publicidade

Tupãzinho

Ex-meia-atacante do Corinthians

por Rogério Micheletti

Pedro Francisco Garcia, o Tupãzinho, meia-atacante do Corinthians, de 1990 a 1996, nascido no dia 7 de julho de 1968, em Uchoa (SP), foi anunciado como técnico do Grêmio Maringá-PR em janeiro de 2017.

O "Talismã da Fiel", responsável pelo gol que deu o título brasileiro ao Corinthians, em 90, sobre o São Paulo, no Morumbi, jogou 340 vezes com a camisa corintiana e marcou 52 gols (segundo números do "Almanaque do Corinthians", de Celso Unzelte). Ele começou no São Bento (SP) e chegou no Parque São Jorge, por empréstimo, acompanhado pelo quarto-zagueiro Guinei, que fui mandado embora do Timão após as falhas contra o Boca Juniores, na Libertadores de 91.

Apesar de não ter sido titular absoluto no Corinthians, Tupãzinho era considerado um jogador muito importante e geralmente brilhava quando entrava no segundo tempo. Depois do Timão, Tupãzinho jogou no Fluminense, em 96 e 97, no América Mineiro, em 97 e 98, no XV de Piracicaba (SP), em 99, e na Matonense (SP), em 2000.

"O gol tinha de ser dele!"

Neto era a principal estrela do Corinthians no Brasileirão de 1990. Fabinho foi quem teve primeiro a chance mais clara de marcar contra o São Paulo, no lance que resultado o gol de Tupãzinho. Mas Fabinho não conseguiu concluir tão bem, depois da bela jogada que havia feito com o mesmo Tupã.

 "A jogada foi muito bonita mesma. Nós tínhamos um bom entrosamento por alquele lado (direito). Na hora de chutar, eu pensei que faria o gol. Mas a bola bateu no Cafu e sobrou para o Tupã ter a honra de empurrar para a rede. Acho que o gol tinha de ser dele. O Tupã sempre foi um cara amigo, humilde. Ele merecia mesmo", diz o ex-ponta-direita Fabinho Ribeiro.

Foi contratado, junto com o zagueiro Guinei, no começo de 2002 pelo Jaboticabal, equipe da Série A-3 do Paulistão, e se transferiu em seguida para o futebol do Mato Grosso.

O baixinho meia atuou no Rondonópolis e no Cene. Tupãzinho, depois de defender também o Ituiutaba, da segunda divisão do futebol mineiro, e o Itumbiara (GO), ficou sem clube e pendurou as chuteiras. Antes, eles esteve jogando ao lado do ponta-direita Fabinho, seu companheiro de Corinthians, em outra equipe mineira: a Caldense, de Poços de Caldas (MG).

Ele tem residência fixa em Tupã-SP, onde, desde de janeiro de 2011, revela jogadores. Em 2012, foi eleito vereador da cidade após lançar candidatura pelo PSB, com 908 votos.

VEJA  O GOL DE TUPÃZINHO NA FINAL DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 1990. O GOL HISTÓRICO DO TALISMÃ CORINTIANO CONTRA O SÃO PAULO. MESMO A IMAGEM NÃO ESTANDO MUITO BOA VOCÊ PODE CONFERIR TODA A FESTA CORINTIANA E A EMOÇÃO DA VOZ DE LUCIANO DO VALLE. CONFIRA ABAIXO:

    ver mais notícias
    ver mais Áudio
    O "Talismã da Fiel", responsável pelo gol que deu o título brasileiro ao Corinthians, em 90, sobre o São Paulo, no Morumbi, jogou 340 vezes com a camisa corintiana e marcou 52 gols (segundo números do "Almanaque do Corinthians", de Celso Unzelte).

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES