publicidade

Arnaldo Guinle

Ex-presidente do Fluminense e da CBD
por Túlio Nassif
Arnaldo Guinle foi um grande dirigente brasileiro. Filho de Eduardo Palassin Guinle e Guilhermina Coutinho da Silva ? família símbolo da aristocracia da época ?, nasceu no dia 2 de março de 1884 e faleceu no dia 26 de agosto de 1963, na sua terra natal, Rio de Janeiro.
No Fluminense, foi o décimo presidente da história do clube e teve duas passagens pela equipe carioca. A primeira vez, ficou do dia 18 de abril de 1916 até 30 de abril de 1931 e a segunda vez, do dia 6 de dezembro de 1943 até 4 de fevereiro de 1946.
Ao mesmo tempo em que era o "nome forte? do Tricolor Carioca, na sua primeira passagem, assumiu também, a presidência da CBD (Confederação Brasileira de Desportos), no dia 4 de novembro de 1916 e deixou o cargo em 8 de janeiro de 1920.
Em 9 de julho de 1916, a CBD afiliou-se à Confederação Sul-Americana de Futebol. Já no dia 28 de dezembro do mesmo ano e sob o comando de Guinle, a entidade conseguiu o registro provisório junto à Fifa, para, finalmente, no dia 20 de maio de 1923, conseguir a filiação definitiva à entidade máxima do futebol mundial.
Para a CBD, conquistou o primeiro título Sul-Americano para o Brasil, em 1919, na realização do terceiro campeonato, realizado na cidade do Rio de Janeiro.
Tempos de Fluminense Yacht Club
O atual Iate Clube do Rio de Janeiro foi fundado com o nome de Fluminense Yacht Club, em 25 de março de 1920, na sede do Fluminense Football Club, por 28 sócios deste clube que, liderados por Arnaldo Guinle, queriam uma entidade para práticas náuticas. A grande questão que causou discórdia entre muitas pessoas, foi: por que fundaram um novo clube, em vez de o Fluminense estender suas modalidades esportivas? A explicação foi escrita em uma carta no dia 2 de abril de 1943, assinada por Guinle, então Comodoro (presidente) do Fluminense Yacht Club, na qual conta que:
"De acordo com a ata de fundação do Fluminense Yacht Club (...), o Fluminense Football Club, ao fundar o Fluminense Yacht Club, o fez com a intenção de criar um departamento de esporte no mar e se desde logo não o integrou em sua organização de esporte terrestre, foi devido unicamente ao fato de que necessitando ainda de grandes somas para executar o seu programa de construção e aparelhamento esportivo, julgava impossível atingir esse objetivo procurando fundos também para uma larga organização dos esportes do mar. Achei, portanto, de melhor alvitre conservar este departamento independente dirigido por aficionados desse esporte que mais facilmente levantariam as somas indispensáveis à execução do seu programa construtivo?.
Mas houve muitos imbróglios. Em 1943, Guinle queria fundir ambos os "Fluminenses?. Com a fusão, seria mantido o nome Fluminense e alterada apenas a designação (Football Club e Yacht Club), que ainda seria objeto de deliberação. Diante das grandes resistências do quadro social do Fluminense Yacht Club, o Fluminense Football Club liberou o novo clube do compromisso de fusão.
Então, no dia 23 de julho de 1943, o Fluminense Yacht Club mudou de nome para o atual Iate Clube do Rio de Janeiro. Magoado com tudo isso, em 27 de setembro de 1943, Guinle renunciou à Comodoria (presidência). Esse foi o motivo predominante para Guinle se candidatar novamente e reassumir o cargo da presidência do Fluminense Football Club.
Morreu sem testemunhar a tão sonhada fusão.
Fontes: Almanaque Seleção Brasileira - 90 anos, Google e Site Campeões do Futebol
    ver mais notícias

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES