publicidade

Fidélis

Ex-lateral-direito do Bangu e Vasco
Fidélis, o José Maria Fidélis dos Santos, lateral-direito do Brasil na Copa de 66, do Bangu e do Vasco, nos anos 60 e 70, morreu no dia 28 de novembro de 2012, aos 68 anos, em São José dos Campos, em função de um câncer no estômago.
Ele tinha residência fixa no Rio de Janeiro (RJ), onde era disputado por escolhinhas de futebol que queriam que o ex-atleta passasse sua experiência para as novas gerações de jogadores.
O ex-lateral passou o último mês de sua vida em São José dos Campos-SP, sua cidade natal, para o tratamento do câncer, descoberto sete meses antes. Fidélis contava com o apoio do São José Esporte Clube, primeira equipe treinada por ele.
Eleito o melhor lateral-direito do futebol carioca por quatro anos seguidos, Fidélis conquistou dois Estaduais em sua carreira: um pelo Bangu, em 1966, e outro pelo Vasco, em 1970. Com o Cruzmaltino, inclusive, foi também campeão brasileiro, na temporada de 1974.
Foi convocado por Vicente Feola para a Copa de 1966, dividindo espaço no time com o já experiente Djalma Santos. Na ocasião, Fidélis barrou a ida ao Mundial da Inglaterra de Carlos Alberto Torres, que quatro anos mais tarde se tornaria o "capitão do tri?.
Após a Copa, entretanto, Fidélis nunca mais foi convocado para a Seleção Brasileira. Isso pelo fato de ter voltado ao país afirmando que a Confederação Brasileira de Futebol havia vendido resultados na competição, o que nunca foi provado.
Na foto histórica ao lado, tirada no Maracanã, você pode ver Fidélis, ao lado de Ari Clemente e Jaime, no time do Bangu Campeão Carioca de 1966. Ele participou daquela final dramática que não teve volta olímpica do Bangu - que foi campeão ao golear o Fla, de Valdomiro, por 3 a 0 -, mas que teve muita polêmica.
O goleiro Valdomiro (do Fla) foi acusado de corpo mole (nunca provado) e Almir, vendo que o título já estava perdido, agrediu jogadores do Bangu, principalmente Ladeira (hoje o técnico de juniores, Adaílton Ladeira).
O pau quebrou de forma generalizada no Maracanã e o jogo foi encerrado antes de seu tempo normal. Itamar, zagueiro-central do Flamengo, também brigou muito, mas igualmente foi um dos derrotados ao lado do goleiro Valdomiro, Murilo, Paulo Henrique, Carlinhos, Carlos Alberto, Silva, Almir, Nelsinho Rosa, dentre outros.
E o Bangu A.C. entrou para a história jogando com Ubirajara, Fidélis, Mário Tito (já falecido), Luís Alberto e Ari Clemente; Jaime e Ocimar; Paulo Borges, Ladeira, Cabralzinho e Aladim. O técnico era Alfredo Gonzalez.
Esse timaço do Bangu, Campeão Carioca de 1966, você vê acima. O massagista Pastinha, presente na imagem, também já é falecido.
Em 28 de novembro de 2012, a redação do Portal Terceiro Tempo recebeu o seguinte e-mail do internauta Luciano Martins, informando a morte de Fidélis
De: luciano martins [mailto:juniorbaterasjc@yahoo.com.br]
Enviada em: quarta-feira, 28 de novembro de 2012 14:43
Para: Redação
Assunto: Morreu Fidélis - O Touro Sentado
Morreu no início da tarde de hoje Fidélis, ex-jogador do Bangu, Vasco da Gama, São José e Seleção Brasileira !!!
Fidélis Sofria de Câncer a algum tempo na cidade de Campo Grande-RJ onde vivia com a esposa Maria das Graças, tentou ajuda com dirigentes do Vasco da Gama, sem sucesso.
Através da Diretoria do São José E.C, conseguiu a locomoção da Cidade carioca e internação no hospital Joseense Pio XII onde permaneceu por cerca de 20 dias, para o tratamento de um câncer... A doença se generalizou e Fidélis não resistiu...
Jose Maria FIDÉLIS era lateral direito, nasceu em 13/03/1944, (68 Anos) em São José dos Campos-SP
Pelo São José atuou de (1979 á 1981) ? em 94 jogos, marcou 1 gol. Foi campeão da Segunda Divisão de 80, o primeiro acesso para o Paulistão. Depois se tornou técnico no próprio São José em 81, 82 e 84.
Campeão carioca pelo Bangu em 66 e campeão brasileiro pelo Vasco da Gama em 74, entre outros títulos.
Foram 8 jogos pela Seleção Brasileira e 1 gol marcado. Jogo este realizado em 1966 contra o Peru (3x1), em amistoso disputado no Maracanã.
Participou da Copa do Mundo de 1966 na Inglaterra.
Quando estava no Rio de Janeiro, ganhou o apelido de "Touro Sentado?  e este apelido veio devido à semelhança física com o histórico líder indígena americano, que comandou e derrotou um exército de 3.500 índios contra uma frota americana, em 1830. Depois disso, passou a ser perseguido e se entregou. Em liberdade, passou a fazer parte dos espetáculos de Buffalo Bill, famoso pistoleiro americano.
    ver mais notícias

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES