publicidade

Argel Fucks

Ex-zagueiro do Inter, Palmeiras, Santos e Benfica

por Túlio Nassif

Argélico Fucks, mais conhecido como Argel, é gaúcho de Santa Rosa. Nascido em 4 de setembro de 1974, sempre defendeu grandes clubes do Brasil e do exterior. Embora sua técnica fosse pouco apurada, sua força e raça eram destacadas como qualidade do ex-zagueiro.

E não foi diferente quando encerrou sua carreira e dedicou-se a comandar os clubes à beira dos gramados. Em 16 de setembro de 2018, Argel foi anunciado como novo técnico do Coritiba. 

O jogador

Iniciou sua carreira no Inter de Porto Alegre, em 1993. Após dois anos, trocou o Colorado pelo futebol japonês e foi defender o Tokyo Verdy em 1996. Retornou ao Brasil em 1998, desta vez, para vestir a camisa do Santos. Após deixar o Peixe, encaminhou sua transferência para o tradicionalíssimo Porto, de Portugal, em 1999. As boas atuações chamaram a atenção do Palmeiras, que não hesitou em contar com Argel no seu elenco para a temporada do ano 2000. Valorizado e conhecido pelos portugueses, assinou em 2001 com o Benfica, onde repetiu o sucesso. A partir de então, defendeu outras grandes equipes, com o Racing Santander-ESP em 2005, Cruzeiro em 2006, Ulbra-RS em 2006 e encerrou seu ciclo vitorioso em 2007, no não tão popular Zhejiang Lücheng, da China.

Durante esses anos, Argel conquistou inúmeros títulos. Pelo Inter foi campeão Gaúcho em 1992 e 1994 e a Copa do Brasil em 1992; pelo Santos, campeão da Copa Conmebol em 1998; pelo Porto, campeão Português de 1998-99, da Supertaça Cândido de Oliveira 1999-00 e da Taça de Portugal 1999-00; pelo Palmeiras, campeão do Torneio Rio-São Paulo em 2000 e da Copa dos Campeões (CBF) em 2000; pelo Benfica, campeão da Taça de Portugal 2003-04 e Campeonato Português 2004-05.

Pela Seleção Brasileira, disputou partidas do Sub-17 e Sub-20. Foi convocado para o amistoso no dia 29 de março de 1995 entre Brasil e Honduras, quando ainda atuava pelo Internacional de Porto Alegre.

O técnico

Após se aposentar, Argel não abandonou o futebol e seguiu a carreira de treinador. Em seu primeiro trabalho, levou o Mogi Mirim à elite do Campeonato Paulista em 2008. Logo depois, ainda em 2008, dirigiu o Guaratinguetá, conseguindo uma boa campanha na Série C do Campeonato Brasileiro. Em 5 de fevereiro de 2009, Argel foi anunciado como novo treinador do Caxias.

Grandes resultados para um treinador tão jovem e com um currículo pequeno, mas com o prestigio elevado por estar bem requisitado no mercado. Quando saiu do Caxias, acertou em janeiro de 2010 com o São José-RS, onde fez novamente, um bom trabalho.

A parir daí, Argel dirigiu inúmeras equipes, como o Criciúma (em 2010), Guarani (em 2011), Botafogo-SP (em 2011), Caxias (em sua segunda passagem no ano de 2011) Brasiliense (em 2011), Joinville (em 2012), Figueirense (em 2012), Avaí (em 2012), Red Bull Brasil (em 2013) e América de Natal (em 2013).

No dia 24 de setembro de 2013, foi confirmado como novo técnico do Criciúma para o restante da disputa do Campeonato Brasileiro. Sua segunda passagem pelo Tigre acabou no dia 11 de dezembro de 2013.

Assumiu o comando da Portuguesa em 2 de fevereiro de 2014, em substituição a Guto Ferreira. Após mau desempenho da equipe no início do Campeonato Brasileiro de 2014, da Série B, pediu demissão em 17 de maio de 2014.

Foi contratado pelo Figueirense em 24 de julho de 2014 e mais uma vez esteve no comando da equipe. Deixou o time catarinense no dia 13 de agosto de 2015, quando assinou contrato com o Internacional. Porém, após uma sequência de resultados ruins no Brasileirão, acabou sendo demitido do cargo em 10 de julho de 2016.

No dia 12 de setembro de 2016, Argel foi anunciado como novo técnico do Vitória, cargo que ocupou até o dia 1º de maio de 2017.

No dia 19 de julho de 2017, assumiu o Goiás para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Permaneceu no clube esmeraldino até 25 de agosto de 2017, dia em que foi demitido.

Em 22 de fevereiro de 2018 assinou contrato para dirigir o Criciúma, pela Série B do Campeonato Brasileiro, cargo que ocupou até 08 de maio de 2018, dia em que foi demitido, após derrota para o Guarani por 1 a 0, jogo disputado em Campinas.

Ele foi detido pela polícia de Porto Alegre na madrugada de 7 de abril de 2018 por ter furado ma barreira de trânsito da Operação Balada Segura. Argel deu um tapa na mão de um dos agentes e conduzia seu veículo com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa. Ele foi liberado mas responderá administrativamente por dirigir com a CNH suspensa.

    Pelo Palmeiras:

    Segundo o Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti, fez 40 jogos pelo clube com 20 vitórias, 10 empates, 10 derrotas e quatro gols marcados.

    Também fez uma partida pela Seleção Brasileira, contra a seleção de Honduras, no dia 30 de março de 1995. O jogo terminou empatado em 1 a 1.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade -->
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      66
    • 2 Int
      61
    • 3 Fla
      60
    • 4 São
      57
    • 5 Grê
      55
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES