publicidade

Alemão

Ex-atacante do Coritiba e Palmeiras
por Rogério Micheletti
 
Alemão, o Carlos Adriano de Jesus Soares, promissor atacante do futebol brasileiro, morreu no dia 9 de julho de 2007, em Nova Iguaçu (RJ), vítima de acidente automobilístico.
 
Ele estava com oito pessoas de sua família. Alemão dirigia um Toyota Hilux, que capotou na Via Light. O cunhado do jogador, Sérgio Ventura Ferraz, também morreu no desastre.
 
"A tristeza é inevitável. O Alemão era um garoto puro, uma figura humana maravilhosa. Eu pedi a contratação dele após um jogo-treino do Coritiba contra um time de jogadores de empresários. O Alemão se destacou. Fizemos amizade e ele me convidou para o aniversário de sua filhinha. Fico muito triste", lamentou o técnico Antônio Lopes, treinador que comandou Alemão no Coxa.
 
Alemão se destacou. Fizemos amizade e ele me convidou para o aniversário de sua filhinha. Fico muito triste", lamentou o técnico Antônio Lopes, treinador que comandou Alemão no Coxa.
 
Depois do Coritiba, Alemão jogou em dois times japoneses, o Kyoto Purple Sanga e o Yokohama Marinos, antes de ser contratado pelo Palmeiras, em 2007, por indicação do técnico Caio Júnior. Alemão fez apenas duas partidas com a camisa do Palmeiras e marcou um gol. Ele sofreu séria contusão no ligamento cruzado do joelho durante clássico contra o Corinthians, no Morumbi, em partida válida pelo Paulistão. O Palmeiras venceu o jogo por 3 a 0, destaque para Edmundo, que teve tempo de fazer amizade com Alemão.
 
"O Alemão era um garoto muito alegre. Estava muito satisfeito por jogar em um grande time", falou Edmundo, que ficou mais próximo de Alemão quando os dois se tratavam no departamento médico.
 
O técnico Caio Júnior acreditava muito no potencial de Alemão, que era um atacante versátil e costuma se destacar por ser bom nos chutes de fora da área. "Eu trouxe o Alemão para o Palmeiras. Foi uma pena a sua lesão logo no segundo jogo. Ele começou muito bem e já tinha marcado um gol. Nunca havia acontecido isso no futebol. Nunca tinha perdido um companheiro de equipe. Estou muito triste", declarou Caio.
 
O corpo de Alemão foi sepultado no cemitério de Mesquita, na Baixada Fluminense. O jogador, que tinha 23 anos, era casado com Jacquelaine Gomes e era pai de Carla Beatriz. As duas também estavam no carro no dia do acidente, mas não sofreram ferimentos graves.
 
Golaço
Alemão fez bonitos gols pelo Coritiba no Brasileirão de 2004, ano em que ele começou a se destacar no futebol. Um deles foi contra o Corinthians, no Couto Pereira. O Coxa foi derrotado, de virada, por 2 a 1. Alemão abriu o placar depois de uma grande jogada e que teve finalização de fora da área, bem de longe.
 
Desastre
Veja como ficou o carro de Alemão.
ver mais notícias

Selecione a letra para o filtro

publicidade
  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa
publicidade

ÚLTIMOS CRAQUES