publicidade

Barbosa

O injustiçado ex-goleiro do Vasco e Ypiranga
Barbosa, o Moacir Barbosa Nascimento, ex-goleiro do Vasco e da Seleção Brasileira, nasceu em Campinas (SP), no dia 27 de março de 1921, e morreu em Santos (SP), no dia 7 de abril de 2000.
 
Começou a carreira no Clube Atlético Ypiranga e transferiu-se para o Vasco em 1944, permanecendo em São Januário até 1962. Conquistou seus maiores títulos na equipe cruz-maltina: Sul-Americano de 1948; títulos estaduais de 1945, 1947, 1949, 1950, 1952 e 1958 e Rio-São Paulo de 1958.
 
Ficou marcado pelo gol que tomou do atacante Ghiggia na Copa do Mundo de 1950, contra o Uruguai, no dia 16 de julho. Final: Brasil 1 x Uruguai 2, com 174 mil espectadores no Maracanã. Passou por grandes dificuldades financeiras e ficou dependente da ajuda de amigos para sobreviver na Praia Grande.
 
Ainda sobre Barbosa, no dia 25 de setembro de 2008, recebemos o seguinte e-mail do internauta Henrique Rosa Esteves:

"Ola Redação do Terceiro Tempo.
Tempo em vista os últimos acontecimentos com nossa seleção de futebol.
Gostaria de pedir ao Sr. Milton Neves que promova uma campanha para resgatar nosso goleiro de Barbosa (1950).
Ele foi acusado de ser o culpado pela derrota de 1950.
Ora vejamos:
Se hoje temos os chamados craques pela imprensa do Brasil casos dos Srs. (KAKA e ROBINHO, RONALDINHO QUE SO JOGA POR CAUSA DA NIKE E PELO NOME )
Vejam:
KAKA pediu dispensa da Seleção alegando contusão dias após joga pelo Milan
Robinho alega o clube não liberou onde percebemos claramente que prevaleceu a vontade dele em não jogar na Seleção.
Ronaldinho jogador de meia faixa de campo ao lado esquerdo cerca 30 metros quadrados (não consegue correr mais que isso).
Como notado acima os Srs. Robinho / Kaká são desertores da Seleção ANTI PATRIOTAS e ainda assim, são endeusados pela critica esportiva de nosso País.
Vergonha!!!!!!
Como podem jogar ao relento um Sr. (Barbosa) que nem vi jogar pois nasci em 1960. E ate a presente data é taxado como culpado pela derrota de 50.
Este Sr. Merece todo nosso respeito e uma indenização por danos morais de for o caso. Tenho a certeza que este herói verdadeiramente falando não esta interessado em dinheiro ao contrário de nossos jogadores atuais onde usam nossa seleção para crescer no mundo esportivo e depois descartam nossa pátria verde amarela azul anil.
Pasmem senhores, talvez se este Sr. Barboza houvesse ousado não jogar pela seleção ele tivesse um tratamento melhor e respeitoso.

A CBF que organiza nosso futebol aos parlamentares da BOLA que se insurgiram contra o? POVO? no momento de passar nosso futebol a limpo dad0 a tantos escândalos, roubalheira do futebol.
As nossas instituições como NOSSA CAIXA que cria uma LOTERIA PARA dar dinheiro aos ladrões(administradores dos clubes brasileiros). Ao nosso Rei do futebol que usa a camisa do BOCA JUNIORS para divulgar a tal loteria (reparem no desenho e cor da camisa que ele usa.)
Meus Amigos (parodiando o Sr. Milton Neves) por tudo isso é que o Sr. BARBOSA goleiro da Seleção de 50 merece todo nosso respeito.
Pasmem senhores!!!
Nasci 10 anos após o desastre do Maracanã mais me incomoda e muito saber que este Sr.Barbosa Brasileiro trabalhando honestamente e que deu alegrias ao POVO Brasileiro continue a ser humilhado e Perseguido ate os dias de hoje por uma imprensa e direntes de nosso futebol maior (CBF) desumana e fascista.
Por tudo isso srs. peço que o Sr. Milton Neves fomente uma campanha para resguardar a Dignidade deste Senhor que paga por uma culpa que não é dele e se for? Será que os RENEGADOS KAKA/ROBINHO, não fizeram pior que nosso Barboza ele estava trabalhando pelo País ao contrario dos RENEGADOS.
Um grande abraço a todos da redação e ao Sr. Milton Neves que espero me de respaldo a essa campanha
Um Brasileiro patriota!!!
"BARBOSA OBRIGADO E DESCULPAS PELA HUMILHAÇÃO DURANTE TODOS ESSES ANOS??

TENHO A CERTEZA QUE SE ESTE TEXTO CHEGAR A VOCE E SE ESTA CAMPANHA FOR ADIANTE VALERA MAIS QUE TODOS OS MILHÕES DOS RENEGADOS.
OBRIGADO POR SER BRASILEIRO!!

HENRIQUE ROSA ESTEVES"
Editorial de Milton Neves
no Jornal Agora São Paulo
no 26.08.2012


Morreu Félix, um de nossos heróis de 1970.
Falei muito com o "Papel? nesses últimos anos.
Ele sempre me ligava e o entrevistei trocentas vezes no rádio e TV.
E um tema era recorrente.
"Hoje, ouvi pela milionésima vez que o Brasil ganhou a Copa de 70 ´apesar do Félix´. Isso não para nunca?, reclamava, com inteira razão.
Aliás, como já fiz tantas vezes, reitero aqui um pedido aos jornalistas esportivos, principalmente aos mais jovens que nem tinham nascido em 1970: cessem com essa injustiça!
E pergunto se existe uma só pessoa no mundo que possa garantir que, com qualquer outro goleiro, se o Brasil ganharia a Copa de 70 como ganhou com ele, Félix, na meta.
E essa é a única certeza que temos: com ele ganhamos e isso ficou para sempre!
Só que os ingratos brasileiros preferem idolatrar Gordon Banks, o goleiro derrotado de 70.
Se com Ado ou Leão, que era sensacional, a gente ganharia também, só saberemos se Deus consultar seus arquivos e possibilidades e der uma entrevista coletiva no Vaticano e anunciar para todo mundo.
Como isso é impossível peço aos jornalistas e ao povo que entendam que entre os ex-jogadores a mais bonita das lágrimas é a da saudade.
O boleiro de ontem só tem exatamente na saudade seu grande alento de vida.
Eu falo, mostro e escrevo muito sobre os ex-jogadores por uma única razão: gratidão.
Eles, todos, uns mais outros menos, me nortearam na vida.
Estava perdidinho da silva lá pelos anos 60 quando me apaixonei por eles, pelo rádio e pelo futebol.
Hoje, ao registrar suas histórias em todas as mídias, retribuo um pouquinho do que eles me deram: um norte, uma profissão.
E são todos emocionantes.
Recebi uma vez no saudoso "Golaço? da Rede Mulher (hoje Record News) os ex-zagueiros Ramos Delgado e Turcão, ex-Palmeiras e São Paulo.
Ao final, perguntei aos dois o que acharam do programa-homenagem, que ia sempre ao ar às sextas-feiras.
"Me senti em Nunez?, respondeu "El Negro?, Ramos Delgado, referindo-se aos seus áureos tempos de jovem zagueiro do River Plate.
Já Turcão, o Alberto Chuairi, se levantou, me abraçou e disse: "tenho 79 anos (em 2005), joguei 25 anos e foi a primeira vez que apareci na televisão?. E chorou.
Querem algo mais gratificante do que isso?
E, agora, leiam com atenção a frase abaixo e depois republiquem, divulguem, retuitem, telefonem e também no boca a boca multipliquem aos milhares as mais lindas e sábias palavras que ouvi do saudoso Félix por várias vezes.
"Pelo menos quando eu morrer que parem de dizer que o Brasil ganhou a Copa de 70 ´apesar do Félix´. O Barbosa foi crucificado porque não ganhou a Copa de 50 e eu por ter ganho a Copa de 70. Duas grandes injustiças?, sempre bradava.
E essa frase merece ser histórica e eternizada como a de Barbosa que dizia ser o único brasileiro a cumprir uma pena superior aos 30 anos, o tempo máximo de punição imposta a qualquer criminoso no Brasil.
Assim, que agora, lá no céu, nosso "Papel? possa viver em paz livre de sua "pena" de 42 anos de enorme injustiça.

ABAIXO, VÍDEO DA PARTICIPAÇÃO DE BARBOSA NO "JÔ SOARES 11 E MEIA", EM 08 DE JULHO DE 1998 

    ver mais Áudio
    Começou a carreira no Clube Atlético Ypiranga e transferiu-se para o Vasco em 1944, permanecendo em São Januário até 1962. Conquistou seus maiores títulos na equipe cruz-maltina: Sul-Americano de 1948; títulos estaduais de 1945, 1947, 1949, 1950, 1952 e 1958 e Rio-São Paulo de 1958.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade -->
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      67
    • 2 Int
      62
    • 3 Fla
      60
    • 4 Grê
      58
    • 5 São
      58
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES