publicidade

Borges

Atacante do São Paulo, Santos e Cruzeiro
por Túlio Nassif

Humberlito Borges Teixeira, mais conhecido como Borges, nasceu no dia 5 de outubro de 1980, em Salvador, Bahia. Em março de 2016, o jogador foi anunciado como atacante do América-MG.

O sucesso e a consagração do atacante vieram somente na fase mais madura de sua carreira, quando vestiu a camisa do São Paulo, onde conquistou dois títulos brasileiros.

Mas foi no Sul do país que Borges iniciou sua carreira em 2001, no pequeno Arapongas, do Paraná, e teve passagens por diversos times do interior, como: Inter de Bebedouro em 2002, Jataiense de 2003 a 2004, São Caetano em 2004 (sendo campeão paulista), Paysandu em 2005 e União São João ambos em 2005, até retornar mais uma vez para o sul do país, precisamente para o Paraná.

No Tricolor Paranaense, se destacou e foi vice artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 19 gols. Nesta edição do nacional, ficou apenas com três gols a menos que o atacante Romário e ajudou o seu clube a terminar o torneio em uma honrosa sétima colocação.

O bom desempenho no torneio nacional abriu as portas do atleta para o exterior e Borges foi parar no futebol japonês. Em uma curta temporada no Vegalta Sendai, time da segunda divisão do Japão, na época comandado por Joel Santana, o atacante marcou 26 gols, sagrando-se artilheiro da competição.

Após a passagem bem sucedida pelo Japão, foi contratado pelo São Paulo em 2007, a pedido do então técnico Muricy Ramalho. No Campeonato Brasileiro daquele ano, foi um dos artilheiros do São Paulo, com sete gols. Naquele ano, o São Paulo se tornou bicampeão.

Em 2008, pelo Campeonato Paulista de Futebol marcou 10 gols sendo o quinto maior goleador do campeonato, cinco a menos que o artilheiro Alex Mineiro do Palmeiras.
 
Ainda na temporada de 2008, mas pelo Brasileirão, marcou 16 gols, ajudando o São Paulo a ser tricampeão seguido (em 2006, 2007 e 2008) e hexacampeão do Campeonato Brasileiro.

A relação com o time paulista se desgastou e, no dia 5 de janeiro de 2010, foi apresentado como novo reforço do Grêmio. Lá, Borges fez grandes partidas, foi campeão gaúcho logo no ano em que chegou, mas permaneceu até 2001, quando o Santos o contratou, no dia 23 de maio de 2011.
 
Por ter jogado pelo Grêmio, não disputou as finais da Libertadores que o Santos conquistou, mas se manteve muito bem nas partidas pelo campeonato nacional, titular absoluto com a "camisa 9".

Foi o artilheiro do Brasileirão daquele ano com 23 gols em 29 jogos e com isso, superou a marca no clube de Serginho Chulapa, que durava 28 anos, desde 1983. No entanto, em 2012, logo após perderem o Mundial da Fifa no Japão para o poderoso Barcelona, Borges não repetiu as mesmas atuações de 2011 e perdeu a titularidade no ataque ao lado de Neymar.

Borges serviu a Seleção Brasileira no Superclássico das Américas, em 2011. Este foi o único título vestindo a camisa amarelinha.
Então, no dia 4 de julho de 2012, foi contratado pelo Cruzeiro. Mas antes de deixar o Santos, fora campeão paulista.
 
No clube mineiro, Borges ficou até 2014, segui para a Ponte Preta onde jogou uma temporada e em 2016 foi contratado pelo América-MG, aos 35 anos de idade.
 
No dia 16 de setembro de 2018, ao lado de Muricy Ramalho, Milton Cruz e Serginho Chulapa, Borges participou do Domingo Esportivo Bandeirantes. Confira a íntegra da entrevista:

    ver mais notícias
    Pelo São Paulo:
    Bola de Prata em 2008.

    Pelo Grêmio:
    Seleção do Campeonato Gaúcho em 2010.

    Pelo Santos:
    Bola de Prata em 2011;
    Prêmio Craque do Brasileirão - Troféu Rei do Gol em 2011.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES