publicidade

O piloto da Eurofarma RC, com o filho caçula, Felipe. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

O paulista Daniel Serra (Eurofarma RC), de 34 anos, é o novo bicampeão (consecutivo) da Stock Car, após um corrida sem sustos que o fez terminar em quarto lugar neste domingo (9), em Interlagos, palco da última etapa da categoria em 2018. O paranaense Ricardo Zonta, que largou na pole, teve uma atuação impecável com o carro #10 da Shell V-Power e levantou o troféu da vitória.

Felipe Fraga, da Cimed Chevrolet Racing, tinha uma missão muito difícil para tentar aquele que também seria seu bicampeonato, não consecutivo (ele foi campeão em 2016). Partindo do 18º lugar, Fraga fez aquilo que foi possível durante os 40 minutos e mais uma volta da corrida e recebeu a bandeira quadriculada na quinta colocação, exatamente uma atrás de Serra. Rubens Barrichello (Full Time Sports), fez uma grande prova a partir do 23º lugar no grid para fechar o top-6. O estreante Gaetano di Mauro (Hero Motorsport II) foi um dos destaques da prova, terminando em décimo lugar.

Aliás, mesmo que tivesse vencido a prova, Fraga não conseguiria o título, pois o quarto lugar de Serra era a posição limite para seu triunfo no campeonato, que terminou com Serra chegando aos 338 pontos e Fraga alcançando 310.

Assim como Zonta, Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing), foi outro com uma atuação consistente. Ele terminou exatamente da posição em que alinhou seu carro #4, em segundo lugar. Gabriel Casagrande, que fez sua última corrida pela Vogel Motorsport (ele estará na Cimed em 2019), completou o pódio paulistano, em terceiro lugar.

A PROVA

Na largada, Zonta sustentou-se à frente com Campos em segundo, enquanto Cacá Bueno e Casagrande superam Serra, que caiu para quinto. Fraga, que largou em 18º, ganhou duas posições na primeira volta, subindo para 16º.

Disputa franca pela liderança da prova na volta 3, mas Zonta conseguiu resistir ao ímpeto de Campos, indicando que a vitória poderia ser definida em favor de quem lidasse melhor com os botões de ultrapassagem.

Nas duas voltas seguintes, Campos e Zonta revezaram-se na liderança e Serra permaneceu em quinto, seguido por Ricardo Mauricio. Fraga seguia no meio do pelotão, em 16º, atrás de Bia Figueiredo.

Problema com Cacá Bueno na volta 6. O pentacampeão perdeu ritmo e abandono a prova na volta 7. Cacá queixou-se de um toque de Casagrande que fez a carenagem ficar tocando no pneu.

Após as primeiras paradas para troca de pneus, mudanças significativas de posições, com Átila Abreu e Ricardo Zonta fazendo dobradinha para a Shell V-Power, com Daniel Serra em oitavo e Felipe Fraga em 12º. Em seguida eles subiram para quinto e décimo lugares, respectivamente. Isso, na volta 17.

Os seis primeiros na abertura da volta 18, restando nove minutos para o final: Zonta, Campos, Casagrande, Mauricio, Serra e Pizzonia.Gaetano di Mauro, estreante, em um ótimo sétimo lugar e Fraga em décimo.

Nas voltas finais, preservando o equipamento e evitando qualquer risco, Serra conduziu o carro #29 da Eurofarma ao quarto lugar, inclusive trocando de posição com Felipe Fraga, que chegou a superá-lo mas terminou mesmo na quinta colocação.

À frente do campeão e do vice da temporada, Zonta recebeu a bandeira quadriculada antes de todos, seguido de Campos e Casagrande.

O  BICAMPEÃO DA STOCK

Daniel Serra é filho do tricampeão Chico Serra, que conquistou seus triunfos de forma consecutiva (1999, 2000 e 2001), tendo vencido 33 corridas e feito 24 poles. 

No ano passado, Daniel havia repetido o feito de Marcos Gomes, campeão em 2015, que também é filho de um grande campeão da Stock Car, Paulo Gomes, que conquistou quatro títulos na categoria:  em 1979, 1983, 1985 e 1995.

Temporada de Daniel Serra foi coroada com mais um título na Stock. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

A comemoração do bicampeão Daniel Serra, logo após deixar seu carro. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

 

Daniel Serra comemora com sua esposa Rafaela e os dois filhos, Lucas e Felipe, o bicampeonato da Stock Car. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Cinco títulos na Stock: o bicampeão Daniel Serra ao lado do pai, o tricampeão Chico Serra. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Daniel Serra teve uma temporada consistente para vencer seu segundo título na Stock. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Ricardo Zonta comemora a vitória na etapa final do campeonato com sua equipe, a Shell V-Power. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Julio Campos terminou em segundo. Daniel Serra, o bicampeão, foi o quarto. Ricardo Zonta foi o pole e venceu a prova. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Rosinei Campos, o Meinha, chefe da Eurofarma RC, título em dobro, por Serra e pela equipe. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Hora da festa nos boxes da Eurofarma RC, logo que Serra chegou. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Rafaela, esposa de Daniel, nos boxes da Eurofarma RC. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Daniel e o filho caçula, Felipe. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Na pista, Serra garantiu o bicampeonato terminando em quarto lugar a prova de Interlagos, última do campeonato. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

CLASSIFICAÇÃO COMPLETA DO CAMPEONATO DE PILOTOS

1. Daniel Serra, 338 pontos
2. Felipe Fraga, 310
3. Julio Campos, 252
4. Rubens Barrichello, 242
5. Max Wilson, 210
6. Átila Abreu, 208
7. Marcos Gomes, 202
8. Ricardo Zonta, 184
9. Cacá Bueno, 172
10. Gabriel Casagrande, 155
11. Thiago Camilo, 134
12. Lucas di Grassi, 127
13. Cesar Ramos, 74
14. Diego Nunes, 66
15. Nelson Piquet Jr., 65
16. Rafael Suzuki, 61
17. Allam Khodair, 61
18. Ricardo Maurício, 54
19. Lucas Foresti, 49
20. Felipe Lapenna, 46
21. Antonio Pizzonia, 44
22. Vitor Genz, 43
23. Denis Navarro, 23
24. Bia Figueiredo, 21
25. Guga Lima, 17
26. Bruno Baptista, 16
27. Gaetano di Mauro, 14
28. Valdeno Brito, 13
29. Esteban Guerrieri, 13
30. Sérgio Jimenez, 10

CLASSIFICAÇÃO FINAL DO CAMPEONATO DE EQUIPES

1. Eurofarma RC, 548 pontos
2. Cimed Chevrolet Racing, 482
3. Shell V-Power, 392
4. Prati-Donaduzzi Racing, 296
5. Full Time Sports, 296
6. Cimed Chevrolet Racing Team, 251
7. Vogel Motorsport, 179
8. Ipiranga Racing, 155
9. Hero Motorsport, 153
10. Blau Motorsport, 134
11. Full Time Bassani, 131
12. Bardahl Hot Car, 65
13. Eisenbahn Racing Team, 56
14. Cavaleiro Contuflex, 46
15. Cavaleiro Sports, 27
16. Hero Motorsport II, 17
17. Squadra G Force, 10

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

Compartilhe:

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa