publicidade

Nilo Neves

Ex-lateral do Inter e Coritiba
por Raphael Cavaco e Rogério Micheletti

Nilo, o Nilo Roberto Neves, lateral-esquerdo do Internacional de Porto Alegre e do Coritiba nos anos 60 e 70, em 2016 seguia morando e trabalhando como técnico em Guaratuba, litoral do Paraná.

Ele tem residência fixa em Curitiba. Nascido em Porto Alegre em 2 de novembro de 1942, já morou também no Mato Grosso, onde dirigiu o Sinop em 2006. Foi substituído no time mato-grossense por Wanderley, ex-meia do Guarani.

Nilo começou a carreira nas categorias de base do Sport Club Internacional e chegou até a defender a seleção brasileira em um amistoso contra o Coritiba, no Couto Pereira, no dia 13 de novembro de 1968. Na ocasião, o time brasileiro comandado pelo técnico Aymoré Moreira venceu a partida por 2 a 1 na capital paranaense.

O curioso é que depois do Internacional o lateral defendeu justamente o Coxa Branca. Ele foi um dos destaques da equipe do Coritiba que contava ainda com jogadores como o goleiro Jairo (defendeu o Corinthians e Náutico), os zagueiros Pescuma e Oberdan (jogou ainda pelo Santos), o meia-atacante Zé Roberto (também atuou no São Paulo e no Corinthians), o centroavante Tião Abatiá, o ponta-esquerda Aladim (ex-Corinthians e Bangu), entre outros.
 
Características como jogador e a carreira de técnico

Além de bom apoiador, marcava na bola sem cometer muitas faltas. Não foi expulso nenhuma vez. Ganhou cerca de cinco títulos estaduais pelo Coxa. Pendurou as chuteiras no Palmeiras, de Santa Catarina, aos 32 anos.

A partir daí, virou treinador. Comandou as divisões inferiores do Colorado gaúcho e, como profissional, assumiu os principais times de Mato Grosso (Sinop, Mixto e Operário), além de Francisco Beltrão e Criciúma.

Pai de três filhos, Nilo vive atualmente em Sinop (MT), onde dirigiu o time da cidade. No entanto, quer voltar a comandar um clube profissional. "Ele não bebe, não fuma e leva o esporte em primeiro lugar", derrete-se a esposa Eunice Costa Neves.

Nilo revelou Rogério Ceni

Nilo festejou alguns títulos estaduais pelo Sinop, e um da Série C do Campeonato Brasileiro pelo Barra do Garças, em 93. Ele recorda com carinho uma revelação da primeira taça. "Era técnico e preparador de goleiro do Sinop, que tinha o Rogério Ceni, com 17 anos", diz com orgulho.

Ficha técnica

Nome: Nilo Roberto Neves
Data e local de nascimento: 2/12/42, em Porto Alegre (RS)
Clubes como jogador: Internacional (1957/62), São José de Porto Alegre (1963/68), Coritiba (1968/76) e Atlético Paranaense (1968)
Títulos: Campeão paranaense (Coritiba, 1968/69 e 1971/75), do Torneio do Povo (Coritiba, 1973) e gaúcho da segunda divisão (São José, 1965).
Clubes como técnico no time profissional: Francisco Beltrão, Sinop FC-MT (1989, 1990/92 e 99/2000), Mixto-MT (1990) Operário de Várzea Grande-MT (1993), Barra do Garças-MT (1993 e 97/98), Sorriso (2001), AA Sinop (2003/04) e Tangará (2004).
Clubes como técnico nas categorias de base: Coritiba (1984), Pinheiros, Atlético (1985), Criciúma (1987) e Internacional (1995/96).
Títulos: Campeão brasileiro da Série C (Barra do Garça, 1993) e mato-grossense (Sinop, 1990 e 2000).
 
No dia 22 de outubro de 2017, Nilo Neves participou do "Domingo Esportivo", da Rádio Bandeirantes, e contou detalhes de como revelou Rogério Ceni para o futebol. Ouça abaixo:
 

Por Raphael Cavaco e Rogério Micheletti
Fonte: www.historiadocoritiba.com.br

No programa "Domingo Esportivo" do dia 19 de novembro de 2017, Marcelo Paz, Eurydes Ceni e Nilo Neves comentaram a chegada de Rogério Ceni ao Fortaleza. Ouça abaixo:

 

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES