publicidade

Terto

Ex-ponta do São Paulo
por Rogério Micheletti e Gustavo Grohmann/colaborou Mário Costa Junior
 
Tertuliano Severiano dos Santos, o Terto, ex-ponta-direita do São Paulo, entre 1969 e 1976, tem uma escolinha de futebol no bairro de Jardim Umarizal, zona sul de São Paulo. Paralelamente, segundo o jornalista Fábio Pizzato, é funcionário do tricolor desde a década de 80, atuando na função de professor de futebol dos sócios do clube.
 
Terto foi um dos destaques da linha de ataque tricolor formada por ele, Paulo Nani, Pedro Rocha, Toninho Guerreiro e Paraná. "Era fantástico aquele ataque pela diferença de atitudes. Terto era um jogador raçudo que sempre procurava a vitória. Quando eu jogava pela meia-esquerda sempre colocava a bola em seu pé. Daí, o zagueiro vinha por trás, trombava com ele e rebatia. Um belo dia, ele encostou em mim e disse: - Olha, gringo, não me dê mais a bola no pé. Você joga em cima do zagueiro que eu atropelo e vou para o gol", conta Pedro Rocha.
 
Nascido no dia 29 de dezembro de 1946, Terto foi bicampeão paulista de 1970 e 1971 e também esteve na conquista estadual de 1975. Fez 498 jogos pelo São Paulo (241 vitórias, 151 empates e 106 derrotas) e marcou 84 gols, números do "Almanaque do São Paulo", de Alexandre da Costa.
 
Terto jogou ainda Santa Cruz, no Botafogo de Ribeirão Preto (SP)e Ferroviário de Fortaleza-CE, onde foi campeão cearense em 1979.


    ver mais notícias
    ver mais Áudio
    Pelo São Paulo:

    Fez 498 jogos pelo São Paulo (241 vitórias, 151 empates e 106 derrotas) e marcou 84 gols, números do "Almanaque do São Paulo", de Alexandre da Costa.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES