja Proibida, Gerovital, Vinhos Dom Bosco, Esfihas Dozza, Empório Frei Caneca, Espaço Itaú de Cinema, Barbacoa, Arsenal Car, Tênys Pé Baruel, Mortadela Brasil, Atacado Higa, Grupo Graal, Celulares Quantum, Sicredi, Hotel Terras Altas, Café Canecão, O Gato Que Ri e Makro Atacadista.

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS FOTOS

 

******************************

Rally Dakar: dupla Varela/Gugelmin vence 2ª especial e assume a vice-liderança nos SxS

 

Depois de terminarem na oitava colocação a etapa inicial do 40º Rally Dakar, a dupla brasileira Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin conseguiu uma excelente recuperação neste domingo (7) e venceu a segunda especial disputada em Pisco (Peru), em um total de 278 quilômetros, sendo 267 de trechos cronometrados, resultado que os colocou na vice-liderança da competição entre os SxS (antes chamados de UTVs), a 12 minutos e 08 segundos da dupla que lidera, os peruanos Uribe/Godoy.

Varela e Gugelmin, a bordo do Can-Am Maverick X3 de numeral 356, cumpriram o trajeto de muitas dunas em 4 horas, 18 minutos e 44 segundos, 8 minutos e 59 segundos melhores que Uribe e Godoy, que compretem com equipamento igual à dupla brasileira.

"Foi uma etapa perfeita, uma delícia estar nas dunas com o Can-Am Maverick X3. Acelerei dando risada e brincando nas dunas, foi muito prazeroso mesmo", contou Varela, que disputa o Dakar pela sétima vez.

As condições difíceis nas dunas deixarama muitos competidores pelo caminho, atolados e capotados. Um carro, inclusive, ficou incendiado. Gustavo Gugelmin demonstrou otimismo para que eles lutem pelo título, feito que no ano passado entre os UTVs foi conquistado por outro duo brasileiro, formando por Leandro Torres e Lourival Roldan.

 "Largamos atrás e passamos por diversos carros e UTVs atolados, com dificuldades nas dunas. Um deles, inclusive, pegou fogo. Mostramos que estamos na briga pelo título dos UTVs e cumprimos a segunda etapa da melhor forma e sem levar nenhuma penalização", ponderou Gugelmin.

Nesta segunda-feira (8), serão 502 quilômetros (295 de especiais), entre Pisco e San Juan de Marcona, ainda em território peruano, que somente será deixado na sexta etapa, no próximo dia 11, quando a caravana partirá de Arequipa (Peru) e chega em La Paz (Bolívia). O Rally Dakar termina no dia 20 de janeiro, em Córdoba, na Argentina.

ENTRE OS CARROS...

O time oficial da Peugeot (Team Peugeot Total) lidera entre os carros. O francês Cyril Despres assumiu a primeira colocação seguido pelo companheiro de equipe, o também francês Stéphane Peterhansel.

Entre as motos, liderança do espanhol Joan Barreda (Honda), e entre os quadriciclos o primeiro colocado é o chileno Ignacio Casale (Yamaha). A outra categoria presente no Dakar, os caminhões, tem o russo Eduard Nikolaev (KAMAZ) na dianteira.

Rally Dakar - Resultados categoria SxS(cinco primeiros colocados)

2ª Etapa 

1 - R. VARELA/G. GUGELMIN (BRA) - 04:18:44 - Can-Am Maverick X3
2 - J. URIBE/J. GODOY (PER) - + 00:08:59 - Can-Am Maverick X3
3 - P. GARROUSTE/S. GRIENER (FRA) - + 00:21:57
4 - JL. PENA CAMPO/R. TORNABELL (ESP) - + 00:51:24
5 - A. ALIAGA/J.CILLONIZ (PER) - + 00:52:39

Resultados acumulados após duas etapas - SxS (cinco primeiros colocados)

1 - J. URIBE/J. GODOY (PER) - 05:15:45 - Can-Am Maverick X3
2 - R. VARELA/G. GUGELMIN (BRA) - +00:12:08 - Can-Am Maverick X3
3 - A. ALIAGA/J.CILLONIZ (PER) - + 00:25:05
4 - JL. PENA CAMPO/R. TORNABELL (ESP) - + 00:26:51
5 - P. GARROUSTE/S. GRIENER (FRA) - + 00:28:32

ROTEIRO COMPLETO PREVISTO PARA OS UTVs NO 40º RALLY DAKAR:

8/1/2018 - 3ª etapa
Pisco / San Juan de Marcona (Peru)
Deslocamento: 207 km
Especial (trecho cronometrado): 295 km
Total do dia: 502 km

9/1/2018 - 4ª etapa
San Juan de Marcona / San Juan de Marcona (Peru)
Deslocamento: 114 km
Especial (trecho cronometrado): 330 km
Total do dia: 444 km

10/1/2018 - 5ª etapa
San Juan de Marcona / Arequipa (Peru)
Deslocamento: 665 km
Especial (trecho cronometrado): 267 km
Total do dia: 932 km

11/1/2018 - 6ª etapa
Arequipa (Peru) / La Paz (Bolívia)
Deslocamento: 445 km
Especial (trecho cronometrado): 313 km
Total do dia: 758 km

12/1/2018 - Dia de folga
La Paz (Bolívia)

13/1/2018 - 7ª etapa
La Paz / Uyuni (Bolívia)
Deslocamento: 301 km
Especial (trecho cronometrado): 425 km
Total do dia: 726 km

14/1/2018 - 8ª etapa
Uyuni / Tupiza (Bolívia)
Deslocamento: 86 km
Especial (trecho cronometrado): 498 km
Total do dia: 584 km

15/1/2018 - 9ª etapa
Tupiza (Bolívia) / Salta (Argentina)
Deslocamento: 512 km
Especial (trecho cronometrado): 242 km
Total do dia: 754 km

16/1/2018 - 10ª etapa
Salta / Belén (Argentina)
Deslocamento: 423 km
Especial (trecho cronometrado): 372 km
Total do dia: 795 km

17/1/2018 - 11ª etapa
Belén / Fiambalá / Chilecito (Argentina)
Deslocamento: 466 km
Especial (trecho cronometrado): 280 km

18/1/2018 - 12ª etapa
Fiambalá / Chilecito / San Juan (Argentina)
Deslocamento: 269 km
Especial (trecho cronometrado): 522 km
Total do dia: 791 km

19/1/2018 - 13ª etapa
San Juan / Córdoba (Argentina)
Deslocamento: 559 km
Especial (trecho cronometrado): 368 km
Total do dia: 927 km

20/1/2018 - 14ª etapa
Córdoba / Córdoba (Argentina)
Deslocamento: 165 km Especial (trecho cronometrado): 119 km
Total do dia: 284 km.

TOTAL DE DESLOCAMENTOS: 4.464 km
TOTAL DE ESPECIAIS: 4.329 km
TOTAL DA PROVA: 8.793 km

Com informações de Mundo Press



  

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL BELLA MACCHINA DO YOUTUBE. ENTREVISTAS COM PILOTOS E O PROGRAMA "NOTAS DO CARSUGHI", COM O MESTRE AO LADO DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI FALANDO SOBRE F1, MOTOGP, STOCK CAR WEC, F-E, INDY E MUITO MAIS

CLIQUE NO LOGO ABAIXO PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

COLUNAS: CLIQUE AQUI E ACESSE OS TEXTOS DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI NO PORTAL TERCEIRO TEMPO

 

 

 

******************************

Rally Dakar: dupla brasileira fica em 5º na etapa peruana e Peterhansel é o novo líder entre os carros

A dupla brasileira Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, que no domingo (7) venceu a 2ª etapa do Rally Dakar entre os SxS (antes chamados de UTVs), terminou em quinto lugar nesta segunda-feira (8) e agora ocupam a quinta colocação geral. A vitória nesta 3ª etapa, entre Pisco e San Juan de Marcona, ambas cidades peruanas, teve vitória da dupla local, Juan Carlos Uribe Ramos/Javier Uribe Godoy, que estão na liderança geral, seguidos pela dupla Patrice Garrouste (França) e Steven Griener (Suíça).

Varela/Gugelmin estão defasados em 2h16min34s em relação aos líderes, que competem com o mesmo equipamento que os brasileiros, o Can-Am Maverick X3.

"O Rally Dakar começou a mil, com muitas dificuldades. Depois de vencer a segunda etapa, tivemos problemas nesta terceira especial, mas conseguimos superar e completar o dia. O Rally Dakar é assim mesmo, é preciso pensar etapa a etapa e seguir em frente. Tem muito para acontecer", avaliou Varela, em sua sétima participação no Dakar. O navegador catarinense Gugelmin reforçou: "O nosso foco é no que está por vir, para continuar na briga pelo título dos UTVs".

Nesta terça-feira (9), ainda em território peruano, acontece a 4ª etapa, inteiramente dentro de San Juan de Marcona, com um trecho cronometrado de 330 quilômetros.

CARROS

Entre os carros, apesar da vitória da dupla Nasser Al Attiyah/Matthieu Baumeu (Toyota), a liderança geral é da dupla francesa Stéphane Peterhansel/Jean Paul Cottret (Peugeot), seguidos pelos compatriotas Cyril Despres/David Castera, também com Peugeot, apenas 3min11s atrás dos líderes.

Al Attiyah (Catar) e Baumeu (França) estão na terceira colocação. 

MOTOS

Na categoria Motos, novo líder. O britânico Sam Sunderland (KTM) venceu a etapa desta segunda-feira e está com 4min38s de vantagem para o segundo colocado, o argentino Kevin Benavides (Honda), que terminou o dia na segunda colocação.

QUADRICICLOS

Nenhuma novidade nos quadriciclos. O chileno Ignacio Casale (Yamaha) segue na ponta, agora com 26min13s de vantagem para o segundo colocado, o russo Sergei Kariakin. O brasileiro Marcelo Medeiros está em 21º lugar.

CAMINHÕES

O trio argentino Villagra/Torlaschi/Yacopini (Iveco) foi o vencedor do dia e está em segundo lugar na classificação geral, liderada pelo trio ruso (Nikolaev/Yakovlev/Rybacov), que terminou a 4ª etapa em segundo lugar. A diferença entre os russos e os argentinos no geral é de 8min58s.

ROTEIRO RESTANTE PREVISTO PARA OS SxS (ex-UTVs) NO 40º RALLY DAKAR:

9/1/2018 - 4ª etapa
San Juan de Marcona / San Juan de Marcona (Peru)
Deslocamento: 114 km
Especial (trecho cronometrado): 330 km
Total do dia: 444 km

10/1/2018 - 5ª etapa
San Juan de Marcona / Arequipa (Peru)
Deslocamento: 665 km
Especial (trecho cronometrado): 267 km
Total do dia: 932 km

11/1/2018 - 6ª etapa
Arequipa (Peru) / La Paz (Bolívia)
Deslocamento: 445 km
Especial (trecho cronometrado): 313 km
Total do dia: 758 km

12/1/2018 - Dia de folga
La Paz (Bolívia)

13/1/2018 - 7ª etapa
La Paz / Uyuni (Bolívia)
Deslocamento: 301 km
Especial (trecho cronometrado): 425 km
Total do dia: 726 km

14/1/2018 - 8ª etapa
Uyuni / Tupiza (Bolívia)
Deslocamento: 86 km
Especial (trecho cronometrado): 498 km
Total do dia: 584 km

15/1/2018 - 9ª etapa
Tupiza (Bolívia) / Salta (Argentina)
Deslocamento: 512 km
Especial (trecho cronometrado): 242 km
Total do dia: 754 km

16/1/2018 - 10ª etapa
Salta / Belén (Argentina)
Deslocamento: 423 km
Especial (trecho cronometrado): 372 km
Total do dia: 795 km

17/1/2018 - 11ª etapa
Belén / Fiambalá / Chilecito (Argentina)
Deslocamento: 466 km
Especial (trecho cronometrado): 280 km

18/1/2018 - 12ª etapa
Fiambalá / Chilecito / San Juan (Argentina)
Deslocamento: 269 km
Especial (trecho cronometrado): 522 km
Total do dia: 791 km

19/1/2018 - 13ª etapa
San Juan / Córdoba (Argentina)
Deslocamento: 559 km
Especial (trecho cronometrado): 368 km
Total do dia: 927 km

20/1/2018 - 14ª etapa
Córdoba / Córdoba (Argentina)
Deslocamento: 165 km Especial (trecho cronometrado): 119 km
Total do dia: 284 km.

TOTAL DE DESLOCAMENTOS: 4.464 km
TOTAL DE ESPECIAIS: 4.329 km
TOTAL DA PROVA: 8.793 km

Com informações de Mundo Press



  

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL BELLA MACCHINA DO YOUTUBE. ENTREVISTAS COM PILOTOS E O PROGRAMA "NOTAS DO CARSUGHI", COM O MESTRE AO LADO DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI FALANDO SOBRE F1, MOTOGP, STOCK CAR WEC, F-E, INDY E MUITO MAIS

CLIQUE NO LOGO ABAIXO PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

COLUNAS: CLIQUE AQUI E ACESSE OS TEXTOS DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI NO PORTAL TERCEIRO TEMPO

 

 

 

******************************

Recordar é Viver: "O goleiro Waldir Peres no Corintinha de Garça"

 

 CLIQUE AQUI E CONHEÇA A HISTÓRIA DE WALDIR PERES NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

Por Wanderley `Tico´ Cassolla

Na última terça feira, o goleiro Waldir Peres estaria completando 67 anos de idade, se estivesse entre nós. Só que infelizmente, no dia 23 de julho do ano passado, faleceu na cidade de Mogi Mirim/SP, vitimado por um infarto fulminante.

Mas o presidente de seu primeiro time aqui em Garça, o corintiano Luiz Gonzaga Conessa, não esqueceu da data, prestou uma bonita homenagem ao seu pupilo mais famoso, na sua página no facebook (foto). Afinal de contas, foi no Corintinha garcense, que tudo começou nos idos de 1.965.

Segundo nos revelou o Luiz Conessa, naquela época ia começar mais um campeonato infanto juvenil e o Corintinha estava precisando de um goleiro. O Dorival Chicareli, o Vado, então centroavante do time, comentou que tinha um garoto que era goleiro na Escola Hilmar Machado, e estava “pegando tudo, nos jogos disputados na hora do recreio. Era difícil fazer gol nele”. Não restou alternativa senão um convite para ele ir fazer um teste.

No domingo seguinte, o Corintinha tinha um jogo amistoso, à tarde, no Campo da Congregação, em Vila Labienópolis (hoje no local é a Escola Victor Hugo). Foram convidados três goleiros: Airton, Pompéia e o Waldirzinho (ainda sem o Peres). Por incrível que parece, foi um dia muito quente, com um sol de “arrebentar mamona”. Só apareceu o Waldir, que evidentemente foi aprovado no teste. Muito embora ele tenha jogado muito e “fechado o gol’.

Luiz Conessa recordou que o Corintinha foi disputar o campeonato municipal e cumpriu uma grande campanha. Numa das decisões o jogo contra o famoso Paulistinha, foi para as cobranças de pênaltis. O Waldir Peres estava inspirado e defendeu quatro penalidades. A fase de pegador de pênaltis começava aí. No ano seguinte o Corintinha não participou dos certames citadinos, e o Waldir Peres foi jogar no Paulistinha. A vitoriosa carreira estava decolando, depois foi para o Bangu, Garça, Ponte Preta, São Paulo, Seleção Brasileira e mais um montão de consagrados times do futebol brasileiro. Opa, não podemos esquecer também da passagem no xará famoso, o glorioso Corinthians nas temporadas de 1.986/87.

Recordamos a foto histórica, a primeira da carreira do Waldir Peres no Corintinha de Garça, no ano de 1.965. Em pé, da esquerda para direita: Arcenio, Otacílio, Waldir Peres, José Carlos, Joãozinho e Luiz Conessa (presidente); agachados: João, Romildo, Valdo, Celsinho e Cirso Luporini.

Um detalhe: O Corintinha posando com a camisa do Botafogo? Isto mesmo. Tudo porque na época era difícil um time comprar um uniforme. Como o Corintinha era formado somente por garotos, ficava mais difícil ainda. Então jogavam com a camisa emprestada pelo Botafoguinho, do Egídio, no melhor estilo “fair-play”.

Na outra foto do ano passado, decorridos 52 anos, o emocionante encontro dos três destaques do Corintinha: Luiz Conessa, Vado e Waldir Peres. E dos álbuns que a Cristina Abido ganhou do Waldir Perez, mostramos a foto dele com a camisa do São Paulo, recebendo o prêmio Belfort Duarte, dado ao atleta profissional/amador que ficar dez anos ser sofrer uma expulsão, tendo jogado pelo menos 200 partidas.

FIM DE CARREIRA EM GARÇA: Segundo o presidente Luiz Conessa, por pouco o Waldir Peres não encerrou a sua consagrada carreira de goleiro, no próprio Corintinha. Foi durante um amistoso contra uma equipe da cidade de Pederneiras, no Campo do Bandeirantes, Vila Mariana (se fosse hoje o campo era ao lado da praça lá existente). Ao disputar uma bola com um atacante de Pederneiras houve a dividida, e o ponta esquerda conhecido por “Sembaixo” quebrou o pé (teve fratura exposta). Na hora o Waldir Peres saiu de campo chorando e foi embora para sua casa, falando que nunca mais iria jogar bola. Foi bem difícil convencê-lo a voltar aos campos, acrescentou Luiz Conessa, que hoje fala com todo orgulho, ter contribuído sobremaneira para o sucesso da carreira do Waldir Perez, e responsável direto pela revelação do maior jogador da história de Garça.

 

******************************

Lambança sim. Mas os melhores também erram...

 

Por Airton Gontow

Foi uma lambança. Enorme.

Gafe internacional!

Ao falar sobre a concorrência que terá na zaga do tricolor gaúcho, formada por Geromel e Kannemann, também conhecidos por Geromito e Cãonnemann,

o defensor trocou o nome do novo time pelo do arquirrival:

"Todo mundo sabe que a defesa do Inter é uma das melhores do mundo...",

Mas tudo bem!

O Paulo Miranda não pode "Pisar na Bola" é dentro de campo!

Lambança vai. Lembrança vem...

No ano passado, o então recém-contratado zagueiro Kadu, vindo do Atlético-PR, deu uma primeira entrevista antológica e motivadora. Disse: “o Grêmio me escolheu e eu escolhi o Grêmio. Meu perfil se encaixa no clube. Entro em campo e dou a vida. Se tiver que chorar a mãe do adversário, vai chorar". E acrescentou: “estou vivendo meu melhor momento. Posso agregar muito ainda. Sou experiente, já passei por muita coisa no futebol. O que puder fazer para que o Grêmio dispute títulos, vou fazer”.

Craque com as palavras, fez um gol contra, de forma bisonha, em seu primeiro jogo. Depois, falhou em três das outras quatro partidas que disputou. Em dois meses, foi negociado com a Ponte Preta.

O que vale é o gramado. Não a gramática! A gente sabe que às vezes até os melhores trocam nomes.

- Fica em paz, Pablo Miranda...

--------------------------------------------------------------------------------------

Airton Gontow é jornalista, cronista e diretor do site de relacionamento Coroa Metade.

 

******************************

Matem saudades de Edmundo, Luciano do Valle e Romário

 

No vídeo abaixo, assista aos gols da vitória do Vasco da Gama por 3 a 1 sobre o Manchester United, em duelo válido pelo Campeonato Mundial de Clubes da FIFA de 2000. Os tentos foram anotados por Romário (2) e por Edmundo. A narração é do inesquecível Luciano do Valle. 



******************************

Emocionante! Ouça Jairzinho e Jair Ventura no Domingo Esportivo, da Rádio Bandeirantes

 

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A HISTÓRIA DE JAIRZINHO NA SEÇÃO “QUE FIM LEVOU?”

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A HISTÓRIA DE JAIR VENTURA NA SEÇÃO “QUE FIM LEVOU?”

Uma entrevista para lá de emocionante no primeiro “Domingo Esportivo” de 2018. Com produção de Guilherme Cimatti, a atração da Rádio Bandeirantes contou com as participações de Jairzinho, o “Furacão da Copa”, e de Jair Ventura, novo técnico do Santos. No bate-papo com Milton Neves e Cláudio Zaidan, pai e filho contaram boas histórias e falaram sobre o futuro do treinador do Peixe.

Confira no player abaixo a entrevista completa:

 

 

******************************

Rally Dakar: brasileiros sobem para o terceiro lugar nos SxS. Peterhansel segue líder nos carros

 

Nesta terça-feira (9), quarto dia da 40ª edição do Rally Dakar, a dupla brasileira Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Can-Am Maverick X3), que compete na classe SxS (antes chamada de UTV), conseguiu vencer as adversidades da etapa totalmente dentro da cidade de San Juan de Marcona, com saída e chegada ao mesmo local, para ficar na segunda colocação, atrás da dupla Patrice Garrouste (França) e Steven Griener (Suíça), que competem com Polaris.

Os brasileiros fecharam o dia defasados em 25min33s em relação aos líderes, que também comandam a classificação geral, com 1h43min53s para os peruanos Juan Carlos Uribe Ramos e Javier Uribe Godoy, que estão na vice-liderança.

A terceira colocação é dos brasileiros Varela/Gugelmin, que estão 1h56min22s atrás dos líderes, ganhando duas posições em relação à etapa disputada na segunda-feira (8).

"Foi uma etapa dura, com dunas altíssimas. Teve subida o tempo todo, precisávamos acelerar 3, 4 quilômetros até alcançar o topo. O vento estava contra nós e a poeira, mais rápida que os competidores", comentou Varela.

"Fizemos uma boa prova, aproveitando bem as curvas, e superamos todos os desafios. O roteiro ainda teve muita pedra, mas o Can-Am Maverick X3 chegou inteiro. Temos ciência de que há muito rally pela frente e vamos continuar nessa tocada, sempre entre os mais rápidos", finalizou Varela, que está em sua sétima participação no Dakar.

CLASSIFICAÇÃO - CATEGORIA SXS (CINCO PRIMEIROS) - SITE OFICIAL DO RALLY DAKAR

A competição segue nesta quarta-feira (10) entre San Juan de Marcona e Arequipa, ainda em território peruano. Apesar do trecho cronometrado não ser tão longo, 267 quilômetros, eles ainda terão de enfrentar áreas de dunas e muita areia, mas os deslocamentos totalizarão 665 quilômetros.

CARROS

A dupla Sébastien Loeb/Daniel Elena (Peugeot) ficou com a vitória no dia e subiu para a segunda colocação geral, que segue comandada pela dupla francesa Stéphane Peterhansel/Jean Paul Cottret, também com Peugeot. A baixa do dia, de um dos duos candidados à vitória: Cyrill Despres/David Castera. Eles tiveram uma quebra de suspensão no km 180 e abandonaram a prova.

MOTOS

Depois de assumir a liderança entre as motos na etapa anterior, o britânico Sam Sunderland (KTM) sofreu uma queda e está fora da competição. Ele foi removido de helicóptero a um hospital hospital em Lima (Peru). Ele está fora de perigo.

Adrien Van Beveren (Yamaha) venceu a etapa e assumiu a liderança, com 1min55s de vantagem para o segundo colocado, o chileno Pablo Quintanilha (Husqvarna).

QUADRICICLOS

Mesmo terminando na segunda colocação, o chileno Ignacio Casale (Yamaha), segue na liderança, com 25min30s para o russo Sergei Kariakin, que venceu a etapa de San Juan de Marcona.

CAMINHÕES

O trio russo formado por Nikolaev/Yakovlev/Rybacov (Kamaz) venceu a etapa e segue na ponta, com 36min55s para o trio argentino formado por Villagra/Torlaschi/Yacopini (Iveco).

ROTEIRO RESTANTE PREVISTO PARA O 40º RALLY DAKAR:

10/1/2018 - 5ª etapa
San Juan de Marcona / Arequipa (Peru)
Deslocamento: 665 km
Especial (trecho cronometrado): 267 km
Total do dia: 932 km

11/1/2018 - 6ª etapa
Arequipa (Peru) / La Paz (Bolívia)
Deslocamento: 445 km
Especial (trecho cronometrado): 313 km
Total do dia: 758 km

12/1/2018 - Dia de folga
La Paz (Bolívia)

13/1/2018 - 7ª etapa
La Paz / Uyuni (Bolívia)
Deslocamento: 301 km
Especial (trecho cronometrado): 425 km
Total do dia: 726 km

14/1/2018 - 8ª etapa
Uyuni / Tupiza (Bolívia)
Deslocamento: 86 km
Especial (trecho cronometrado): 498 km
Total do dia: 584 km

15/1/2018 - 9ª etapa
Tupiza (Bolívia) / Salta (Argentina)
Deslocamento: 512 km
Especial (trecho cronometrado): 242 km
Total do dia: 754 km

16/1/2018 - 10ª etapa
Salta / Belén (Argentina)
Deslocamento: 423 km
Especial (trecho cronometrado): 372 km
Total do dia: 795 km

17/1/2018 - 11ª etapa
Belén / Fiambalá / Chilecito (Argentina)
Deslocamento: 466 km
Especial (trecho cronometrado): 280 km

18/1/2018 - 12ª etapa
Fiambalá / Chilecito / San Juan (Argentina)
Deslocamento: 269 km
Especial (trecho cronometrado): 522 km
Total do dia: 791 km

19/1/2018 - 13ª etapa
San Juan / Córdoba (Argentina)
Deslocamento: 559 km
Especial (trecho cronometrado): 368 km
Total do dia: 927 km

20/1/2018 - 14ª etapa
Córdoba / Córdoba (Argentina)
Deslocamento: 165 km Especial (trecho cronometrado): 119 km
Total do dia: 284 km.

TOTAL DE DESLOCAMENTOS: 4.464 km
TOTAL DE ESPECIAIS: 4.329 km
TOTAL DA PROVA: 8.793 km

Com informações de Mundo Press



  

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL BELLA MACCHINA DO YOUTUBE. ENTREVISTAS COM PILOTOS E O PROGRAMA "NOTAS DO CARSUGHI", COM O MESTRE AO LADO DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI FALANDO SOBRE F1, MOTOGP, STOCK CAR WEC, F-E, INDY E MUITO MAIS

CLIQUE NO LOGO ABAIXO PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

COLUNAS: CLIQUE AQUI E ACESSE OS TEXTOS DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI NO PORTAL TERCEIRO TEMPO

 

 

 

******************************

 F1: Ferrari anuncia Daniil Kvyat como piloto de desenvolvimento

 

A Ferrari anunciou na manhã desta quarta-feira (10) que o russo Daniil Kvyat será piloto de desenvolvimento na temporada de 2018 da Fórmula 1, que se inicia no dia 25 de março em Albert Park, na Austrália.

Kvyat, de 23 anos, que foi dispensado da Toro Rosso no último terço da temporada passada, estreou na F1 pela mesma Toro Rosso em 2014 e disputou a temporada de 2015 pela Red Bull, onde ficou até a quarta etapa de 2016, quando foi substituído por Max Verstappen, retornando em seguida à Toro Rosso.

Foi pela Red Bull, no GP da China de 2016, que Kvyat obteve sua melhor colocação na F1, terminando em terceiro lugar, na prova que foi vencida por Nico Rosberg (Mercedes) e com Sebastian Vettel (Ferrari) terminadno em segundo.

A dupla titular da Ferrari em 2018 é a mesma da temporada passada: Sebastian Vettel, que foi o vice-campeão, e Kimi Raikkonen, que fechou o ano em quarto lugar. 

O anúncio, feito no site oficial da Ferrari, e também pelo Twitter da escuderia, não trouxe mais detalhes sobre o trabalho do russo no time escarlate.

 

Único pódio de Kvyat na F1 foi em 2016, no GP da China, pela Red Bull, ocasião em que terminou na terceira colocação. Foto: Red Bull




  

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL BELLA MACCHINA DO YOUTUBE. ENTREVISTAS COM PILOTOS E O PROGRAMA "NOTAS DO CARSUGHI", COM O MESTRE AO LADO DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI FALANDO SOBRE F1, MOTOGP, STOCK CAR WEC, F-E, INDY E MUITO MAIS

CLIQUE NO LOGO ABAIXO PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

COLUNAS: CLIQUE AQUI E ACESSE OS TEXTOS DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI NO PORTAL TERCEIRO TEMPO

 

 

 

 

******************************

Lançada a réplica da camisa 9 de Macedo da final da Libertadores de 92. Colabore!

 

A campanha chama-se: "Onde Tudo Começou 92".

O lançamento e vendas online será no dia 14/12 às 00:00 hrs pela internet no link www.ondetudocomecou92.com.br 

A campanha está ancorada em um sistema de afiliados (Eduzz e Hotmart), portanto, caso queiram afiliar-se para promover uma revenda basta seguir as instruções abaixo:

1- acesse www.eduzz.com.br 

2- faça o cadastro

3- acesse esse link para afiliação https://my.eduzz.com/produtos/show/36970 

4- após afiliação, acesse o menu produtor > meus conteúdos/produtos > e depois clique no botão links para divulgação (imagem abaixo)

 

******************************

 Dakar: dupla brasileira Varela/Gugelmin vence 5ª etapa e assume a liderança nos SxS

 

A dupla brasileira Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin não apenas venceu a 5ª etapa do Rally Dakar, disputada nesta quarta-feira (10) entre San Juan de Marcona e Arequipa, ambas cidades peruanas, como também assumiu a ponta na classe SxS (antes chamada de UTV), conseguindo um desempenho consistente nas dunas locais a bordo do Can-Am Maverich X3.

Eles percorreram os 267 quilômetros cronometrados do quinto dia do Rally Dakar em 3h42min42s, 15min37s antes da dupla peruana Juan Carlos Uribe Ramos/Javier Uribe Godoy, que terminou em segundo e agora está na segunda colocação da prova. Varela e Gugelmin estão com 3min08s de vantagem para os peruanos, que estão em segundo no geral dos SxS.

A competição segue nesta quinta-feira (11) saindo do território peruano, entre Arequipa e La Paz (Bolíivia). O trecho cronometrado será de 313 quilômetros, com deslocamentos somando 445 quilômetros. Depois desta quinta-feira, descanso para os competidores na sexta-feira em La Paz, para que a competição seja retomada no sábado, entre La Paz e Uyuni (Bolívia).

CLASSIFICAÇÃO - CATEGORIA SXS (CINCO PRIMEIROS) - SITE OFICIAL DO RALLY DAKAR

 

CARROS

Mais um dia de triunfo para a dupla francesa Stéphane Peterhansel/Jean Paul Cotret com o Peugeot 3008 DKR. Eles venceram a quinta etapa com quase cinco minutos de vantagem para a dupla Bernhard Ten Brinke/Michel Perin (Toyota) e seguem na liderança da competição, agora sem a concorrência de Sébastien Loeb/Daniel Elena (Peugeot), que abandonaram a prova. após ficarem atolados, perderem quase três horas para o resgate e o navegador Daniel Elena sofrer uma contusão no cóccix e no osso esterno (região do tórax). A dupla que está em segundo lugar é formada pelos espanhóis Carlos Sainz e Lucas Cruz (Peugeot), que estão defasado em 31min16s em relação aos líderes.

MOTOS

Nas duas rodas, o equiíbrio está grande. O francês Adrien Van Beveren (Yamaha) ainda é o líder, mas agora com apenas um minuto cravado de vantagem para o argenetino Kevin Benavides (Honda), que fechou o dia na terceira colocação. Quem venceu foi o espanhol Joan Barreda (Honda), que ocupa o quarto lugar na classificação geral.

QUADRICICLOS

A vitória da 5ª etapa ficou com o argentino Nicolas Cavigliasso, mas o chileno Ignacio Casale, segundo colocado na jornada, segue na primeira colocação, agora com 40min13s de vantagem para o peruano Alexis Hernandez, que está na vice-liderança.

O único brasileiro nos quadriciclos, Marcelo Medeiros, teve um dia muito bom, fechando na quinta colocação e subindo para o 12º lugar na classificação geral da categoria.

CAMINHÕES

Os russos Nikolaev/Yakovlev/Rybacov (Kamaz) foram os melhores nesta quarta-feira e seguem firmes na ponta do Dakar. Eles conseguiram ampliar a vantagem em relação ao trio argentino Villagra/Torlaschi/Yacopini (Iveco) de 36min55s para 58min05s. Os argentinos, aliás, terminaram o dia na terceira colocação. O segundo lugar foi do trio bielorrusso formado por Viazovich/Haranin/Zhyhulin.

ROTEIRO RESTANTE PREVISTO PARA O 40º RALLY DAKAR:

11/1/2018 - 6ª etapa
Arequipa (Peru) / La Paz (Bolívia)
Deslocamento: 445 km
Especial (trecho cronometrado): 313 km
Total do dia: 758 km

12/1/2018 - Dia de folga
La Paz (Bolívia)

13/1/2018 - 7ª etapa
La Paz / Uyuni (Bolívia)
Deslocamento: 301 km
Especial (trecho cronometrado): 425 km
Total do dia: 726 km

14/1/2018 - 8ª etapa
Uyuni / Tupiza (Bolívia)
Deslocamento: 86 km
Especial (trecho cronometrado): 498 km
Total do dia: 584 km

15/1/2018 - 9ª etapa
Tupiza (Bolívia) / Salta (Argentina)
Deslocamento: 512 km
Especial (trecho cronometrado): 242 km
Total do dia: 754 km

16/1/2018 - 10ª etapa
Salta / Belén (Argentina)
Deslocamento: 423 km
Especial (trecho cronometrado): 372 km
Total do dia: 795 km

17/1/2018 - 11ª etapa
Belén / Fiambalá / Chilecito (Argentina)
Deslocamento: 466 km
Especial (trecho cronometrado): 280 km

18/1/2018 - 12ª etapa
Fiambalá / Chilecito / San Juan (Argentina)
Deslocamento: 269 km
Especial (trecho cronometrado): 522 km
Total do dia: 791 km

19/1/2018 - 13ª etapa
San Juan / Córdoba (Argentina)
Deslocamento: 559 km
Especial (trecho cronometrado): 368 km
Total do dia: 927 km

20/1/2018 - 14ª etapa
Córdoba / Córdoba (Argentina)
Deslocamento: 165 km Especial (trecho cronometrado): 119 km
Total do dia: 284 km.

TOTAL DE DESLOCAMENTOS: 4.464 km
TOTAL DE ESPECIAIS: 4.329 km
TOTAL DA PROVA: 8.793 km

 



  

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL BELLA MACCHINA DO YOUTUBE. ENTREVISTAS COM PILOTOS E O PROGRAMA "NOTAS DO CARSUGHI", COM O MESTRE AO LADO DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI FALANDO SOBRE F1, MOTOGP, STOCK CAR WEC, F-E, INDY E MUITO MAIS

CLIQUE NO LOGO ABAIXO PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

COLUNAS: CLIQUE AQUI E ACESSE OS TEXTOS DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI NO PORTAL TERCEIRO TEMPO

 

 

 

******************************

 Grandes momentos da história do Clube Atlético Juventus

 

 

Abaixo, veja o Clube Atlético Juventus em dois grandes momentos de sua história: em 1983, quando da conquista da Taça de Prata; e em 1971, quando da conquista do Torneio Paulistinha.

As fotos foram enviadas por Fábio Pucci, filho do ex-diretor Ronaldo Pucci.

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A HISTÓRIA DE RONALDO PUCCI NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?" 

Delegação do Juventus recebendo as faixas da Taça de Prata de 1983. Na final, diante do CSA, o Moleque Travesso foi a campo com Carlos; Nelson, Deodoro, Nelsinho e Bisi; César, Paulo Martins e Gatãosinho; Sidney, Ilo (Bira) e Cândido (Mário). Técnico: Candinho. Diretor: Ronaldo Pucci

 

 O Juventus campeão do Torneio Paulistinha de 1971. Em pé: Celso, Brida, Osmar, Oscar Amaro, Carlos, Sérgio Gomes e o massagista Elias Pássaro. Agachados: Luis Antonio, Adnan, César, Brecha, Fábio. Ronaldo Pucci era diretor do Juventus nesta época

 

 

 ******************************

Entrevistado por Yara Fantoni, Chico Garcia faz suas apostas para a Copa do Mundo

 

A jornalista Yara Fantoni, da Band Minas, publicou na manhã desta quinta-feira (11), em seu canal no Youtube, uma entrevista especial com Chico Garcia, repórter e comentarista da TV Bandeirantes.

No bate-papo com Yara, Chico Garcia fez suas apostas para a Copa do Mundo na Rússia em 2018. Nas sugestões do jornalista para o técnico Tite adivinhem? Não faltaram jogadores do Grêmio! É claro!

Yara Fantoni é neta do saudoso Orlando Fantoni (1917-2002), ex-jogador e um dos mais famosos treinadores do Vasco da Gama.

 

 ABAIXO, VÍDEO DA ENTREVISTA DE CHICO GARCIA À JORNALISTA YARA FANTONI

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL DE YARA FANTONI NO YOUTUBE

 

 ******************************

Dakar tem dia de folga com dupla brasileira liderando nos SxS

 

Os brasileiros Reinaldo Varela (piloto) e Gustavo Gugelmin (navegador), tiveram mais um dia positivo pela categoria SxS (antes chamada de UTV) na 40ª edição do Rally Dakar na quinta-feira (11), terminando em segundo lugar a 6ª etapa, entre Arequipa (Peru) e La Paz (Bolívia), mas ampliando a vantagem para a dupla peruana que está em segundo lugar, que terminou o dia na terceira colocação.

A vitória ficou com a dupla Patrice Garrouste (França) e Steven Griener (Suíça), que competem com Polaris. Eles completaram a especial de 313 quilômetros em 3h44min18s, 2min29s antes da dupla brasileira, que estão a bordo do Can-Am Maverich X3. Varela/Gugelmin comandam a classificação geral nos SxS com 32min07s de vantagem para os vice-líderes, os peruanos Juan Carlos Uribe Ramos e Javier Uribe Godoy.

"A sexta etapa foi muito difícil. Estou ensopado até agora e com muito frio. Foi um dia com muita água, tanto de chuva quanto de poças, e teve até neve nas montanhas. O Rally Dakar tem sido muito duro, conforme o esperado, e o Can-Am Maverick X3 prova a cada dia que é muito resistente e confiável", comentou Reinaldo Varela logo depois de descer do seu carro, ao lado do navegador Gustavo Gugelmin.

A outra dupla brasileira que compete nos SxS, José Sawaya e Marcelo Haseyama (Polaris), está em oitavo lugar, com mais de 73 horas atrás da dupla compatriota.

FOLGA...

A sexta-feira, em La Paz (Bolívia) será de descanso para pilotos e navegadores de todas as categorias no Dakar. Eles retomam a competição no sábado (13) para um trecho cronometrado longo, de 425 quilômetros, entre La Paz e Uyuni, também na Bolívia. 

CLASSIFICAÇÃO - CATEGORIA SXS - SITE OFICIAL DO RALLY DAKAR

CARROS

Assim como nos SxS, nenhuma mudança na liderança entre os carros, com a dupla francesa Stéphane Peterhansel/Jean Paul Cotret (Peugeot 3008 DKR) seguindo na liderança, mesmo tendo terminando na segunda colocação esta 6ª etapa, vencida pelos espanhóis Carlos Sainz e Lucas Cruz, também com Peugeot 3008 DKR, que seguem na vice-liderança geral com 27min10s de defasagem em relação aos líderes.

MOTOS

Segue com grande equilíbrio a disputa nas motos. O francês Antoine Meo (KTM), sexto colocado no geral, foi o vencedor da etapa 6, e a liderança passou para o argentino Kevin Benavides (Honda), que terminou o dia na segunda colocação e tem apenas 1min57s de vantagem para o francês Adrien Van Beveren (Yamaha), o segundo colocado.

QUADRICICLOS

Entre os quadriciclos a vitória ficou com o quarto colocado na classificação geral, o argentino Jeremias Gonzales Ferioli. O chileno Ignacio Casale, que terminou o dia em quarto, segue na liderança da categoria, com uma margem boa de 41min30s para o segundo colocado, o peruano Alexis Hernandez.

O brasileiro Marcelo Medeiros terminou a etapa na décima colocação e subiu uma posição na classificação geral, de 12º para 11º.

CAMINHÕES

Os argentinos Villagra/Torlaschi/Yacopini (Iveco) venceram a jornada 6 e seguem na vice-liderança geral, 52min40s atrás dos russos Nikolaev/Yakovlev/Rybacov (Kamaz).

ROTEIRO RESTANTE PREVISTO PARA O 40º RALLY DAKAR:

12/1/2018 - Dia de folga
La Paz (Bolívia)

13/1/2018 - 7ª etapa
La Paz / Uyuni (Bolívia)
Deslocamento: 301 km
Especial (trecho cronometrado): 425 km
Total do dia: 726 km

14/1/2018 - 8ª etapa
Uyuni / Tupiza (Bolívia)
Deslocamento: 86 km
Especial (trecho cronometrado): 498 km
Total do dia: 584 km

15/1/2018 - 9ª etapa
Tupiza (Bolívia) / Salta (Argentina)
Deslocamento: 512 km
Especial (trecho cronometrado): 242 km
Total do dia: 754 km

16/1/2018 - 10ª etapa
Salta / Belén (Argentina)
Deslocamento: 423 km
Especial (trecho cronometrado): 372 km
Total do dia: 795 km

17/1/2018 - 11ª etapa
Belén / Fiambalá / Chilecito (Argentina)
Deslocamento: 466 km
Especial (trecho cronometrado): 280 km

18/1/2018 - 12ª etapa
Fiambalá / Chilecito / San Juan (Argentina)
Deslocamento: 269 km
Especial (trecho cronometrado): 522 km
Total do dia: 791 km

19/1/2018 - 13ª etapa
San Juan / Córdoba (Argentina)
Deslocamento: 559 km
Especial (trecho cronometrado): 368 km
Total do dia: 927 km

20/1/2018 - 14ª etapa
Córdoba / Córdoba (Argentina)
Deslocamento: 165 km Especial (trecho cronometrado): 119 km
Total do dia: 284 km.

TOTAL DE DESLOCAMENTOS: 4.464 km
TOTAL DE ESPECIAIS: 4.329 km
TOTAL DA PROVA: 8.793 km

 



  

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL BELLA MACCHINA DO YOUTUBE. ENTREVISTAS COM PILOTOS E O PROGRAMA "NOTAS DO CARSUGHI", COM O MESTRE AO LADO DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI FALANDO SOBRE F1, MOTOGP, STOCK CAR WEC, F-E, INDY E MUITO MAIS

CLIQUE NO LOGO ABAIXO PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

COLUNAS: CLIQUE AQUI E ACESSE OS TEXTOS DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI NO PORTAL TERCEIRO TEMPO

 

 

 

******************************

Abraçando o internauta

 

De: Ronaldo Russo
Para: Milton Neves
Assunto: Liminar.
Milton, quando você for morar no céu - daqui a 183 anos - vou entrar com uma liminar, para tirar da "folhinha" o dia de domingo, pois, este, não existe sem MILTON NEVES.
Deus te proteja em 2018, aonde e quem estiveres.
Abraços.

De: Joaquim Nogales
Para: Milton Neves
Assunto: A melhor mensagem do ano!
Grande Milton,
Receber uma carta sua já é motivo de enorme alegria, mas, a sua carta que recebi hoje e que reproduzo abaixo me deixou sem palavras!
O seu carinho e sua disposição em colaborar sempre com o Hospital Amaral Carvalho comprovam o grande ser humano chamado Milton Neves que você é!
Nós é que agradecemos a você e à equipe do Terceiro Tempo por tudo.
Esteja com Deus e seja feliz sempre!!!!

De: Joao Antonio Pedro
Para: Milton Neves
Assunto: Turma Santa Adélia
Bom dia Miltão!!
Trabalhamos em uma usina de cana de açúcar em Jaboticabal interior de SP perto de Ribeirão Preto. Estimamos muito sua pessoa e enxergamos o senhor como um ícone e exemplo de pessoa, um ótimo cidadão brasileiro.
Manda um abraço pra nossa turma no seu programa!!!
Deus te abençoe sempre, um abraço e sucesso.

De: Joaquim Nogales
Para: Milton Neves
Assunto: A melhor mensagem
Grande Milton,
Você, sempre muito gentil, nos agradece por fazermos aquilo que não é mais do que o nosso dever!!! Poder ser útil nas horas difíceis é uma benção. Duro é não pode fazer nada!
E já vou encaminhar a sua mensagem para o Dr. Antonio Luis entrar em contato com seu irmão. Depois reforço pelo whatsapp!!!
Forte abraço e Feliz 2018 mais uma vez!!!!

De: luiz antonio pozzer pozzer
Para: Milton Neves
Assunto: Vai Corinthians
Sou seu fã , abraços!

De: Marta Paiva
Para: Milton Neves
Assunto: Guaxupé
Olá Milton...sou moradora de Guaxupé...por favor preciso urgente pedir uma ajuda a vc....
Trabalho na casa da criança... uma instituição que cuida de 120 crianças no contra-turno....a prefeitura não está colaborando para que a casa continue a funcionar....
São crianças com uma história de vida difícil..e a família precisa que eles fiquem na casa...são famílias carentes....
Caso eu consiga entrar em contato eu te explico melhor...
Grata

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa