publicidade
Com o empate frustrante no final, o Inter atual iguala o desempenho recorde

Com o empate frustrante no final, o Inter atual iguala o desempenho recorde

Do UOL, em Porto Alegre

O Internacional vencia até os 46 minutos do segundo tempo e quebrava recorde de pontuação na era dos pontos corridos, mas levou empate e se despede do Brasileirão 2018 com empate. Neste domingo (2), com time descaraterizado, o Colorado jogou pouco e ainda assim saiu na frente. Teve chances para ampliar e no final foi vazado: 1 a 1.

Jonatan Alvez abriu o placar e Jhony Lucas fez segundos antes do fim dos acréscimos.

A vitória parcial do Inter em Curitiba era histórica. O time de Odair Hellmann chegou a somar 71 pontos e, se confirmasse o triunfo, iria superar as campanhas de 2006 e 2014 no quesito pontuação. Em ambas temporadas sob o comando de Abel Braga.

Com o empate frustrante no final, o Inter atual iguala o desempenho recorde. Já o Paraná termina a passagem pela Série A com 23 pontos e sem vitória nas últimas cinco rodadas.

Quem foi bem: Nico López
Camisa 7 começou no banco de reservas, mas entrou e mudou o jogo. Com dose a mais de qualidade, o Inter conseguiu marcar e seguiu criando boas oportunidade para ampliar o placar. Nico López deu assistência para Jonatan Alvez marcar.

Quem foi mal: Wellington Silva
Meia-atacante saiu jogando e ficou longe do desempenho que rendeu status de décimo segundo jogador nas últimas semanas. Sem profundidade, Wellington Silva foi o primeiro a ser sacado na tentativa do Inter de mudar o jogo.

Inter sente ausência de titulares

O Internacional decidiu mandar a campo somente três titulares e escalou mais um por necessidade (Charles foi vetado pelos médicos e Edenilson entrou na equipe), mas sentiu o impacto das mudanças. O modelo de jogo foi afetado por erros individuais e falta de conjunto. Ainda assim, as melhores tentativas de gol do primeiro tempo foram do Colorado.

Paraná se esforça, mas produz pouco
A despedida da primeira divisão não foi sem vontade no time do Paraná. Mas apesar da transpiração, a equipe foi pouco criativa e criou quase nada. Felipe Augusto ainda protagonizou lance bizarro ao tentar chute de longe. A bola, com a conclusão tão errada, saiu pela lateral.

Segundo tempo tem mais chances
O segundo tempo já havia gerado mais chances, para os dois lados, mas precisou o Inter botar outro titular em campo para balançar a rede. Nico López entrou na vaga de Wellington Silva e em um dos primeiros lances, serviu Jonatan Alvez. O Colorado ainda criou outras chances, mas levou empate no fim.

Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa