publicidade

Paulo Martorano

Ex-goleiro do São Paulo e Seleção Brasileira
por Gustavo Grohmann 
 
Paulo, o Paulo Martorano, ex-goleiro do São Paulo, Guarani, Oro (México) e Seleção Brasileira na década de 50 e 60, mora hoje em Ribeirão Preto (SP), onde é proprietário de uma empresa que comercializa equipamentos médicos, hospitalares e odontológicos, a Cirúrgica Martomed Ltda.
 
Paulo, que nasceu na cidade de Guará (SP), no dia 3 de maio de 1933, é pai de três filhas e avô de cinco netos. Ele fez um único jogo pela Seleção Brasileira. Foi no dia 16 de junho de 1957, em um amistoso contra Portugal, no estádio do Pacaembu, em São Paulo.
 
A Seleção Brasileira goleou a seleção de Portugal por três gols a zero. Zito, Mazzola e Del Vecchio marcaram para o Brasil. Portugal não marcou nenhum e Paulo saiu invícto de sua única partida pela seleção canarinho, sem sofrer um único gol.
 
O árbitro inglês Bertley Cross conduziu a partida que tinha pelo Brasil: Paulo Martorano, Paulinho de Almeida, Bellini, Jádir e Nilton Santos; Zito e Didi; Garrincha, Pagão, Del Vecchio (depois Mazzola) e Tite. O técnico era Silvio Pirillo.
 
Com a camisa do São Paulo, onde ficou de 1956 a 1959, foram 63 partidas (29 vitórias, 17 empates, 17 derrotas) e o título do campeonato paulista de 1957 (fonte: Almanaque do São Paulo - Alexandre da Costa).
 
Em 11 de agosto de 2014 recebemos o seguinte e-mail:
 
De: Dilson [mailto:dilsonbill@uol.com.br] 
Enviada em: segunda-feira, 11 de agosto de 2014 22:22
Para: Milton Neves
Assunto: A POTÊNCIA DE UM CHUTE

1950 PALMEIRAS CAMPEÃO DO MUNDO....

Um fato para suas histórias:

1952 – Eu jogava futebol no infantil do Guarani F.C., no antigo campo da Rua Barão Geraldo de Rezende em Campinas.

Então, conheci um rapaz (mais velho que eu) Paulo Martorano, um excelente goleiro que estudava e jogava futebol no Colégio Ateneu Paulista de Campinas.

Foi treinar no juvenil do Guarani e logo passou para o time amador e finalmente substituiu o goleiro Dirceu (titular) e se profissionalizou, e então foi vendido para o São Paulo F.C. e substituiu o goleiro Poy no tricolor.

Durante um jogo Guarani X Palmeiras, recordo-me que a ala esquerda do Palmeiras era Jair da Rosa Pinto e Rodrigues (Tatu). Houve um lance no jogo em que o Jair levantou uma bola para um sem-pulo de Rodrigues que o Paulo Martorano agarrou e caiu no chão com a bola entre os braços e não mais se levantou. Foi retirado de campo e foi para o Hospital. Constataram que o chute do Rodrigues, fraturou 2 costelas do goleiro Paulo Martorano.

Imagine que potência de chute tinha este Rodrigues Tatu.
No seu álbum do que fim levou,consta o Paulo Martorano.
Um abraço
Rochinha (bugrino)

    ver mais notícias

    Pelo São Paulo:

    Atuou em 63 jogos, sendo 29 vitórias, 17 empates e 17 derrotas. Foi campeão paulista de 1957.

    Fonte: Almanaque do São Paulo, de Alexandre da Costa

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES