publicidade
Foto: Keiny Andrade/Folha Imagem/Via UOL

Foto: Keiny Andrade/Folha Imagem/Via UOL

"O Inter se tornou maior a partir de 2005". Assim o ex-volante Tinga define o aprendizado do trauma sofrido no Brasileirão daquele ano.

O Colorado lutava pelo título do campeonato nacional contra o Corinthians e teve, no confronto direto, uma penalidade não marcada a seu favor pelo árbitro mineiro Márcio Rezende de Freitas.

Tinga revelou, em entrevista ao apresentador Milton Neves no Domingo Esportivo Bandeirantes, que os jogadores aprenderam com o episódio e virou um time "cascudo".

"Tanto que no ano seguinte conquistamos a América e o mundo", relembro o ex-volante, fazendo referência aos títulos do torneio continental e do mundial de clubes.

Na entrevista Tinga ainda lembra de um encontro que teve com o ex-árbitro, de quem se tornou vizinho nos tempos em que atuou pelo Cruzeiro.

Confira a íntegra:

Confira a página de Tinga na Seção Que Fim Levou

 

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa