publicidade

Ademir de Menezes

Ex-atacante da Seleção, Vasco e Fluminense

por Rogério Micheletti e Gustavo Grohmann

Um dos grandes craques brasileiros na década de 40 e artilheiro da Copa de 1950, Ademir Marques de Menezes, o Ademir Menezes ou Ademir Queixada, morreu no dia 11 de maio de 1996, no Rio de Janeiro (RJ).

O primeiro ponta-de-lança do nosso futebol começou a carreira de jogador no Sport Clube do Recife, no final da década de 1930. Deixou a equipe pernambucana em 1942 para defender o Vasco da Gama. Teve duas passagens pelo time cruzmaltino: entre 1942 e 1945 e também entre 1948 e 1956.

No Fluminense, entre 1945 e 1947, ele foi campeão carioca sob o comando do técnico Gentil Cardoso em 1946. No Vasco, ele conquistou os títulos estaduais de 1945, 1949, 1950 e 1952. Também foi campeão de clubes sul-americanos de 1948 com a camisa da equipe de São Januário.

O pernambucano Ademir de Menezes, que nasceu em Recife no dia 8 de novembro de 1922, lamentava o fato do Brasil ter perdido a Copa do Mundo de 1950 para o Uruguai. Segundo ele, a seleção brasileira começou a fracassar quando a equipe foi obrigada a levantar cedo para assistir a uma longa missa. Ademir de Menezes falava que os jogadores não fizeram um aquecimento ideal, muito diferente do que acontecera nos outros jogos. Com a camisa da nossa seleção, o ponta-de-lança marcou 35 gols em 41 jogos, segundo dados do livro "Seleção Brasileira - 90 anos", de Roberto Assaf e Antonio Napoleão. Ganhou o título Sul-americano (1949) e o Campeonato Pan-americano (1952).

Primeiro gol do Maracanã pela seleção

Ademir de Menezes foi o primeiro jogador a marcar um gol no estádio do Maracanã vestindo a camisa da seleção brasileira.

No jogo de estréia da Copa do Mundo de 1950, o Brasil goleou o México por 4 a 0. Um público de 86 mil 649 pagantes viu o Queixada abrir o placar aos 32 minutos do primeiro tempo. Jair Rosa Pinto e Baltazar também marcaram e o próprio Ademir deu números finais à partida aos 36 do segundo tempo.

Na ocasião, o Brasil do técnico Flávio Costa entrou em campo com: Barbosa, Augusto e Juvenal; Eli, Danilo e Bigode; Maneca, Ademir de Menezes, Baltazar, Jair Rosa Pinto e Friaça.

Já o México, do técnico Octavio Vial, iniciou a partida com: Antonio Carbajal, Felipe Zetter e Alfonso Montemayor; Rodrigo Ruiz, Mário Ochoa e José Antonio Roca; Carlos Septien, Héctor Ortíz, Horácio Casarín, Mário Pérez e Lupe Velásquez.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES