publicidade

Boselli tem nova chance como titular às vésperas de decisão na Copa Sul-Americana

Arthur Sandes
Do UOL, em São Paulo

O Corinthians entra em campo contra o Novorizontino às 17 horas (de Brasília) deste domingo (10) em jogo válido pelo Campeonato Paulista, mas é inegável a divisão das atenções com a Copa Sul-Americana do meio de semana. Não à toa Fábio Carille preferiu poupar alguns titulares e montou time misto para o duelo no Estadual, incluindo dupla de ataque formada por Vagner Love e Mauro Boselli.

É a primeira vez que os dois atuam juntos em um jogo oficial. Eles só fizeram dupla em um jogo-treino, no qual Love ensaiou a função que viria a exercer em sua estreia. A expectativa é que ele combine com Boselli como fez com Gustavo contra o Ferroviário: posicionado como segundo atacante, saindo da esquerda para o meio e se aproximando do centroavante.

Boselli ganha sua segunda oportunidade como titular do Corinthians. Na primeira, foi vítima da lentidão do setor de criação e pouco pegou na bola contra a Ponte Preta. Reserva de Gustavo, ele viu Carille defender seu concorrente nesta semana. "Enquanto não me mostrarem o contrário, [Gustavo] é o titular", disse o técnico em entrevista coletiva. "Boselli vem de um futebol de intensidade baixa no México. Precisa entender melhor o nosso futebol; e vai entender porque está treinando bem e é dedicado", completou na ocasião.

O argentino tenta mostrar serviço para não ficar muito atrás na disputa pelo comando do ataque. Gustavo entrou em campo em todas as seis partidas até aqui, sendo autor de quatro dos seis gols marcados pelo Corinthians em 2019; Boselli está zerado e tem só 112 minutos em campo. Agora com Love, o camisa 17 precisa mostrar a que veio.

Do ataque para trás, Carille muda bastante coisa no Corinthians. O técnico diz não poupar os titulares, mas mexe em metade da equipe para "rodar o elenco" e conhecer bem as peças que tem. Só Cássio, Fagner e Ramiro são mantidos, assim como Danilo Avelar, que não pode pegar o Racing (ARG) na Copa Sul-Americana porque cumpre suspensão.

As mudanças começam na dupla de zaga: Henrique e Manoel saem para Marllon e Pedro Henrique formarem o miolo da defesa. Pouco à frente, quem herda a vaga de Ralf é Gabriel, que faz sua estreia na temporada após se recuperar de lesão. Araos, Ramiro e Mateus Vital o acompanham no meio-campo.

As possibilidades táticas mais prováveis são duas: um losango no meio, como o time reserva foi montado contra a Ponte Preta, há duas semanas; ou uma linha de quatro criadores, com Love pela esquerda. A formação depende bastante do posicionamento de Ramiro, que pode jogar por dentro ou pela direita.

No estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte-SP, o duelo vale pela sexta rodada do Paulistão. O time da casa faz boa campanha, tendo oito pontos na segunda posição do grupo B - dois atrás do Palmeiras. Já o Corinthians acumula sete pontos no terceiro lugar da chave C.

Retrospecto

Este é apenas o quarto confronto entre Corinthians e Grêmio Novorizontino, que foi fundado em 2010 para preencher a lacuna deixada após o fechamento do Grêmio Esportivo Novorizontino anos antes. O time do interior é o caçula do Campeonato Paulista e, desde que subiu à elite, sofreu três derrotas para o Alvinegro: 3 a 0 em 2016; 1 a 0 em 2017; e novo 1 a 0 na temporada passada, quando Pedro Henrique garantiu o triunfo corintiano com um gol de cabeça.

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa