publicidade

Joel Santana

Ex-zagueiro do Vasco e atual treinador
por Marcelo Rozenberg

Joel Natalino Santana, ou apenas Joel Santana, é um dos mais conhecidos treinadores do futebol brasileiro. No entanto, poucos sabem que na década de 1970, este carioca nascido em 25 de dezembro de 1948 foi um modesto zagueiro com passagem efêmera por dois clubes: Vasco da Gama e América de Natal.
 
Após dois anos longe dos gramados, no dia 12 de dezembro de 2016, Joel Santana foi apresentado como técnico do Boavista-RJ. Deixou o cargo em 22 de abril de 2017 para assumir outra função no mesmo clube, o de consultor de futebol.

Joel começou a trabalhar como treinador em 1981 no Al Wasl Club, dos Emirádos Árabes, onde permaneceu durante cinco anos. Em 1986 retornou ao Brasil para comandar o Vasco, mas logo voltou ao mundo árabe, desta vez para o Al Hilal da Arábia.

Seu primeiro título só veio em 1992, quando comandou o Vasco na conquista do título carioca. Em São Januário levantou também o Campeonato Brasileiro em 2000, a Copa Mercosul no mesmo ano e o Campeonato Carioca de 1993. Também foi campeão baiano por Bahia e Vitória, e carioca por Fluminense, Flamengo e Botafogo.

Conhecido por orientar seus jogadores com uma prancheta, Joel faz o estilo paizão. Amigo dos jogadores, ganhou uma desconfortável reputação nos últimos anos: ser lembrado pelos cartolas apenas quando seus clubes estão passando por momentos complicados.

Em 2008, dirigiu o Flamengo, sendo campeão estadual e em seguida transferiu-se para a Seleção da África do Sul, onde permaneceu até 2009, sendo substituído por Carlos Alberto Parreira.

No começo de 2010 voltou ao futebol carioca, para dirigir o Botafogo, onde conquistou mais um título estadual, vencendo os dois turnos: a Taça Guanabara (diante do Vasco) e a Taça Rio (contra o Flamengo).

Após a conquista, Joel foi convidado para comandar o Flamengo, (classificado para as oitavas de final da Libertadores), que demitiu o técnico Andrade, mas ele acabou ficando no clube da Estrela Solitária. Em 22 de março de 2011, após forte cobrança da torcida botafoguense, o comandante pediu demissão do cargo.

E no dia 20 de junho de 2011, com a demissão de Cuca do Cruzeiro, Joel Santana assumiu o time mineiro. A passagem do "Papai Joel" pela Raposa foi curta. Em 2 de setembro daquela temporada, após derrota em casa para o Figueirense por 4 a 2, o treinador foi desligado do clube.
 
Em 2011, após deixar o comando técnico do Cruzeiro, Joel aceitou o convite para dirigir o Bahia, na Série A do Campeonato Brasileiro.
 
Pediu demissão do Tricolor de Aço em 2 de fevereiro de 2012, após Luxemburgo ter sido desligado do Flamengo, assumindo o Rubro-Negro logo em seguida. No entanto, "Papai Joel" não conseguiu bons resultados nessa passagem pelo Fla, e acabou sendo demitido em 23 de julho daquela temporada, após derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, em Belo Horizonte.
 
Em 8 de abril de 2013, anunciou seu retorno ao Bahia, clube que havia treinado dois anos atrás.
 
No entanto, a humilhante derrota para o rival Vitória pelo placar de 7 a 3, na primeira partida da decisão do Campeonato Baiano de 2013, fez com que "Papai Joel" fosse demitido no dia 13 de maio daquela temporada.
 
No dia 5 de setembro de 2014, Joel foi anunciado como novo treinador do Vasco. O desempenho apenas regular fez com que o técnico fosse demitido do clube no dia 10 de dezembro de 2014.

Abaixo, ouça a participação de Joel Santana no programa "Concentração", da Rádio Bandeirantes:

O UOL, em 19 de abril de 2018, publicou uma matéria assinada pelo jornalista Gabriel Carneiro, sobre veteranos treinadores ainda no mercado de trabalho, entre eles, Joel Santana. CLIQUE AQUI E VEJA.

    ver mais notícias
    ver mais Áudio

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES