publicidade

Ademar Pimenta

Ex-técnico da seleção e do Santos
por Tufano Silva
Treinador da seleção brasileira que conquistou o então inédito terceiro lugar na Copa do Mundo de 1938, Ademar Pimenta morreu no dia 26 de agosto de 1970, do Rio de Janeiro-RJ.

Nascido na Cidade Maravilhosa em 12 de abril de 1896, Ademar foi, na primeira metade da década de 30, diretor-técnico da Associação Metropolitana de Sports Athléticos, entidade que dirigia o futebol no Rio de Janeiro. Ganhou destaque ao assumir o cargo de técnico do Madureira, conquistando o vice-campeonato carioca de 1936.

No final daquela temporada, passou a treinar a seleção. Na Copa do Mundo de 1938, disputada na França, levou o Brasil ao comemorado e inédito terceiro lugar, após disputa contra a Suécia, apesar de todos os problemas ocorridos na preparação para o torneio.

"Escolhi o que de melhor tinha no futebol brasileiro. Na época, dirigentes, clubes e imprensa insinuavam quem deveria ser convocado. Venci essa etapa. Na véspera do embarque, fiz uma reunião com o pessoal e disse que não admitiria mulheres na delegação. Quando, já no cais, o chefe da delegação veio me explicar que as mulheres de Nariz e Luizinho viajariam com a delegação. O que eu podia fazer naquela altura? A determinação partiu das autoridades. E com aquele contratempo rumamos para a Europa?, disse Ademar à revista Manchete Esportiva.

Deixou a seleção brasileira em 1942, assumindo a equipe do Santos no início da temporada seguinte. Mesmo permanecendo por poucos meses na Vila Belmiro, teve a oportunidade de treinar jogadores como Antoninho Fernandes e Echevarrieta.
    ver mais notícias

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2018

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Pal
      80
    • 2 Fla
      72
    • 3 Int
      69
    • 4 Grê
      66
    • 5 São
      63
    • Veja tabela completa
    publicidade

    ÚLTIMOS CRAQUES