publicidade
Com o empate, o Corinthians soma 44 pontos no Brasileirão e ocupa a 12ª posição

Com o empate, o Corinthians soma 44 pontos no Brasileirão e ocupa a 12ª posição

Diego Salgado
Do UOL, em São Paulo

O Corinthians conseguiu enfim escapar de vez do rebaixamento no Brasileirão. Não foi do jeito que os 36 mil torcedores presentes à Arena Corintihians queriam. O time alvinegro empatou sem gols com a Chapecoense em jogo marcado pelas despedidas de Danilo e Emerson Sheik do estádio corintiano.

Os ídolos corintianos começaram no banco de reservas e entraram em campo no segundo tempo. Primeiro, Danilo, que tinha sido titular nos últimos cinco jogos. Na reta final da partida, foi a vez de Sheik atuar por alguns minutos. Ao fim do jiogo, ambos os jogadores foram homenageados no gramado, com direito a taças no campo e menção no telão da Arena.

Com o empate, o Corinthians soma 44 pontos no Brasileirão e ocupa a 12ª posição. O time do técnico Jair Ventura só pode ser ultrapassado por mais quatro times até o fim do campeonato - no pior cenário, terminaria em 16º lugar (isso porque Ceará e Vasco se enfrentam na última rodada).

O Corinthians volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Grêmio em Porto Alegre, na despedida do Brasileirão 2018. Já a Chapecoense recebe o São Paulo na Arena Conda, no mesmo dia.

O melhor: Thiaguinho
O volante corintiano, que ganhou a vaga de Douglas mais uma vez, destacou-se em uma partida quase sem destaques individuais. Thiaguinho foi o jogador mais lúcido do meio-campo corintiano. Incansável, o jogador até arriscou toques em profundidade durante a partida.

O pior: Romero
De volta ao time do Corinthians, o atacante paraguaio acabou prejudicado pelo modo que foi escalado. Isolado no comando do ataque, Romero pouco participou do jogo. Quando teve a bola, enrolou-se e não conseguiu dar prosseguimento às jogadas. Deu lugar a Danilo aos 19 minutos do segundo tempo.

Jair opta por Romero na vaga de Danilo

Mesmo com as despedidas de Sheik e Danilo da Arena Corinthians, o técnico Jair Ventura optou pela entrada de Romero no time na vaga do meia. O paraguaio ficou fora de duas partidas para defender a seleção paraguaia. Já Danilo tinha sido titular nos últimos cinco jogos.

Danilo entrou em campo aos 19 minutos do segundo tempo, na vaga de Romero. O atacante e herói da conquista da Libertadores 2012, por sua vez, atuou a partir dis 33 da etapa final, na vaga de Mateus Vital. Sheik recebeu o terceiro cartão amarelo logo em seguida e está fora da partida contra o Grêmio. Danilo tem chances de atuar contra o time gaúcho.

Torcida grita os nomes dos ídolos antes do jogo
Poucos minutos depois de o placar anunciar a escalação sem Danilo, a torcida do Corinthians iniciou as homenagens aos ídolos. Primeiro, os torcedores gritaram o nome de Danilo. Em seguida, saudaram Sheik. No banco, os dois agradeceram.

Corinthians chega aos três minutos
O jogo em Itaquera começou a todo vapor, com o Corinthians no ataque. A postura possibilitou ao time finalizar pela primeira vez aos três minutos. No lance, o lateral esquerdo Carlos Augusto cruzou para Mateus Vital, que bateu cruzado para o gol. Jandrei, bem colocado, fez a defesa. A Chapecoense respondeu em seguida, em chute de Wellington Paulista. Cássio, porém, fez a defesa emm dois tempos.

Jogo morno e chance após bola parada
Depois dos dois lances de perigo, a partida ficou monótona, com muita marcação no meio-campo e pouca criatividade para furar os bloqueios à frente da área. Restou, então, a bola parada. Aos 23, Jadson conseguiu finalizar, mas foi bloqueado. Na cobrança, Henrique quase abriu o placar após um bate-rebate na área.

Chape responde. Também pelo alto
As dificuldades do Corinthians em jogadas aéreas ficou novamente evidente em dois lances de ataque da Chapecoense. Aos 30 minutos, Wellington Paulista cabeceou e Cássio fez a defesa no meio do gol. Na reta final da primeira etapa, Leandro Pereira subiu sozinho e mandou a bola rente à trave. A falha da defesa rendeu uma bronca de Cássio.

Quase um gol de placa na Arena
Logo depois da entrada de Danilo, o Corinthians quase conseguiu marcar um gol de placa em Itaquera. Depois de troca de passes na entrada da área, Jadson lançou Mateus Vital na área. O meia cruzou e Pedrinho emendou de bicicleta. A bola passou muito perto da trave.

Time catarinense vai ao ataque
Bem perto da zona de rebaixamento e à caça de pontos para respirar na tabela, a Chapecoense foi ao ataque no começo do segundo tempo. O time catarinense chegou três vezes em nove minutos. Primeiro, com Leandro Pereira, em conclusão na área que saiu pelo alto. Depois, em cabeçada do atacante bem perto da linha de fundo. Wellington Paulista também arriscou em chute colocado que passou por cima da meta.

Ídolos ao lado das taças

Danilo e Sheik não começaram jogando, mas receberam homenagens antes mesmo de a bola rolar em Itaquera. Os jogadores posaram ao lado das taças conquistadas com a camisa corintiana. O meio-campista soma oito títulos, contra sete do atacante. No fim do jogo, os troféus foram levados ao gramado da Arena Corinthians.

Foto: Marcello Zambrana/AGIF (via UOL)

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa