publicidade

Reinaldo Xavier

Ex-centroavante do Palmeiras e Atlético-MG
Centroavante do Taubaté, Palmeiras, Atlético Mineiro e Juventus nos anos 80, Reinaldo Xavier, o Reynaldo Luís Xavier, foi um goleador nato, bom cabeceador e oportunista.

Ele foi técnico da equipe Sub-20 do Taubaté, o "Burro da Central", trabalhou como professor em escolinha do Corinthians, em Taubaté (SP), e hoje dá aulas de Educação Física no Vale do Paraíba. Reynaldo é casado e pai de duas filhas.

Chegou a dirigir interinamente o Taubaté (uma partida contra o Votoraty) em 2008.

Atacante alto e forte (1m88 de altura), o loiro Reinaldo Xavier, que nasceu em Carazinho (RS), no dia 6 de maio de 1963, começou a carreira no Coritiba e apareceu como uma grande promessa do Taubaté no começo dos anos 80.

Em 1983, ele foi contratado pelo Palmeiras, que procurava um camisa 9. O Palmeiras tinha uma equipe modesta e Reynaldo acabou sendo negociado para o Atlético Mineiro pouco tempo depois. Com a camisa do Palmeiras, segundo o "Almanaque do Palmeiras", de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti, Reynaldo fez 95 partidas (44 vitórias, 26 empates e 25 derrotas) e marcou 31 gols.

No final dos anos 80, ele atuou no Juventus, da Javari, ao lado de Gatãozinho, Bizi, Nenê, Betinho e companhia. O centroavante também defendeu o Bahia, o Bangu, o São Bento de Sorocaba, Oriente Petrolero (Bolívia), Portuguesa Santista e Internacional de Limeira.
Antes de virar técnico no Taubaté e depois professor em escolinhas, Reynaldo chegou a trabalhar na Volkswagem do Vale do Paraíba.

Em 9 de julho de  2010, participou do jogo de veteranos que o Palmeiras organizou para a despedida do Palestra Itália, antes da reforma do estádio. Na ocasião, ao lado de outros grandes craques como Ademir da Guia, Dudu, Evair, Alfredo Mostarda e Amaral, entre outros, Reynaldo mostrou que continuava em grande forma, marcando dois belos gols pelo time verde contra o branco, ambos de ex-jogadores que fizeram história no Verdão.

No Verdão:

No Palmeiras, Reynaldo teve como companheiros de equipe alguns jogadores badalados, entre eles o goleiro Leão, o lateral-direito uruguaio Diogo, os meias Mendonça e Jorginho e o ponta-esquerda Mário Sérgio Pontes de Paiva. Um de seus comandantes no Verdão foi o saudoso Fedato.

    ver mais notícias

    Pelo Palmeiras:

    Atuou em 95 partidas, sendo 44 vitórias, 26 empates e 25 derrotas. Marcou 31 gols.

    Fonte: Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES