publicidade

Sérgio Ramirez

Ex-lateral do Uruguai e Flamengo
por Rogério Micheletti
 
Sérgio Ramirez, ex-lateral da seleção uruguaia nos anos 70, hoje vive no Brasil e é técnico de futebol. Ramirez já dirigiu várias equipes brasileira, principalmente times do interior paulista, entre eles o Bragantino e o Rio Branco de Americana.
 
Atualmente é treinador da equipe catarinense do Guarani de Palhoça.
 
Nascido na cidade uruguaia de "Treinta y Tres", no dia 24 de dezembro de 1951, Ramirez atuou no Flamengo de 1977 a 1979. Nesse período, fez apenas dois gols pelo time da Gávea e faturou o bicampeonato carioca de 1978/79.
 
O lateral ganhou fama depois de correr atrás de Rivelino no jogo entre Brasil e Uruguai, no Maracanã, realizado no dia 28 de abril de 1976. Ramirez tentou agredir o meia-esquerda, mas não conseguiu.
 
Mais rápido, Rivelino desceu (escorregando de nádegas) a escada que dava acesso aos vestiários. Veja, abaixo, as escalações de Brasil, comandado por Oswaldo Brandão, e Uruguai naquele dia:
 
BRASIL - Jairo; Toninho (Orlando), Miguel, Amaral e Marco Antônio; Chicão, Zico e Rivelino; Gil, Enéas (Roberto Dinamite) e Lula.
 
URUGUAI - Corbo; González, De los Santos, Chagas e Sérgio Ramirez; Acosta, Darío Pereyra, Gimenez e Rodrigues (Revetria); Morena e Torres (Keosseian).

RETROSPECTO COMO TREINADOR:
 
Depois de encerrar sua carreira como jogador, pelo Pinheiros-PR, assumiu pelo próprio clube o comando das divisões de base, passando em seguida por diversos clubes, principalmente do Paraná, entre eles o Colorado, Maringá, Cascavel, Coritiba e Atlético-PR.
 
Em 1994 dirigiu pela primeira vez uma equipe paulista, o Bragantino. Comandou outras agremiações do interior de São Paulo, como o Rio Branco (Americana), Santo André, Inter de Limeira Guarani e São José, entre outros.
 
Desde 2011 tem trabalhado na região sul do País. Passou por Brasil de Pelotas, Santa Cruz-RS, Joinville e Gurani de Palhoça-SC, seu atual clube.
 
CLIQUE AQUI E VEJA MATÉRIA ESPECIAL NO PORTAL TERCEIRO TEMPO SOBRE O DIA EM QUE RAMIREZ TENTOU AGREDIR RIVELLINO, APÓS O JOGO BRASIL 2 X 1 URUGUAI, EM 28 DE ABRIL DE 1976, VÁLIDO PELA TAÇA DO ATLÂNTICO.
    ver mais notícias

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES