publicidade
Carlos Sánchez defendeu a seleção uruguaia na Copa do Mundo da Rússia

Carlos Sánchez defendeu a seleção uruguaia na Copa do Mundo da Rússia

Samir Carvalho
Do UOL, em Santos (SP)

O Santos fez a sua última proposta ao volante Carlos Sánchez, que disputou a Copa do Mundo da Rússia pelo Uruguai e que tem vínculo com o Monterrey, do México, até o fim desta temporada. Os valores de salário e luvas, além do tempo de contrato, continuam sendo os empecilhos para um desfecho feliz por parte dos santistas.

Sánchez só aceita reduzir a sua pedida salarial se o Santos aumentar o tempo de contrato em sua proposta. O clube paulista ofereceu dois anos de acordo, mas o uruguaio "bate o pé" por três temporadas. A diretoria avalia que não cabe oferecer um vínculo maior por conta da idade do jogador, que tem 33 anos.

Depois de muitas propostas e contrapropostas, os valores "travaram" da seguinte forma: Sánchez pediu US$ 1,6 milhão (R$ 6,2 milhões) de salário por temporada, US$ 133 mil por mês (R$ 516 mil), enquanto o Santos oferece US$ 1,2 milhão (R$ 4,6 milhão) por ano, US$ 100 mil por mês (R$ 383 mil).

O Santos deu uma espécie de "xeque-mate" em Sánchez e aguarda uma resposta urgente sobre a última oferta. O UOL Esporte apurou que, para destravar o negócio, a diretoria santista enviou a proposta derradeira com US$ 100 mil (R$ 387 mil) de aumento. O clube paulista avisou que aceita pagar US$ 1,3 milhão (R$ 5 milhões) de salário por ano, US$ 108 mil por mês (R$ 416 mil), em contrato de duas temporadas.

Antes de negociar com Sánchez, a diretoria santista chegou a um acordo com o Monterrey para conseguir a liberação do meio-campista pelo pagamento de US$ 1 milhão (R$ 3,7 milhões). O contrato do uruguaio com o clube mexicano é válido até dezembro deste ano.

A diretoria santista abriu "outras conversas" por conta das dificuldades para concluir a contratação do uruguaio Carlos Sánchez. O nome de Claudio Yacob, volante argentino livre no mercado após ter contrato encerrado com o West Bromwich, da Inglaterra, último colocado e rebaixado no Campeonato Inglês, surgiu como opção.

No entanto, o volante que disputa a Copa do Mundo na Rússia pelo Uruguai é considerado a prioridade da diretoria santista para o setor. Isso porque o diretor executivo de futebol Ricardo Gomes e o técnico Jair Ventura acreditam que o uruguaio é o jogador ideal para suprir outra carência do elenco por seu perfil de liderança dentro de campo.

Foto: JOE KLAMAR/AFP (via UOL)

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa