publicidade
Mateus Gonçalves e Cláudio Winck marcaram para o Sport e Fabrício para o Vasco

Mateus Gonçalves e Cláudio Winck marcaram para o Sport e Fabrício para o Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro

Não foi dessa vez que o Vasco conseguiu desgarrar na zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O Cruzmaltino foi derrotado pelo Sport de seu ex-técnico Milton Mendes neste sábado, na Ilha do Retiro (PE), por 2 a 1 – gols de Mateus Gonçalves (SPO), Cláudio Winck (SPO) e Fabrício (VAS) – e voltou a ficar ameaçado pelo grupo perigoso. Os pernambucanos, por sua vez, mantiveram a chama da esperança acesa.

Com o resultado, o time de São Januário se manteve com 34 pontos. O Rubro-Negro foi a 31. Neste domingo, Ceará e Chapecoense, que também têm 31 e abrem a zona da degola, entram em campo.

Faltando oito rodadas para o término da competição, o Vasco recebe na próxima sexta-feira o Internacional em casa. O Sport, por sua vez, visita o Grêmio, no sábado, em Porto Alegre (RS).

Jogo eletrizante
Sport e Vasco fizeram uma partida eletrizante na Ilha do Retiro (PE). O jogo foi movimentado e com muitas chances de gol, principalmente pelo lado dos pernambucanos, que estavam mais efetivos no ataque. No cruzmaltino, Maxi López se encontrava isolado, mas nas vezes em que a bola chegou, ele deu trabalho. O time da casa acabou se aproveitando dos velhos erros defensivos dos vascaínos.

No travessão!
Aos 16 minutos do primeiro tempo, Mateus Gonçalves cruzou da esquerda e Michel Alves cabeceou. A bola bateu caprichosamente no travessão.

Golaço do Sport!
Após uma bela arrancada de Sander pela esquerda, Mateus Gonçalves recebeu, cortou para o meio e deu um lindo chute colocado para abrir o placar para o Sport aos 24 minutos do primeio tempo.

Fabricio, com categoria, empata
Aos 38, o meia Fabricio, que tem sido criticado pela torcida, invadiu a área, teve calma para driblar o goleiro e, de direita, empurrou para o fundo do gol, empatando a partida para o Vasco.

Pikachu é substituído e se irrita
Artilheiro da equipe na temporada, o lateral/meia Yago Pikachu sofreu uma pancada na cabeça aos 13 minutos do primeiro tempo, teve uma rápida perda de consciência e foi forçado pelo médico vascaíno Carlos Fontes a ser substituído. A decisão do profissional revoltou o jogador, que queria retornar, mas foi impedido.

Sport marca após insistência
Aos 22 minutos do segundo tempo, Mateus Gonçalves fez boa jogada em cima de Rafael Galhardo e chutou meio sem ângulo. O goleiro Fernando Miguel deu rebote e a bola voltou para Gonçalves, que cruzou na cabeça de Cláudio Winck para fazer o Sport novamente ficar à frente do placar.

Gol foi impedimento ou não?
Aos 33 minutos do segundo tempo, Andrigo recebeu cruzamento da direita, a zaga do Vasco parou, ele dominou, girou e fez o gol. Inicialmente, o árbitro havia validado o lance, mas um dos assistentes acusou impedimento após reclamação dos vascaínos.

Sport desperdiça pênalti
Aos 46 da etapa final, Gabriel recebeu livre e chutou na trave, mas no momento do toque, levou um carrinho de Giovanni Augusto e o árbitro deu pênalti. Na cobrança, o mesmo Gabriel bateu e Fernando Miguel defendeu para o Vasco.

Mais polêmica
Ainda nos acréscimos, Giovanni Augusto tentou invadir a área pela direita e foi tocado. Os jogadores do Vasco reclamaram muito de pênalti, mas a arbitragem não deu.

"Pênalti claro. O jogador do Sport estava de frente para o gol e não me viu. Acabou me acertando, tanto que a bola não foi para frente, e sim para o lado. Pênalti claro. Tem um cara perto do lance que não vê, fica difícil", disse ao Sportv.

Fabrício dá volta por cima
Após viver fortes emoções no último domingo ao ser vaiado e depois aplaudido quando deu uma assistência para gol, Fabrício voltou a se superar ao fazer um gol e realizar uma boa partida neste sábado.

O melhor - Maxi López
Ícone do Vasco, o atacante Maxi López novamente foi o destaque da equipe. Desta vez nem participando tanto, mas quando foi acionado, demonstrou sua habitual visão de jogo.

O pior - Rafael Galhardo
O lateral do Vasco cedeu muitos espaços que geraram jogadas de perigo para a equipe do Sport.

Milton Mendes substitui bem
O técnico do Sport, Milton Mendes, foi bem ao sacar um pouco produtivo Hernane Brocador para a entrada de Rogério, que deu muito mais mobilidade ao time pernambucano.

Formação de três volantes de Valentim não funciona
O técnico do Vasco, Alberto Valentim, apostou numa formação com três volantes para dar mais sustentação defensiva, mas o time não só conseguiu se defender bem como também se tornou pouco produtivo ofensivamente.

Martín Silva fora
Mesmo de volta ao Vasco após amistosos com a seleção do Uruguai, Martín Silva foi poupado da partida deste sábado pelo técnico Alberto Valentim. Mais do que a questão física, o treinador explicou que optou por essa decisão levando em consideração a parte tática.

"Lógico que tem o cansaço, a duração da viagem. Mas não só isso. Foi por ele não ter participado dos treinos da semana. Aproveitamos muito. Então a decisão foi por essas duas coisas, mas acho que a viagem ele teria recuperado tranquilamente", declarou Valentim.

Telão, música e cerveja
Para acompanhar a partida diante do Sport, o Vasco organizou um evento na sede do Calabouço (RJ) que contou com telão, DJ, bebida e comida. Sócios e não-sócios puderam comparecer.

SPORT 2 X 1 VASCO
Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Hora: 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelos: Rafael Galhardo, Leandro Castan, Giovanni Augusto (VAS)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Mateus Gonçalves, aos 24 minutos do primeiro tempo (SPO); Fabrício, aos 38 minutos do primeiro tempo (VAS); Cláudio Winck, aos 22 minutos do segundo tempo (SPO)

Sport
Mailson; Cláudio Winck, Ernando, Adryelson e Sander; Marcão, Jair e Michel Bastos (Nonoca); Gabriel, Mateus Gonçalves (Andrigo) e Hernane (Rogério)
Técnico: Milton Mendes

Vasco
Fernando Miguel; Rafael Galhardo, Werley, Leandro Castan e Ramon; Bruno Ritter (Giovanni Augusto), Desábato (Bruno Cosendey), Willian Maranhão e Fabrício; Yago Pikachu (Andrés Rios) e Maxi López
Técnico: Alberto Valentim

(Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br - retirada do UOL)

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa