publicidade

Gilmar Popoca

Ex-meia do Flamengo, Santos, Ponte Preta e São Paulo
por Rogério Micheletti
 
Ele chegou a ser apontado como um dos sucessores de Zico no Flamengo, mas não ficou tanto tempo na Gávea. Augilmar Silva de Oliveira, o Gilmar Popoca, era um talentoso meia-esquerda que começou a ganhar a fama em 1983, quando ajudou a seleção juniores do Brasil a conquistar o Mundial da categoria.
 
Ele jogava no time brasileiro ao lado de Paulinho Carioca (ex-Fluminense), Bebeto, Dunga, Geovani (ex-Vasco), entre outros.

No ano seguinte, Gilmar aparecia constantamente entre os titulares do Flamengo, o que favoreceu sua convocação para os jogos olímpicos de Los Angeles, nos Estados Unidos, em 1984. O meia foi um dos destaques da equipe comandada pelo técnico Jair Picerni. O Brasil, que contava ainda com vários jogadores do Internacional de Porto Alegre (Gilmar Rinaldi, Mauro Galvão, André Luiz, Kita, Milton Cruz, Silvinho e companhia) ficou com a medalha de prata.

Naquele ano, Gilmar fez 10 jogos pela seleção, seis vitórias, três empates e uma derrota, e marcou quatro gols. Eles foram contra as seleções da Arábia (3 a 1 para o Brasil), Alemanha Ocidente (1 a 0), Canadá (1 a 1) e Itália (2 a 1).

Com a camisa do rubro-negro carioca, Gilmar Popoca chegou a fazer boas partidas, mas não o suficiente para deixar os flamenguistas sem muitas saudades de Zico. Gilmar fez 109 jogos pelo time da Gávea, 55 vitórias, 28 empates e 28 derrotas, e marcou 29 gols (fonte: Almanaque do Flamengo - Clóvis Martins e Roberto Assaf).

Depois do Fla, Gilmar atuou em várias equipes, entre elas na Ponte Preta e Santos, no final dos anos 80, e no São Paulo, em 1990. Pelo Tricolor do Morumbi, Gilmar não teve muitas oportunidades. Ele fez apenas cinco partidas, sendo duas vitórias, dois empates e uma derrota. Marcou apenas um gol a camisa são-paulina (fonte: Almanaque do São Paulo - Alexandre da Costa).

Hoje, Gilmar Popoca, que natural de Manaus (AM), onde nasceu no dia 18 de fevereiro de 1964, mora no Rio de Janeiro (RJ) e trabalha como professor de escolinhas do ídolo Zico.
    ver mais notícias

    Pelo São Paulo:

    Atuou em cinco jogos, sendo duas vitórias, dois empates e uma derrota. Marcou um gol.
    Fonte: Almanaque do São Paulo, de Alexandre da Costa.

    Pelo Flamengo:


    Atuou em 109 jogos, sendo 55 vitórias, 28 empates e 28 derrotas. Marcou 29 gols.
    Fonte: Almanaque do Flamengo - Clóvis Martins e Roberto Assaf.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES