publicidade
D´Alessandro projeta 2019 no Internacional e diz não pensar na aposentadoria

D´Alessandro projeta 2019 no Internacional e diz não pensar na aposentadoria

Marinho Saldanha
Do UOL, em Porto Alegre

Durante este ano, D´Alessandro nunca havia sido definitivo sobre 2019. Dizia que depois da temporada, conversaria com a direção do Inter, avaliaria o ano. Mas nesta quarta-feira (28) foi. Prometeu cumprir seu contrato e não deu detalhes sobre uma eventual aposentadoria após o vínculo.

"Eu tenho contrato até 2019 e acho que eu mereço, não é? Sinto que eu mereço fazer parte do ano que vem. Eu tenho vontade de fazer parte, tenho contrato", disse.

D´Ale, em outro momento, citou o quadro político do clube como um dos fatores que o faria pensar. O Inter tem eleição presidencial marcada para 8 de dezembro.

"Eu falei das eleições porque tem eleição e temos que falar. O que vai acontecer... Me preocupo com o clube. Então, não tem nada a ver com o meu contrato mas é uma situação que o clube vai viver, os sócios vão escolher o presidente e temos que ficar ligados, porque fazemos parte do clube, temos que gostar e nos interessar pelo que acontece aqui. Mas meu plano é fazer parte do grupo no ano que vem. Se não acontecer nada estranho, estarei aqui e cumprirei meu contrato até o fim do ano", sentenciou.

D´Alessandro faz 38 anos em abril, e ainda não pensa em aposentadoria. Segundo ele, imaginar o tema será algo bastante complicado e o planejamento é postergado sempre que possível.

"Então, eu não penso ainda em parar, me aposentar. Não tenho ideia. Para mim, pessoalmente, vai ser muito difícil parar. Eu acho que vai ser muito difícil me preparar e ter um tempo para pensar antes. Eu acho que minha decisão vai ser de um dia para o outro. É complicado quando você tem um trabalho, e o jogador tem várias vidas... A vida de atleta, a pessoal, e depois a que vem depois de ser atletas. Paramos muito cedo e temos toda uma vida por percorrer ainda. Vai ser muito difícil eu anunciar para minha família quando me aposente, para minha mãe e meu pai. É uma coisa que eles fizeram muito para eu ser atleta, um suporte, os esforços que fizeram. Vai ser uma notícia triste. Chegar ao final de uma carreira que se preparou tanto e deixou tanta coisa de lado. Vai ser complicado. Imagino alguma coisa, mas não tenho ideia certa de como e quando vai acontecer", explicou.

O Inter encara o Paraná no próximo domingo. Na última rodada do Brasileiro, pode bater o recorde de pontos do clube na história do Brasileiro com 20 clubes em pontos corridos.

Foto: Ricardo Duarte/Inter

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa