publicidade

Orlando Peçanha

Ex-zagueiro do Santos, Boca e Vasco
por Eliana Santos e Ednilson Valia

Orlando, o Orlando Peçanha de Carvalho, marcante quarto-zagueiro do Vasco da Gama, Seleção Brasileira, Boca Juniors e Santos, nos anos 50 e 60, faleceu em 10 de fevereiro de 2010, aos 74 anos, vítima de parada cardíaca, em um hospital do bairro de Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro.

Sua última atividade profissional foi como presidente da ABTF (Associação Brasileira de Treinadores de Futebol).

Ele residia com a família em Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro.

Orlando foi acometido de uma pneumonia recentemente, mas se recuperava bem, em casa.

No dia 09 de fevereiro, Orlando passou mal e foi encaminhado ao hospital, por um médico amigo da família, quando teve a parada cardíaca.

Deixou a esposa, Marlene e três filhas: Sandra, Soraya e Suzy.

Nascido no dia 20 de setembro de 1935 em Niterói-RJ, Orlando formou grande miolo de zaga com Bellini no Vasco da Gama e também na Seleção.

Como quarto-zagueiro cruzmaltino, teve papel importante nas conquistas dos Cariocas de 1956 e 1958.

Defendeu a Seleção nas Copas de 1958 e 1966, quando chegou a usar a braçadeira de capitão. O estilo técnico de Orlando impressionava até mesmo times estrangeiros.

O Boca Juniors o contratou em 1960. O quarto-zagueiro defendeu a equipe de maior torcida da Argentina até 1964 e conquistou dois títulos nacionais por lá: 1962 e 1964. Em Buenos Aires, recebeu da imprensa portenha o apelido de "O Senhor do Futebol".

Depois de quatro anos em La Bombonera, foi repatriado pelo Santos de Pelé. No time da Vila Belmiro, recheado de craques, Orlando levantou a Taça Brasil de 1965.

O ex-zagueiro encerrou a carreira na equipe do coração, o Vasco, em 1969.
 
Ainda sobre Orlando Peçanha, veja abaixo o currículo (escrito pelo próprio ex-quarto-zagueiro) dele como jogador e treinador.

EXPERIÊNCIA COMO JOGADOR

JUVENIL

Campeão - 1952 Juvenil - Fonseca - Niterói Campeão - 1954 Juvenil - Vasco da Gama Campeão - 1954 Juvenil - Carioca de Seleção Campeão Brasileiro de Juvenil - Vasco da Gama

PROFISSIONAL

Campeão Carioca - 1956 - Vasco da Gama Campeão da Taça Tereza Herrera - 1957 - Espanha - Vasco da Gama Campeão do Rio São Paulo - 1957 - Vasco da Gama Campeão da Taça de Paris - 1957 - Vasco da Gama

CAMPEÃO MUNDIAL DE FUTEBOL - NA SUÉCIA EM 1958

Campeão Carioca - 1956 - Vasco da Gama Super Super Campeão Carioca - 1958 - Vasco da Gama Campeão do Campeonato Brasileiro - 1958 - Vasco da Gama Campeão da Copa Atlântica - 1959 - Seleção do Brasil Vice-Campeão Sulamericano de Futebol - 1959 - Seleção Nacional Campeão da Copa Roca - Argentina - 1960

CLUBE ATLÉTICO BOCA JUNIORS - ARGENTINA DURANTE 5 ANOS FUI CAPITÃO DA EQUIPE

Campeão Argentino - 1962 - Boca Juniors - Argentina Vice-Campeão Libertadores da América - 1963 - Boca Juniors Campeão da Copa de Mahomé "V" - 1963 - Boca Juniors Campeão Argentino - 1964 - Boca Juniors Campeão Argentino - 1965 - Boca Juniors

SANTOS - S.PAULO - 1965 - SANTOS F.CLUBE

Campeão Paulista - 1965 - Santos F. Clube Campeão Brasileiro - 1966 - Santos F. Clube Campeão Paulista - 1967 - Santos F. Clube Campeão Paulista - Sào Paulo - 1968 - Santos F. Clube Campeão de Vários torneios Internacionais - 1969 - Santos F. Clube Encerrei minha carreira como jogador - 1970 - Vasco da Gama
 
EXPERIÊNCIA COMO TÉCNICO DE FUTEBOL

TÉCNICO DOS ASPIRANTES E ASSISTENTE TÉCNICO DE FUTEBOL PROFISSIONAL DO PROF. TIM NO CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA

Campeão Carioca - 1970 - Vasco da Gama Clínica de Futebol - Enviado pela: CBF - Cidade de Kansas Cit Missouri - Rolla - Manchesterfild - Saint Louis - Universidade

EU CLASSIFIQUEI

Fluminense para o Campeonato Brasileiro - 1977 - F. de Santana - BA CSA para o Campeonato Brasileiro - 1977 - CSA - Maceió - AL Técnico do América - 1978 - S.J. do Rio Preto - SP Técnico do Rio Preto - 1978 - S.J. do Rio Preto - SP Campeão Estadual de Santa Catarina - 1979 - Joinvilhe - SC Técnico do Victoria Sport Clube - 1979 - Salvador - BA Técnico do D. Bôsco Esporte Clube - 1980 - Cuiabá - MT

TÉCNICO SPORT DE KAZMA CLUBE - 1980 - GOLFO 1982 - KUWAIT - ÁRABE

Técnico do Esporte de Taubaté Clube - 1983 - Taubaté - SP Técnico do Bosco Sport Clube - 1986 - Cuiabá - MT Técnico do Fluminense Clube - 1987 - F. Santana - BA Técnico do Galícia Futebol Clube - 1988 - Salvador - BA Futebol Camp - Birmingham - Universidade - 1990

TÉCNICO DA SELEÇÃO NACIONAL DOS EMPREGADOS DA PETROBRÁS QUE DISPUTOU A COPA INTERNACIONAL NO CHILE - BR - 1999

EU PARTICIPEI COMO PALESTRANTE DO CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM FUTEBOL DA FERJ EM 1986

EU PARTICIPEI EM 1996 DO 1º FÓRUM DE DEBATE NO FUTEBOL BRASILEIRO - CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL - CBF

PARTICIPO COMO DIRETOR EXECUTIVO DA UNIÃO SULAMERICANA DE TREINADORES DE FUTEBOL LATINO AMERICANO DE TREINADORES DE FUTEBOL DA ALIANÇA MUNDIAL DE TREINADORES DE FUTEBOL E COMO MEMBRO DA UNIÃO EUROPÉIA DE TREINADORES DE FUTEBOL

CONGRESSO INTERNACIONAL DE TREINADORES DE FUTEBOL

Buenos Aires - Argentina - 1995 Uniao Mundial - Buenos Aires - Argentina - 2003 Nashiville - Tenessee - 1996 Costa Rica - 1997 México - 2001

SYMPOSIUN

União Européia - Athenas - Hellas - 1996 Santo - Fé - Argentina - 1997 União Européia - Israel - 1997 União Européia - Sevilha - 1998 União Européia - Londres - 1999 União Européia - Frankfurt - 2000 CBF Modernização do Futebol - 2000 União Européia - Paris - 2002

Orlando foi um dos 47 jogadores convocados, pelo técnico Vicente Feola, para o período de treinamento que visava conquistar a Copa da Inglaterra e, consequentemente, o tricampeonato mundial de futebol. Infelizmente deu tudo errado.

Os 47 jogadores convocados, devido a forte pressão dos dirigentes dos clubes, para o período de treinamento em Serra Negra-SP e Caxambu-MG como preparação para a Copa de 66, na Inglaterra, foram: Fábio – São Paulo, Gylmar – Santos, Manga – Botafogo, Ubirajara Mota – Bangu e Valdir – Palmeiras (goleiros); Carlos Alberto Torres – Santos, Djalma Santos – Palmeiras, Fidélis – Bangu, Murilo – Flamengo, Édson Cegonha – Corinthians, Paulo Henrique – Flamengo e Rildo – Botafogo (laterais); Altair – Fluminense, Bellini – São Paulo, Brito – Vasco, Ditão – Flamengo, Djalma Dias – Palmeiras, Fontana – Vasco, Leônidas – América/RJ, Orlando Peçanha – Santos e Roberto Dias – São Paulo (zagueiros); Denílson – Fluminense, Dino Sani – Corinthians, Dudu – Palmeiras, Edu – Santos, Fefeu – São Paulo, Gérson – Botafogo, Lima – Santos, Oldair – Vasco e Zito – Santos (apoiadores); Alcindo – Grêmio, Amarildo – Milan, Célio – Vasco, Flávio – Corinthians, Garrincha – Corinthians, Ivair – Portuguesa de Desportos, Jair da Costa – Inter de Milão, Jairzinho – Botafogo, Nado-Náutico, Parada – Botafogo, Paraná – São Paulo, Paulo Borges – Bangu, Pelé – Santos, Servílio – Palmeiras, Rinaldo – Palmeiras, Silva – Flamengo e Tostão – Cruzeiro (atacantes).
    ver mais notícias
    Pela Seleção Brasileira:

    Orlando vestiu a camisa do time nacional em 34 jogos. Foram 25 vitórias, 7 empates e uma derrota. Nas Copas de 58 e 66, o ex-quarto-zagueiro fez 7 partidas (cinco vitórias, um empate e uma derrota).
    Títulos: Copa do Mundo 1958, Taça Bernardo OHiggins, em 1959 e Taça Atlântico, em 1960.
    Fonte: "Seleção Brasileira - 90 Anos - 1914 - 2004"
    Autores: Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf

    Títulos:

    Vasco: Campeão Carioca em 1956 e 1958;
    Boca Juniors: Campeão Argentino em 1962 e 1964
    Santos: Campeão Paulista em 1965 e 1967 e da Taça do Brasil de 1965.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES