publicidade

Sabino

Ex-ponta do São Paulo
Sabino, ponta-esquerda do São Paulo nos anos 60 (era a cara do Pelé), morreu no dia 5 de setembro de 1978, em Barretos (SP), e está enterrado na sepultura número 2682 do cemitério São João Batista, de Bebedouro (SP), onde nasceu.
A informação é do atento internauta Gilson Zanellato, de Bebedouro, que enviou até a guia de sepultamento de João Sabino, 39 anos, açougueiro, que morreu vítima de hepatite. Sabino foi retireiro também. Retireiro é aquele que ordenha as vacas manualmente.
Sabino foi o ponta-esquerda do São Paulo no dia 14 de agosto de 1963 (dia de Nossa Senhora Aparecida, feriado), uma sexta-feira à tarde, no Pacaembu, quando o Tricolor do Morumbi goleou o Santos por 4 a 1, com o Peixe abandonando o campo no segundo tempo porque perdia de quatro e atuava só com nove jogadores depois que Armando Marques expulsou Pelé e Coutinho, ainda no primeiro tempo.
Aí, na fase final, quando o São Paulo fez o quarto gol, Pepe, Aparecido e Dorval simularam contusão caracterizando o cai-cai. Ou seja, o Santos fugiu de campo. Os quatro gols do São Paulo foram marcados por Faustino, Pagão, Benê e Sabino, todos já falecidos. O gol do Santos foi de Pelé.
O São Paulo de Sabino, naquela histórica goleada, teve ainda: Suli, Deleu, Bellini, Jurandir, Ilzo Neri, Roberto Dias, Faustino, o paraguaio Cecílio Martinez, Pagão e Benê.
Sabino foi revelado pelo Internacional de Bebedouro (SP) no estádio Arnoldo Bulle, o primeiro estádio de futebol de uma cidade do interior a receber iluminação artificial.
E curta também Sabino no XV de Piracicaba. Aquele foi o time da inauguração do estádio "Barão de Serra Negra" em Piracicaba no ano de 1967 no jogo em que o XV de Piracicaba goleou a Seleção da Romênia por 6 a 2. Celinho, que não aparece na foto, entrou no segundo tempo e foi grande destaque do XV, inclusive fazendo gol.
    ver mais notícias
    ver mais Áudio

    Números com a camisa tricolor

    Com a camisa do Tricolor paulista, entre os anos de 1961 e 1964, Sabino disputou 84 jogos (48 vitórias, 17 empates e 19 derrotas) e marcou 21 gols (números do "Almanaque do São Paulo", de Alexandre da Costa).

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES