Qual o seu time?
Seleção brasileira.

Qual o jogo mais marcante que você assistiu?
Santos 8 x 1 Prudentina, em outubro de 1964, na Vila Belmiro. Foram quatro gols de Pelé e quatro de Toninho Guerreiro. Vi um lance inesquecível: Coutinho matou a bola no peito e, na cara do gol, preferiu ajeitar a bola para Pelé marcar. Tinha 11 anos e sai de campo encantado. Um mês depois, Pelé faria 8 gols na goleada sobre o Botafogo/RP, por 11 a 0. Infelizmente, não estava na Vila.

Qual a sua seleção de todos os tempos?
A de 1970: Félix; Carlos Alberto Torres, Brito, Piazza e Everaldo; Clodoaldo e Gérson; Rivellino, Tostão, Jairzinho e Pelé.

Qual a camisa mais bonita?
A do XV de Piracicaba

Qual o melhor e o pior esporte?
Melhor: futebol. Pior: esporte é sinônimo de saúde (e de emoção). Todos são ótimos.

Em que rádio você ouve futebol?
Bandeirantes.

Qual revista que você lê?
Qualquer uma, menos “Veja”. Aprendi que todo fato jornalístico tem que ter - no mínimo - duas versões.

Qual o melhor e o pior presidente da história do Brasil?
Melhor: o melhor ainda não surgiu. Pior: já estamos acostumados a Temer nossos políticos. Somos imbatíveis neste quesito.

A personalidade marcante em sua vida.
No jornalismo, Miranda Jordão. Na vida, Luiza Helena, mãe de meus filhos Henrique e Juliana, responsável pela harmonia e sucesso de toda a família.

Narrador esportivo de TV e de rádio.
TV: Milton Leite. Rádio: Ulisses Costa.

Comentarista esportivo de TV e de rádio.
TV: Maurício Noriega. Rádio: Claudio Zaidan.

Repórter esportivo de TV e de rádio.
TV: Fernando Fernandes. Rádio: o esforçado Ligeirinho (in memoriam). Corria atrás da notícia.

Apresentador esportivo de TV e de rádio.
TV: André Rizek. Rádio: Lucas Neto.

Apresentador de auditório de TV.
Na falta de gente nova, o eterno Fausto Silva.

Melhor ator e melhor atriz no Brasil.
Tony Ramos e Lília Cabral.

Jornalista de TV.
Sandra Annenberg.

Programa esportivo de TV.
“Redação SporTV” (programa com pauta e conteúdo).

Quem melhor escreve sobre esporte no Brasil?
Tostão.

O melhor e o pior cartola.
Melhor: Mustafá Contursi, chefe da delegação brasileira na Copa de 94. Pior: Eurico Miranda.

O melhor e o pior técnico.
Melhor: atualmente, Tite. Pior: os que montam o time para ganhar “por uma bola”. São muitos...

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa