publicidade
Lucas Lima com Neymar pai, assinando contrato de gerenciamento de carreira. Foto: Divulgação

Lucas Lima com Neymar pai, assinando contrato de gerenciamento de carreira. Foto: Divulgação

Agente de Lucas Lima até o final de seu contrato contra o Santos, Edson Khodor enviou uma notificação ao jogador e a Neymar da Silva Santos, que cuida da gestão de imagem do meia. Excluído das negociações com o Palmeiras, o empresário cobra acesso a todos os contratos, pagamentos e comissões, alega ter valores a receber e acusa a N&N, empresa de Neymar pai, de negociar e receber comissão sem o seu conhecimento e autorização.

Khodor começou a representar Lucas Lima em 2014. Em 2016, a empresa de Neymar pai passou a gerir também a imagem do meia. No ano seguinte, Khodor trouxe uma oferta do futebol chinês, mas ela foi recusada. Em 31 de dezembro de 2017, Lucas encerrou seu contrato com o Santos e assinou com o Palmeiras, em negociação conduzida por Neymar pai e alvo da briga. Em setembro deste ano, o agente enviou uma notificação ao atleta e à N&N cobrando os valores e contratos.

Lucas Lima se defende, e acionou Khodor na Justiça para reconhecer a inexistência de vínculo. O advogado do meia no processo é Gustavo Xisto, que é um dos braços direitos de Neymar pai na N&N. O argumento é de que o contrato de representação entre Lucas e Khodor deixou de ter validade quando o jogador encerrou seu vínculo com o Santos.

Agente próximo de Neymar pai e Alexandre Mattos participou do negócio, a pedido do Palmeiras

UOL Esporte teve acesso à notificação enviada por Khodor e a diversos documentos envolvendo a transação. Além de Neymar pai, também participou da transação o empresário André Cury, na condição de representante designado pelo Palmeiras. Cury representa os interesses do Barcelona no Brasil, é amigo pessoal do pai do camisa 10 da seleção brasileira e tem boa relação com o diretor de futebol alviverde Alexandre Mattos.

Documentos obtidos pela reportagem e apresentados em juízo por Lucas e N&N consultoria afirmam que Cury entrou nas negociações a pedido do Palmeiras, para representar o clube. Um deles é uma declaração de intermediário, na qual consta o recebimento de comissão por Neymar da Silva Santos, no valor de R$ 3.865.500,00. A Link Assessoria, empresa de Cury, consta como parte no documento, assinado por Lucas Lima, Neymar Pai e Alexandre Mattos.

 

Reprodução

 

Influente no Brasil e no exterior, André Cury tem trânsito na maioria dos clubes brasileiros, e mantém boa relação com Mattos. No Palmeiras, o agente participou da contratação de Deyverson, mesmo sem ser empresário do atacante, e da venda de Yerri Mina. Dudu assinou com Cury em fevereiro deste ano, depois de romper com a OTB Sports, que gerenciava sua carreira.

Quando Mattos ainda dirigia o Cruzeiro, Cury indicou nomes como Arrascaeta, Felipe Seymour, Fabiano (que viria a se transferir para o Palmeiras) e Mena. Procurado pela reportagem, o dirigente preferiu não comentar o imbróglio entre empresários envolvendo Lucas Lima.

Gustavo Xisto, advogado de Lucas Lima e da N&N, enviou comunicado ao UOL Esporte. "A Khodor Soccer realmente notificou o Atleta Lucas Lima para ter acesso aos contratos firmados com o Palmeiras, tendo em vista que não os possui, justamente porque não participou de nenhuma fase das negociações e concretização do atual vínculo", diz o texto. "Além de acesso aos documentos a Khodor exigiu do Atleta o pagamento de comissões pelos recebimentos do Palmeiras. Hoje, contudo, o atleta está finalmente livre de agentes, empresários, e investidores. Possui relação direta com o clube. Por entender, portanto, que cumpriu integralmente o contrato com a Khodor Soccer e que não houve prestação de serviços no caso específico, o atleta, em decisão tomada junto com a sua família, foi quem promoveu a ação para obter do Poder Judiciário o reconhecimento da ausência dessa obrigação".

A discussão, portanto, foi judicializada, não conta com a participação da NN Consultoria, tampouco dos agentes citados, e o atleta aguarda o desfecho positivo.

Edson Khodor confirmou à reportagem que enviou a notificação e que "restam algumas pendências" em relação a Lucas Lima, mas preferiu não entrar em detalhes. O empresário também move ação contra o Santos para receber premiações relacionadas à imagem do meia durante sua passagem pela Baixada. Neste outro processo, Lucas, com assessoria da N&N, pediu que o alvinegro não pague nada a Khodor.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    71
  • 2 Fla
    66
  • 3 Int
    65
  • 4 Grê
    62
  • 5 São
    62
  • Veja tabela completa