publicidade

Cláudio

Ex-goleiro do Santos
Cláudio, o culto ex-goleiro Cláudio César de Aguiar Mauriz, morreu no dia 24 de julho de 1979, em Nova York (EUA), onde esteve internado em dura luta contra o câncer.

Nascido no Rio de Janeiro no dia 22 de agosto de 1940, o saudoso goleiro Cláudio jogou também no Olaria, Fluminense e no Bonsucesso, chegando à Vila em 1965, quando Gylmar dos Santos Neves já falava em encerrar a carreira. Gylmar parou em 1967 e muito se revezou com o baixinho e maravilhoso goleiro Cláudio.

Tão maravilhoso que jogou também na Seleção Brasileira, com Aimoré Moreira e João Saldanha, em 1968 e 1969. Em 1972, Cláudio foi goleiro da Seleção Brasileira no amistoso no Pacaembu quando o Brasil venceu a Seleção do Uruguai por 2 a 0. Foi a última vez que ele vestiu a camisa canarinho em território nacional. O jogo aconteceu no dia 9 de junho de 1968, conduzido pelo árbitro Romualdo Arppi Filho. Tostão e Sadi marcaram para o Brasil do técnico Aimoré Moreyra.

Fumante inveterado e ainda mais apaixonado pelos livros (enquanto os companheiros jogavam cartas ou viam TV, ele lia), Cláudio foi sepultado em Santos-SP, de onde sua família jamais saiu. Seus familiares residem no bairro da Aparecida.

Ele deixou viúva dona Lígia e o filho Marcelo. Que é pai de Cláudio e Lucas, este último,  adivinhem: o garoto já é goleiro entre a garotada de Santos.

Cláudio pega pênalti a favor do Corinthians

Era a chance do Corinthians acabar com o jejum de vitórias sobre o alvinegro da Vila. No dia 17 de dezembro de 1966, o meio-campista Nair tinha a chance de dar a vitória, após penalidade cometida por Modesto, aos 42 minutos da etapa final. O jogo estava empatado por 1 a 1 (gols de Flávio, para o corinthians, e Zito, para o Santos). Nair bateu e o goleiro Cláudio defendeu. O jogo terminou 1 a 1. O Santos jogou com: Cláudio; Modesto, Mauro Ramos, Orlando e Geraldino; Zito e Joel; Dorval, Lima, Toninho Guerreiro e Abel. O técnico era Lula. O Corinthians, comandado por Zezé Moreira, tinha: Marcial; Jair Marinho, Ditão, Clóvis e Maciel; Nair e Rivellino; Bataglia, Tales, Flávio Minuano e Gílson Porto.


Recebemos ainda o e-mail de Walter Roberto Peres, historiador santista, sobre a foto do time do Santos perto das pirâmides do Egito.


MILTON, BOA TARDE! AINDA COM RESPEITO ÀQUELA FOTO DO SANTOS NA EXCURSÃO DE 1973 (FEVEREIRO) QUE INCLUIU UM JOGO NO CAIRO FRENTE AO TIME DO NATIONAL, EM 18 DE FEVEREIRO, QUANDO VENCEU POR 5 A 0 (DOIS GOLS DE PELÉ, COMPLETANDO O RESULTADO COM GOLS DE ZÉ CARLOS, EDU E JAIR DA COSTA), FAVOR NOTAR ABAIXO A COMPOSIÇÃO DA DELEGAÇÃO, DE ACORDO COM O JORNAL "A TRIBUNA?:
TÉCNICO: PEPE
JOGADORES: CLÁUDIO, HERMES, MARINHO PERES, CARLOS ALBERTO, ZÉ CARLOS, CLODOALDO, JAIR DA COSTA, BRECHA, ALCINDO, PELÉ E EDU. RESERVAS: WILLIAM, VICENTE, MURIAS, PITICO, MANUEL MARIA, LÉO E EUSÉBIO.
CHEFE DA DELEGAÇÃO: RENÊ RAMOS.
FISICULTOR: GERALDO CUNHA (QUE NÃO SEGUIU NA ÚLTIMA HORA, SENDO QUE O MARÇAL QUE ACABA DE FORMAR-SE NA FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA JUNTOU-SE À DELEGAÇÃO NO EGITO, COMO FISICULTOR E TAMBÉM COMO EVENTUAL JOGADOR).
MASSAGISTA: BERALDO PORTHOS LINHARES.
ROUPEIRO: OLIVIO SOARES (SABÚ)
JORNALISTA: SOLANGE BIAS, DE "A GAZETA ESPORTIVA?.
TAIS FATOS ACIMA COMPROVAM QUE O RAPAZ COM UMA MÁQUINA FOTOGRÁFICA NA PRIMEIRA FILA É FATO O GOLEIRO CLÁUDIO DE AGUIAR MAURIZ. NOTICIÁRIO DO MESMO JORNAL INDICA QUE NA OPORTUNIDADE CEJAS ESTAVA COM DISTENSÃO MUSCULAR.
SDS
WALTER
SANTOS-SP
 
VÍDEO EMOCIONANTE

Em 1973, na visita que fizeram ao Egito, para o amistoso diante do Ah-Ahly (o Peixe venceu por 5 a 0), os craques santistas deram uma pausa nos treinamentos e conheceram a Planície de Gizé, nos arredores do Cairo.

Abaixo, veja o emocionante vídeo garimpado pelo historiador Wesley Miranda, que mostra Willians de Jesus, Cláudio Mauriz, Carlos AlbertoTorres, Brecha, Eusébio, Emerson Marçal, Pitico, Marinho Peres, Hermes, o empresário Carlos Sexton, Sérgio Orefice (diretor santista), seu filho Silvio Luiz Orefice, o roupeiro Sabu e o Dr. Daló Salerno se divertindo em um dos principais cartões postais do país:
 

ABAIXO, HOMENAGEM A CLÁUDIO NO PROGRAMA "GRANDES MOMENTOS DO ESPORTE", DA TV CULTURA, TEXTO DE MICHEL LAURANCE

    ver mais notícias

    Pela Seleção Brasileira:

    Atuou em sete jogos, sendo seis vitórias e uma derrota. Sofreu oito gols.
    Fonte: "Seleção Brasileira - 90 Anos - 1914 - 2004", de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade -->
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      67
    • 2 Int
      62
    • 3 Fla
      60
    • 4 Grê
      58
    • 5 São
      58
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES