publicidade

Ricardo Rocha

Ex-zagueiro do São Paulo e Seleção Brasileira
por Marcelo Rozenberg
 
Ricardo Roberto Barreto da Rocha, o técnico zagueiro Ricardo Rocha, nasceu em Recife em 11 de setembro de 1962.
 
Depois de deixar os gramados tornou-se comentarista de futebol. Trabalhou nos canais SporTV de 2013 a 2017.
 
Em 28 de dezembro de 2017 foi anunciado para trabalhar na diretoria de futebol do São Paulo Futebol Clube ao lado de Raí. O ex-atleta foi coordenador de futebol do Tricolor até 3 de dezembro de 2018.
 
Em 4 de dezembro de 2018 foi anunciado pelo Criciúma para trabalhar na assessoria de futebol do clube catarinense.
 
Carreira

Começou a carreira no modesto Santo Amaro, de Recife, em 1982, como lateral. Foi deslocado para a posição em que se consagrou quando passou a defender a camisa do Guarani, de Campinas. Defendeu também Santa Cruz, Sporting, São Paulo, Real Madrid, Santos, Vasco, Fluminense, Olaria, Newell´s Old Boys e Flamengo, onde parou em 1998.

Passou também com muito destaque pela Seleção Brasileira, pela qual conquistou a Copa do Mundo de 1994, a Copa Stanley Rous de 1987, os Jogos Pan-Americanos de 1987 e o Torneio Pré-Olímpico de 1987.

Ricardo foi extremamemente vitorioso na carreira. Pelo Santa Cruz foi campeão pernambucano de 1983. Pelo São Paulo, campeão paulista de 1989 e Brasileiro de 1991. No Real Madrid, levantou a Copa da Espanha em 1993. No Vasco, foi campeão carioca em 1994.

Pela Seleção Brasileira fez 43 jogos com 29 vitórias, sete empates, sete derrotas e um gol marcado, segundo o livro "Seleção Brasileira - 90 anos", de Antônio Carlos Napoleão e Roberto Assaf.

No São Paulo, segundo o Almanaque do São Paulo de Alexandre da Costa, disputou 70 jogos com 32 vitórias, 26 empates, e 12 derrotas.

A camisa do Mengão Ricardo vestiu em 24 ocasiões com 14 vitórias, cinco empates e cinco derrotas. Os dados são do Almanaque do Flamengo, de Roberto Assaf e Clóvis Martins.

No dia 3 de dezembro de 2017, Ricardo Rocha foi o entrevistado de Milton Neves no Domingo Esportivo, da Rádio Bandeirantes. Confira abaixo:

    ver mais notícias
    Pelo São Paulo:

    Atuou em 70 partidas, sendo 32 vitórias, 26 empates, e 12 derrotas.
    Fonte: Almanaque do São Paulo de Alexandre da Costa

    Pelo Flamengo:

    Atuou em 24 partidas, sendo 14 vitórias, 5 empates e 5 derrotas.
    Fonte: Almanaque do Flamengo, de Roberto Assaf e Clóvis Martins.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES