publicidade
Santos pediu Arrascaeta após rejeitar lista de atletas oferecidos por Bruno Henrique

Santos pediu Arrascaeta após rejeitar lista de atletas oferecidos por Bruno Henrique

Enrico Bruno, Samir Carvalho e Thiago Fernandes
Do UOL, em Belo Horizonte e Santos

O Santos recusou a proposta do Cruzeiro por Bruno Henrique. Segundo apurou o UOL Esporte, os dirigentes santistas não gostaram da oferta de 4,5 milhões de euros (aproximadamente R$ 20 milhões) e muito menos do "listão" de atletas oferecido em troca pelo camisa 11 santista.

Insatisfeito com os nomes sugeridos, o Santos propôs que o Cruzeiro incluísse o meia Arrascaeta no negócio. O clube mineiro recusou, alegando se tratar do melhor jogador de seu elenco. A diretoria santista rebateu e disse que Bruno Henrique tem o mesmo "peso" para o clube paulista. Por conta disso, o negócio esfriou e dificilmente deve ser concluído.

A reportagem também apurou que, além dos nomes de Sassá e Rafael Sobis, revelados pelo UOL Esporte na última terça-feira, o clube mineiro também disponibilizou o volante Bruno Silva como opção. Apesar de buscar volantes no mercado, a diretoria santista rejeitou.

Sassá é o único nome da lista que interessa ao Santos, mas a cúpula alvinegra não está disposta a liberar Bruno Henrique pelo polêmico atacante do Cruzeiro. A ideia seria contratá-lo em definitivo ou por empréstimo.

Sassá é negociável hoje no Cruzeiro, pois o clube conta com Fred, Barcos e Raniel no setor. Como o técnico Mano Menezes não quer se desfazer de nenhum dos três, Sassá é visto como uma boa moeda de troca. Ele, por exemplo, seria envolvido na contratação do lateral direito Edilson, em janeiro de 2018. Entretanto, a diretoria do Grêmio recuou no negócio e recusou o centroavante.

O Santos acredita que Sassá tem potencial para substituir Gabigol, que retorna à Inter de Milão, da Itália, após o término de seu empréstimo, no fim deste ano. No entanto, ele está longe de ser prioridade para reforçar o setor ofensivo. O clube paulista espera acertar com Vágner Love para 2019.

O Santos segue avaliando propostas por Bruno Henrique e alega que, além do Cruzeiro, outros clubes estão interessados no camisa 11. Em relação ao clube mineiro, a cúpula alvinegra não gostou da proposta financeira, pois o valor é o mesmo que o clube pagou para repatriar Bruno Henrique do Wolfsburg, da Alemanha, no início de 2017.

"Tem sete times interessados (Bruno Henrique). Ideia é manter o time e reforçar. Se bem que eu gosto de fazer leilão, fiz com Rodrygo e saiu de 10 milhões de euros e chegamos ao valor (45 milhões de euros, do Real Madrid)", disse o presidente José Carlos Peres em reunião no Conselho Deliberativo.

Procurados pelo UOL para comentar as informações, as assessorias de Santos e Cruzeiro não responderam aos contatos até o fechamento da reportagem. EM nota da última quarta-feira (20), o time celeste negou o valor de 20 milhões envolvido na conversa.

Bruno Henrique encara jejum de 17 jogos sem gols
Após se destacar no ano passado, quando foi até cogitado para a seleção brasileira, Bruno Henrique caiu de rendimento nesta temporada. Vale lembrar que ele sofreu uma grave lesão no olho direito, que o tirou dos gramados por três meses.

Em 2017, ele foi o artilheiro do Santos, com 18 gols em 53 jogos. Já nesta temporada, o camisa 11 marcou apenas dois gols em 34 partidas.

Bruno Henrique, aliás, amarga jejum de 17 jogos sem marcar gols. O último gol foi na vitória por 2 a 1 sobre o próprio Cruzeiro, em 15 de agosto, no Mineirão, pelo segundo jogo das quartas de final da Copa do Brasil. Ele, inclusive, foi um dos que perdeu pênalti nas cobranças de desempate.

Foto: Marcello Zambrana/AGIF (via UOL)

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa