publicidade

Levir Culpi

Ex-zagueiro do Santa Cruz e técnico
por Rogério Micheletti

Levir Culpi, zagueiro do Coritiba, Colorado (PR), Santa Cruz, Botafogo e outras equipes nos anos 70 e 80, hoje é um conceituado treinador de futebol. Em 17 de outubro de 2018, o Atlético-MG anunciou o retorno de Levir ao clube.
 
Levir já dirigiu grandes equipes do futebol brasileiro, entre elas o Cruzeiro, o São Paulo, o Palmeiras, o Botafogo e o Atlético Paranaense. Em 2011, tornou-se o treinador detentor do recorde de jogos de um comandante estrangeiro na Liga Japonesa. 
 
Nascido em Curitiba (PR), no dia 28 de fevereiro de 1953, Levir começou a carreira de jogador no final dos anos 60. À época, ele atuava na categoria infanto-juvenil do Coritiba. 
 
Além do futebol, Levir também gosta do ramo de restaurantes. Ele mantém dois em Curitiba, um mineiro chamado "Tempero de Minas",  e um japônes com o nome de "Azuki", fora a casa de eventos que leva seu nome, a Casa Culpi. Levir é casado e tem duas filhas, Janaina e Mayra, a primeira é atriz e psicóloga, já a mais nova é veterinária.
 
Em 6 de maio de 2017, Levir foi anunciado como novo técnico do Santos, assumindo o lugar deixado por Dorival Júnior. E em 20 de outubro de 2017 foi anunciada sua demissão pela diretoria do Santos. Algumas horas depois, porém, a mesma diretoria anunciou que mudou de ideia e o readmitiu. Ele permaneceu no cargo por mais oito dias. Em 28 de outubro de 2017, após derrota para o São Paulo por 2 a 1, no Pacaembu, novamente foi demitido do Santos.
 
Pouco tempo depois, no dia 4 de dezembro de 2017, o time japonês Gamba Osaka anunciou a contratação de Levir, que estava sem clube desde que foi demitido pelo Santos.
 
O zagueiro
 
Seu primeiro contrato como jogador profissional foi assinado quando ele defendia o Coritiba, em 1973. Depois, Levir ainda atuou no Santa Cruz _formou dupla de zaga com Lula Pereira_ , Botafogo, Figueirense (SC), Atlante (México), voltou ao Colorado e encerrou a carreira no Juventude (RS).
 
O técnico
 
Na mesma Caxias do Sul, no mesmo Juventude, Levir Culpi iniciaria uma nova etapa na sua vida. Tornou-se treinador, função em que seria definitivamente reconhecido nos anos 90, comandando o Cruzeiro.
 
Com ele, o time mineiro conquistou a Copa do Brasil de 1996 e foi vice do Campeonato Brasileiro de 1998. Em 2000, Levir Culpi trabalhou no São Paulo, campeão paulista daquele ano e vice-campeão da Copa do Brasil.
 
Um de seus piores momentos na carreira de técnico foi quando ele comandou o Palmeiras em 2002. O time alviverde acabou sendo rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. No ano seguinte, Levir ajudou o Botafogo, que também tinha caído, a voltar à divisão de elite do futebol brasileiro.
 
Levir assumiu o Atlético-MG em 2006, ano em que o clube entrou na disputa na Série B do Brasileirão. Levir levou o time atleticano ao título da Segundona. Em 2007, ele comandou o Galo campeão estadual. Aceitou uma proposta do Japão, do Cerezo Osaka, e anunciou sua saída de Belo Horizonte no dia 7 de maio de 2007. Levir é formado em Educação Física pela Faculdade de Ensino Superior de Pernambuco.
 
Em 24 de abril de 2014 foi anunciado como novo treinador do Atlético-MG, um dia depois do clube mineiro demitir Paulo Autuori. Venceu com o Galo a Copa do Brasil de 2014 e o Campeonato Mineiro de 2015. E no 26 de novembro de 2015 anunciou que não permaneceria no comando do Atlético-MG para a temporada de 2016.
 
No dia 4 de março de 2016, o treinador que estava sem clube desde que deixou o Atlético-MG no fim de 2015, acertou as pendências financeiras e fechou acordo com o Fluminense para ser o novo comandante do clube carioca. No começo de novembro, oito meses depois, após uma sequência de tropeços, Levir foi demitido no Flu.
 
Levir comandou o Gamba Osaka, do Japão, de dezembro de 2017 a julho de 2018.
 
 
Clique aqui e veja a entrevista de Levir Culpi concedida aos jornalistas Ednílson Valia, Tufano Silva, Diogo Miloni e Eliana Santos no estúdio do Portal Terceiro Tempo no dia 01 de fevereiro de 2011

Ficha completa do treinador:
Nome: Levir Culpi Data de nascimento: 28/02/1953 Naturalidade: Curitiba-PR Formação acadêmica: graduado em Educação Física pela Fundação de Ensino Superior de Pernambuco (Fespe), em 1977.
Carreira como treinador
1986 - Juventude
1987 - Atlético-PR
1988 - Marcílio Dias e Internacional de Limeira;
1989 - Criciúma 1990 - Criciúma, Internacional-RS e Seleção Sub-20 da Arábia 1991 - Coritiba e Internacional de Limeira
1992 - Criciúma e Ettifaq, da Arábia Saudita
1993 - Paraná 1994 - Guarani e Atlético
1995 - Atlético e Portuguesa
1996 - Cruzeiro
1997 - Cerezo Osaka
1998/99 - Cruzeiro
2000 - São Paulo
2001 - Sport e Atlético
2002 - Atlético e Palmeiras
2003 - Botafogo
2004 - Atlético-PR
2005 - Cruzeiro e São Caetano
2006 - Atlético-MG
2007 - Atlético-MG e Cerezo Osaka (Japão)
2008/11- Cerezo Osaka (Japão)

No dia 05 de agosto de 2018, Levir Culpi participou do Domingo Esportivo Bandeirantes. Confira a entrevista abaixo:

    ver mais notícias

    Títulos como jogador

    Campeão com a seleção brasileira de juniores do Torneio de Cannes, em 1972, na França; Bicampeão paranaense com o Coritiba, em 1972 e 1973;

    Campeão pernambucano com o Santa Cruz, em 1975.

    Títulos como técnico

    Campeão do interior, no Rio Grande do Sul, com o Juventude, em 1986;

    Campeão paulista da Série B com a Internacional de Limeira , em 1988; Campeão catarinense com o Criciúma, em 1989;

    Campeão paranaense com o Paraná Clube, em 1993;

    Campeão mineiro com o Atlético, em 1995;

    Campeão mineiro de 1996 e 1998, campeão da Recopa Sulamericana de 1998, campeão da Copa do Brasil de 1998, campeão dos campeões de Minas de 1999 e da Copa Centro-Oeste de 1999, todos pelo Cruzeiro;

    Campeão paulista de 2000 pelo São Paulo;

    Vice-campeão brasileiro da Série B com o Botafogo, em 2003. Campeão brasileiro da Série B com o Atlético Mineiro, em 2006.

    Confira o retrospecto de Levir Culpi no Atlético Mineiro (nas três passagens):

    1994 - 31 jogos, 14 vitórias, 08 empates, 09 derrotas; 47 gols a favor e 34 contra

    1995 - 32 jogos, 21vitórias, 06 empates, 05 derrotas; 69 gols a favor e 32 contra

    2001 - 32 jogos, 18 vitórias, 05 empates, 09 derrotas; 60 gols a favor e 39 contra

    2002 - 28 jogos - 11 vitórias, 07 empates, 10 derrotas; 45 gols a favor e 40 contra

    2006 - 30 jogos - 17 vitórias, 07 empates, 06 derrotas; 55 gols a favor e 32 contra

    2007 - 22 jogos - 12 vitórias, 06 empates, 04 derrotas; 32 gols a favor e 16 contra

    Geral - 174 jogos - 92 vitórias, 38 empates, 44 derrotas; 310 gols a favor e 195 contra

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      62
    • 2 Fla
      58
    • 3 Int
      56
    • 4 São
      53
    • 5 Grê
      52
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES