publicidade
O paulistano, que estreou em 2011 na Stock, está de volta à Vogel Motorsport. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

O paulistano, que estreou em 2011 na Stock, está de volta à Vogel Motorsport. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

O paulistano Tuka Rocha, que estreou na Stock Car em 2011 pela mesma equipe que está agora, a Vogel Motorsport, falou com exclusividade ao Bella Macchina do Portal Terceiro Tempo durante o último fim de semana, que marcou a abertura da temporada da categoria, a Corrida de Duplas.

Tuka, que pratica esportes, incluindo o desafiador Ironman, prova que repetirá em maio, em Florianópolis, destacou a importância que é estar bem condicionado física e mentalmente para encarar uma temporada no automobilismo.

"Eu acho que se preparando fisicamente melhor a gente fica mais tranquilo, mais em forma para estar aqui e além de toda a preparação física para guiar um carro, que é um final estressante e eu sou fã de esporte, já fiz corrida de montanha, já fiz um Ironman e vou fazer outro em 28 de maio, que acho que é a mais longa prova de endurance, em Florianópolis, são 3,8 quilômetros nadando, 180 quilômetros pedalando e 42 quilômetros de corrida, que é a minha especialidade. São dez horas de prova, então eu estou me preparando tanto que aqui (como piloto) fica fácil, e acho que todo piloto precisa ter uma preparação, não apenas física, mas psicológica e mental, então precisamos cuidar muito bem do nosso instrumento de trabalho que é o nosso corpo", avaliou o piloto.

Tuka Rocha, que está com 35 anos, dividiu seu carro na Corrida de Duplas do último sábado (10) com o mineiro Rafa Matos, e eles enfrentaram problemas de potência, cruzando a linha de chegada do traçado paulistano de 4.309 metros na 19ª posição. A prova foi vencida pelo duo da Eurofarma RC, formado pelo atual campeão Daniel Serra e o brasileiro radicado no Japão João Paulo de Oliveira. Clique aqui e veja como foi.

O piloto também falou sobre temas relativos à Stock, entre eles o seu retorno à equipe de Mauro Vogel, o desejo de voltar a correr em circuitos urbanos (ele venceu em 2015 pela Stock na cidade de Ribeirão Preto), seu trabalho à frente da Escola Oficial do Instituto Ayrton Senna (que leva o nome Senninha) e até sua paixão pelo Flamengo, que aconteceu quando ele defendeu as cores do clube carioca na Fórmula Superliga, em 2008.

SOBRE O RETORNO À VOGEL MOTORSPORT

Foi bacana essa minha volta, agora eu estou com bem mais experiência, claro que a Corrida de Duplas é um pouco atípica, quatro pilotos querendo falar com ele, mas na próxima corrida (Curitiba, em 8 de abril) nós vamos voltar ao ritmo normal e vamos trabalhar bem e com certeza vamos ter um bom ano.

De volta à Vogel Motorsport, Tuka Rocha dividiu o #25 com o mineiro Rafa Matos na Corrida de Duplas, em Interlagos. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

CORRIDAS DA STOCK FORA DO BRASIL? 

É legal (em 2017 a Stock retornou à Buenos Aires, após dez anos), mas para falar a verdade o nosso público está no Brasil, é onde nossos patrocinadores estão, que é o que paga a conta e move a Stock Car, então eu acho que a gente tem que focar no Brasil, e tomara que a gente corra mais em São Paulo, que é uma cidade onde estão a maioria dos patrocinadores e isso é o mais importante pra nós.

CIRCUITOS DE RUA

Seria algo excepcional para a categoria, é uma corrida diferente, é boa para a tevê, para o público e quanto mais corridas de rua, em cidades diferentes que não tenham autódromo e possam receber a Stock Car seria muito legal, Sobre escolher alguma cidade eu sou até suspeito, porque minha vitória foi em Ribeirão Preto (risos), acho que seria uma cidade legal para voltar e eu sempre me dei bem em pistas de rua, vale uma guiada agressiva e também sai daquele costume que as equipes já tem, do setup do carro, pra tal pista, então seria uma incógnita e o público gosta. O Rodrigo (Mathias, diretor-geral da Vicar), eu conheço ele bem, está trabalhando para o público e isso é o certo, que é quem move a categoria e pista de rua eu sou 100% a favor.

Tuka Rocha (á direita), com o piloto Thiago Camilo durante a festa de lançamento da temporada da Stock Car, na última sexta-feira (9), no Teatro Santander, na zona sul da capital paulista. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

TRABALHO COM O INSTITUTO AYRTON SENNA

Eu estou com a Escola Oficial do Instituto Ayrton Senna, que leva o nome do Senninha e a gente vai começar agora no Kartódromo da Aldeia da Serra, já faz dois anos, já formamos mais de 300 pilotos, muitos meninos que estão correndo no kart e eu estou muito feliz com tudo o que está acontecendo, dentro e fora da pista e este ano vai ser super bom.

UMA VEZ FLAMENGO, SEMPRE FLAMENGO...

Eu corri na Fórmula Super Liga que era de times de futebol e o meu carro era o do Flamengo e virou o meu time de coração. Eu acho que depois que você representa um clube dessa grandeza não tem como não se tornar torcedor.

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL BELLA MACCHINA DO YOUTUBE

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

COLUNAS: CLIQUE AQUI E ACESSE OS TEXTOS DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI NO PORTAL TERCEIRO TEMPO

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    67
  • 2 Int
    62
  • 3 Fla
    60
  • 4 Grê
    58
  • 5 São
    58
  • Veja tabela completa