publicidade

O ouro no Pan de 87

O basquete brasileiro bateu os poderosos EUA
por Marcus Vinicius Dias Magalhães

Muito dizem que "O futebol é o único esporte em que nem sempre o melhor vence". Porém, no basquete essa frase não funcionou nos Jogos Pan-Americanos de 1987, em Indianápolis, nos EUA.
 
Comandados por Oscar Schmidt e Marcel de Souza, a Seleção Brasileira, que entrou em quadra pensando em perder de pouco, mudou a história do basquete mundial ao vencer os poderosos e favoritos Estados Unidos, de David Robinson, por 120 a 115. O Brasil conquistou a medalha de ouro e foi a primeira equipe na historia a vencer a seleção norte-americana, no território do rival, além de apresentar para eles o uso da linha de três pontos, adotada em 1984.

A seleção brasileira masculina de basquete vinha de bons resultados, como o bronze no Mundial de 1978 e um quarto lugar em 1986. Mas o resultado do Pan de 1983 mostrava que o grupo formado por jogadores como Marcel, Oscar Schmidt, Israel e Gerson tinha um desafio enorme pela frente no último dia da competição em Indianápolis.

Em 1983, com Michael Jordan em quadra, os Estados Unidos venceram o Brasil e ficaram com a medalha de ouro no basquete no Pan de Caracas. Foi o oitavo título em nove edições do torneio. Já em 1987, não havia Jordan, mas um promissor David Robinson e o fator casa dos inventores do basquete.

Inferiorizado tecnicamente, o Brasil entrou em quadra para decidir o Pan de 1987 com a intenção de perder de pouco, fazendo uma final honrosa com os Estados Unidos.  Mas nem isso estava conseguindo. E foi ao intervalo perdendo por uma diferença de 16 pontos. E parecia haver pouco a tentar diante de um adversário superior.

A aposta ousada do técnico Ary Graça e dos jogadores foi arriscar arremessos da zona dos três pontos com Marcel e Oscar Schmidt. Se ambos não tivessem porcentual altíssimo de acertos, a derrota seria acachapante. Mas a virada e vitória por 120 a 115 foi histórica, principalmente pela sequência de pontos e a pontaria afiada brasileira.

Uma vitória do talento de Marcel e Oscar, que fizeram 55 pontos juntos apenas no segundo tempo, da ousadia e da falta de estratégias usuais. Mas que soube aproveitar de uma rara fragilidade do basquete norte-americano, que não estava adaptado ao uso da linha de três pontos, adotada em 1984.

A conquista brasileira intensificou também um processo de mudança do basquete mundial, que passou a ser mais definido em técnica e força. Além disso, em 1992 veríamos, enfim, os astros da NBA disputando uma competição internacional. E a liga norte-americana de basquete passou a se abrir mais para jogadores estrangeiros.

A vitória por 120 a 115 deu ao Brasil uma medalha de ouro histórica: foi a primeira vez em que uma seleção norte-americana de basquete perdeu um jogo em casa. Antes da final, Oscar já havia obtida outra marca histórica, anotando 53 pontos na vitória da Seleção sobre o México por 137 a 116.


Clique aqui e confira o minuto final da emocionante vitória do Brasil contra os EUA, em 1987

 

Confira o minuto final da emocionante vitória do Brasil contra os EUA, em 1987

    ver mais notícias

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES