publicidade
O ex-piloto não conseguiu patrocínios para viabilizar a temporada de 2011

O ex-piloto não conseguiu patrocínios para viabilizar a temporada de 2011

O ex-piloto Gil de Ferran, que em 2010 comandou a equipe De Ferran Dragon na Fórmula Indy em parceria com mais dois sócios (Jay Penske e Stephen J. Luczo), anunciou na última quinta-feira (24) que não participará do Mundial de 2011.
A falta de patrocínios inviabilizou o projeto da equipe, que chegou a anunciar em dezembro passado o piloto Tony Kanaan para guiar seu único carro em 2011, mas também nesta semana o próprio Tony afirmou que não participaria do campeonato por não ter conseguido verba necessária para a temporada.
Na verdade, Tony Kanaan era uma das possibilidades que a equipe tinha para atrair patrocinadores, mas o montante conseguido pelo piloto não foi o suficiente.
"Nós trabalhamos duro para financiar esse projeto e tentamos de tudo, mas não conseguimos levantar os recursos necessários. É uma pena, porque mantivemos a nossa equipe completa durante todo o inverno e estávamos confiantes de que teríamos uma boa temporada em 2011", lamentou Gil de Ferran.
Em 2010 a equipe contou com o piloto brasileiro Rafael Matos, que obteve como melhores classificações dois quartos lugares, no Brasil e em Watikins Glen, e terminou a temporada em 14º lugar, com 290 pontos.

Foto: Marcos Júnior/Portal TT
Clique abaixo, no logo Bella Macchina, e veja mais informações de automobilismo

Marcos Júnior no Twitter:

@MarcosJuniorMic

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa