publicidade

Urubatão

Ex-meia do Santos e treinador de futebol
por Marcelo Rozenberg

Urubatão Calvo Nunes, o ex-meia e treinador Urubatão, faleceu em 24 de setembro de 2010, após um período de internação na Beneficência Portuguesa de Santos.

Ele lutou bravamente contra um tumor cerebral e outro nos pulmões.

Urubatão nasceu no Rio de Janeiro em 31 de março de 1931. Iniciou a carreira no Bonsucesso antes de se transferir para o Santos. Na Vila chegou em 1954 e teve que disputar posição com nomes como Formiga e Zito.

Mas jogou bastante e fez parte de times memoráveis ao lado de Pelé, Pagão, Pepe, Dorval e outros tantos. Em 1963, atuando ao lado de Sebastião Lapolla na Ponte Preta de Campinas, viu seu time perder o acesso para o Paulistão para a Portuguesa Santista por 1 a 0, com um gol de Samarone.

Após parar com o futebol, tornou-se treinador. Uma de suas frases ficou registrada nos anais do futebol. Aqui a reproduzimos. "A história não fala dos covardes".

Destacou-se no comando do Noroeste de Bauru em 1987, com a boa equipe do interior paulista, que tima como base os seguintes jogadores: Everton; Edinho, Vitor Hugo, Amarildo e Jacenir; Marcio Araujo, Vadinho e Livio; Chico Spina Rodinaldo e Baroninho.

Casado com Maria de Lourdes Fernandes Nunes desde 1954, tem três filhos (Fatima Lucia, Maria Lucia e Janderson) e três netos (Bruna, Camila e Leonardo).

A partir de 2007 começou a trabalhar como radialista esportivo, na equipe Radar Esportivo, comandada por Paulo Alberto, e no Santos Futebol Clube como captador de talentos.
    ver mais notícias

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES