publicidade

Endereço com o nome do Atlético-Pr foi colocado a venda por R$ 58 mil. Foto: Reprodução

A Justiça do Paraná atendeu nesta terça-feira a um pedido do Atlético-PR, e determinou a proibição do uso da URL "athleticoparanaense" e do seu redirecionamento para o site do Coritiba, principal rival do rubro-negro paranaense. O endereço pertence a Leonardo Silva, que nega ser o responsável pelo redirecionamento.

"Reputo relevantes os fundamentos da demanda. O autor é uma renomada entidade esportiva, filiada à Confederação Brasileira de Brasileira de Futebol (CBF) e participa de diversas competições tanto em âmbito nacional e internacional. Não há dúvidas que o nome registrado pelo réu é idêntico ao nome do autor, distinguindo-se apenas pelo fato do registro ser operado por entidade estrangeira (domínio genérico: $escape.getQuote().com")" diz a decisão, assinada pela juíza Débora Mendes de Melo.

A decisão, em caráter liminar, estabelece multa de R$ 2 mil em caso de descumprimento. Além da proibição de uso e de redirecionamento da URL, a magistrada também determinou que seja suspensa a venda. O endereço estava à venda no site GoDaddy.com por mais de R% 58 mil.

"Ante ao exposto, presentes os requisitos legais, CONCEDO a tutela inibitória, com fulcro no art. 497 e parágrafo único do CPC, a fim de determinar que o requerido cesse imediatamente a utilização de referido domínio www.athleticoparanaense.com, bem como seu redirecionamento ao site do Coritiba Foot Ball Club e/ou outros sites, sob pena de multa de R$ 2.000,00 (dois mil reais)"

Compartilhe:

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 Fla
    72
  • 3 Int
    69
  • 4 Grê
    66
  • 5 São
    63
  • Veja tabela completa