publicidade

Souza

Ex-meia do Corinthians, São Paulo, Atlético PR, Atlético MG, Flamengo, Rio Branco SP e América de Natal
Um canhoto habilidoso e eficiente na organização de jogadas. Qualidades que não podem ser desprezadas, principalmente no futebol atual, cada vez mais carente de armadores autênticos. Souza, o José Ivanaldo de Souza, certamente encantou muita gente com seu futebol refinado. Poderia ter sido mais. Tinha qualidade para ter explodido mais. Mas, de qualquer maneira, Souza entrou na história como um dos bons jogadores do país nos anos 90. Souza, aos 34 anos, decidiu pendurar as chuteiras.

Cansado de lesões, provocadas principalmente pelo futebol competitivo, Souza parou em 2009, quando estava no América de Natal, time que o revelou.

Nascido em Itajá (RN), no dia 6 de junho de 1975, Souza começou a ganhar destaque no futebol nacional em 1994, quando defendia o Rio Branco de Americana (SP). Após realizar um ótimo Campeonato Paulista pela equipe do interior, Souza chamou a atenção dos grandes da capital. O Corinthians ganhou a disputa com o São Paulo. Souza foi por empréstimo para o alvinegro do Parque São Jorge.

No Corinthians, ele começou como reserva do rodado Marco Antônio Boiadeiro. Mas, aos poucos, o jovem meia conquistou a confiança do técnico Jair Pereira e foi ganhando oportunidades na equipe titular. Souza ajudou a equipe a ser vice-campeã brasileira daquele ano. O Corinthians foi derrotado na final para o Palmeiras.

Aprovado no Corinthians, Souza teve seu passe comprado pelo alvinegro. Com a camisa 10, ele foi peça importante no time campeão do Paulista e da Copa do Brasil de 1995. E no início daquele teve oportunidades de defender a seleção brasileira principal. Convocado pelo técnico Zagallo, Souza fez três partidas pelo time canarinho. Foram duas vitórias, um empate e um gol marcado (contra a Eslováquia, 5 a 0, no estádio Castelão).
Ainda no Corinthians, Souza fez parte do elenco campeão estadual de 1997. No ano seguinte, após ser vice campeão paulista, transferiu-se para o São Paulo Futebol Clube. A negociação rendeu aos cofres corintianos aproximadamente US$ 4 milhões. Assim, o São Paulo realizava um antigo sonho. Mas no time do Morumbi, apesar de um começo promissor, Souza não conseguiu render o mesmo futebol dos tempos de Rio Branco e Corinthians. Deixou o Tricolor paulista emprestado para o Atlético Paranaense, em 2001. Fez parte do elenco do Furacão campeão brasileiro. Chegou até a ser titular do time comandado por Geninho durante boa parte da competição. Mas o trio que terminou como titular do meio de campo foi Cocito, Kléberson e Adriano Gabiru.

Souza teve passagens ainda pelo futebol russo, pelo Clube Atlético Mineiro e pelo Flamengo, antes de retornar ao América de Natal. Ajudou a equipe potiguar a retornar à elite do futebol brasileiro em 2007.

por Rogério Micheletti
ver mais notícias

Pelo Corinthians:

Com a camisa do Corinthians, Souza fez 209 partidas (94 vitórias, 61 empates e 54 derrotas) e marcou 31 gols, segundo informações do "Almanaque do Corinthians", de Celso Unzelte.

Pelo São Paulo:


Pelo São Paulo foram 163 jogos (86 vitórias, 28 empates e 49 derrotas) e 19 gols marcados, números que estão no "Almanaque do São Paulo", de Alexandre da Costa.

Pela Seleção Brasileira:


Souza disputou três partidas pela Seleção Brasileira, em 1995. Foram duas vitórias, um empate e um gol marcado contra a Eslováquia, no dia 22 de fevereiro, no estádio Castelão, em Fortaleza (CE). E segundo o livro "Seleção Brasileira 90 anos", de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf, Souza participou de sete jogos da seleção olímpica de 1996: seis vitórias e um empate. Marcou dois gols contra o Paraguai no dia 21 de fevereiro de 96, vitória brasileira por 3 a 1.

Selecione a letra para o filtro

publicidade -->
  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    66
  • 2 Int
    61
  • 3 Fla
    60
  • 4 São
    57
  • 5 Grê
    55
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES