publicidade
São Paulo é cirúrgico e sai na frente em contra-ataque

São Paulo é cirúrgico e sai na frente em contra-ataque

Enrico Bruno
Do UOL, em Belo Horizonte

O São Paulo segue sua caça ao líder Flamengo. Com gols de Diego Souza e Éverton, o time paulista foi ao Mineirão e venceu o Cruzeiro por 2 a 0 em uma partida muito cirúrgica, aproveitando bem suas poucas oportunidades criadas e matando a partida em dois contra-ataques. O resultado manteve a equipe na segunda colocação, agora com 32 pontos, dois a menos que o líder. Com a derrota, o time mineiro permanece com 24 e se distancia mais do primeiro pelotão.

A partir de agora, o Cruzeiro irá encarar uma grande sequência de jogos e decisões no mês de agosto. Na quarta-feira, a equipe faz o jogo da ida contra o Santos, pela Copa do Brasil. Na semana seguinte, visita o Flamengo pela Libertadores. O São Paulo também terá uma partida importante pela frente e pegará o Colón de Santa Fé, pela Sul-Americana.

O melhor: Rojas tem participação essencial nos gols

Autores dos gols, Diego Souza e Éverton realizaram boas partidas, assim como Nenê, substituído no segundo tempo. Mas Rojas teve participação importantíssima na vitória do São Paulo. Ele deu a assistência para o primeiro gol do jogo e também puxou o contra-ataque com um passe importante para Reinaldo invadir a área celeste.

Cruzeiro apresentou problemas recentes para chegar ao gol

Na maioria das estatísticas, o Cruzeiro foi melhor que o São Paulo. Finalizou mais, ficou mais com a bola e ganhou a maioria das disputas. Contudo, não fez o principal, problema antigo em partidas recentes da equipe. Apesar de não ter feito um jogo ruim, esbarrou na falta de velocidade dos seus meias e atacantes, e foi menos intenso do que costuma ser.

São Paulo é cirúrgico e sai na frente em contra-ataque

O São Paulo não teve tantas oportunidades no primeiro tempo, mas atuou com segurança e soube aproveitar bem sua melhor chance, assim como tem feito no Brasileirão. A equipe só deu um chute a gol, mas colocou a bola na rede com Diego Souza. Sem dar espaços ao Cruzeiro, o Tricolor subiu em velocidade pelos lados e o cruzamento para o gol saiu nas costas de Edilson, que cobrou uma falta no ataque segundos antes.

Cruzeiro acelera o jogo, São Paulo esfria... Barcos perde pênalti

Mano Menezes voltou do intervalo com o Cruzeiro mais ofensivo. Em menos de 15 minutos, David e Raniel entraram em campo em uma tentativa clara de dar mais rapidez e iniciar a reação. O time melhorou e Arrascaeta protagonizou as melhores jogadas. Em uma delas, sofreu o pênalti, mas viu o companheiro Barcos chutar no travessão. Do outro lado, apesar de não abrir mão do jogo, o São Paulo diminuiu o ritmo, trocou passes mais lentos e conseguiu passar o tempo sem sofrer tantos sustos. Quando precisou, Sidão fez um bom trabalho.

Bruno Peres faz estreia e Nenê sai reclamando

Próximo dos 20 minutos do segundo tempo, Aguirre promoveu a entrada de Bruno Peres, que estava sendo preparado para estrear na próxima semana, mas foi relacionado para cobrir os desfalques do time. A opção do treinador foi de sacar Nenê, que estranhou a substituição, saiu reclamando ainda em campo e continuou gesticulando no banco de reservas.

Em novo contra-ataque, São Paulo mata a partida

A preocupação de Mano Menezes ao orientar seus jogadores acabou se concretizando. O Cruzeiro já havia recebido o primeiro golpe ao perder o pênalti cobrado por Barcos. Minutos mais tarde, a equipe não conseguiu segurar outro contra-ataque do São Paulo, que selou de vez o resultado da partida. Reinaldo parou em Fábio na primeira tentativa, mas serviu Éverton, que matou o jogo.

Cruzeiro chega aos 500 jogos no Mineirão no século XXI

Este foi o jogo de número 500 do Cruzeiro durante o Século XXI no Mineirão. Desde 2001, o clube venceu 321 vezes, empatou 95 jogos e perdeu 83 vezes. O ano do melhor aproveitamento aconteceu em 2013, temporada que foi campeão brasileiro e teve rendimento de 89,7% em casa. Neste domingo, foi a 17ª vez que o São Paulo visitou o estádio durante o período. Nas partidas anteriores, o Tricolor venceu por oito vezes, empatou três e perdeu apenas cinco.

Foto: Reprodução/Twitter SPFC

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa