publicidade
Juninho Capixaba e Jael, de pênalti, fizeram os gols do Grêmio

Juninho Capixaba e Jael, de pênalti, fizeram os gols do Grêmio

Jeremias Wernek
Do UOL, em Porto Alegre

O Grêmio viveu um sábado de reversão de expectativa para um lado e depois para o outro. O time gaúcho entrou em campo contra o Bahia com a chance de assumir o segundo lugar na tabela do Campeonato Brasileiro, mas com atuação pouco criativa chegou a levar 2 a 0. Nos minutos finais, a equipe de Renato Gaúcho buscou o 2 a 2 e evitou frustração maior.

Juninho Capixaba e Jael, de pênalti, fizeram os gols do Grêmio. Elber, duas vezes, converteu em favor do Bahia.

O empate deixa o Grêmio com 51 pontos, quinto colocado e cinco pontos atrás do Palmeiras, ponteiro do campeonato. A vitória, pelos critérios, transformaria o time de Renato Portaluppi em vice-líder. Já o Bahia soma 31 pontos e pula uma posição na tabela, ocupando agora o 14 lugar na tabela.

Na próxima rodada, o Grêmio visita o Palmeiras no domingo, às 16h (Brasília). Já o Bahia recebe o Paraná no sábado, às 21h.

Bahia muda o jogo no início
O Bahia lançou mão de uma jogada ensaiada para mudar o jogo logo com três minutos. A cobrança longa de Léo encontrou Nilton na grande área, o volante venceu duelo aéreo com Geromel e desviou para o fundo do campo. Na corrida, Elber apareceu para concluir. Além do mérito da equipe visitante, o gol contou com desatenção do Grêmio.

Grêmio faz primeiro tempo afobado
A surpresa com o lance ensaiado do Bahia fez o Grêmio buscar o empate, mas o time da casa deu toda pinta de ter trocado a velocidade pela pressa. Afobado, o Grêmio em vários momentos simplificou demais e empilhou cruzamentos ou cavadinhas na frente da área.

As duas melhores chances do time gaúcho na etapa inicial vieram em cobrança de falta com cabeceio de Cícero. Na primeira, desvio para fora. Na segunda, gol anulado por conta de posição irregular bem assinalada pela arbitragem.

Everton e Grohe sentem e saem mais cedo
Para deixar o quadro mais difícil, o Grêmio perdeu seu principal jogador na temporada antes do intervalo. Everton, autor de 18 gols no ano, sentiu problema muscular na coxa direita e deu lugar a Marinho. Antes do problema, o camisa 11 chegou a inverter o lado com Alisson para produzir algo e conseguiu pouco para a própria média. No intervalo, Marcelo Grohe foi sacado também em virtude de dores musculares e Paulo Victor entrou.

Jackson é expulso, mas quem faz é o Bahia
Aos 10 minutos do segundo tempo, Jackson recebeu segundo amarelo por carrinho em Juninho Capixaba. A expulsão fez o Grêmio se jogar mais para frente ainda e o Bahia agradeceu. Com espaços, o time de Enderson Moreira marcou o segundo gol. A partir dali, os donos da casa entraram quase em modo desespero. André no lugar de Maicon e chutes pretensiosos sem risco real ao gol de Douglas.

Grêmio reage no final
A insistência do Grêmio furou a defesa do Bahia. Juninho Capixaba deu contraveneno e infiltrou às costas de Nino Paraíba para descontar. Logo depois, Marinho foi puxado por Léo e caiu na área. O pênalti marcado foi convertido por Jael, aos 41 minutos do segundo tempo.

Foto: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA (via UOL)

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa