publicidade
Bottas superar Hamilton no ano que vem? Foto: UOL

Bottas superar Hamilton no ano que vem? Foto: UOL

Das expressões gaúchas, uma das que mais gosto é aquela que tem sentido de dúvida:

Bem capaz!

Se for algo praticamente impossível de acontecer, então é só reforçar na prosódia do "bem": 

Beeeeeem capaz, que seria empregado para imaginar, por exemplo, que a Williams alinhará seus dois carros na primeira fila do grid do GP da Austrália, em Melbourne, no dia 17 de março de 2019, na abertura da temporada da F1.

Pensando no próximo ano pelas pistas do mundo, imaginei algumas coisas improváveis, para não dizer impossíveis...

Bem capaz que a Red Bul não sofra inúmeras quebras com seus motores Honda...

Bem capaz que Hamilton não seja campeão novamente...

Bem capaz que Vettel ganhe todas as disputas com Leclerc...

Beeeeeem capaz que Verstappen não arrume alguma encrenca...

Beeeeeem capaz que Räikkönen vibre como um latino, caso consiga um pódio com a Sauber...

Bem capaz que Bottas dê um "calor" em Hamilton e o título seja decidido na última corrida do ano, em Abu Dhabi...

Bem capaz que eu finalmente me apaixone pelo ruído tosco dos carros da F1...

Beeeeeem capaz que algum jovem promissor piloto da F2 recuse um convite da F1 para correr na F-E...

Bem capaz que eu ache as corridas da F-E emocionantes, com seus enfadonhos circuitos...

Bem capaz que um piloto da Stock Car, fora do "guarda-chuva" Meinha, Mattheis, Lube ou `Mau Mau´, seja campeão...

Beeeeeem capaz que alguma montadora resolva apoiar "pra valer" alguma categoria de formação de pilotos no Brasil...

Beeeeeem capaz que um piloto não se machuque feio em um oval da Indy...

Beeeeeem capaz que tenhamos, no Brasil, a mesma quantidade de programas de automobilismo que há na Argentina...

Bem capaz que alguma equipe, que não a Toyota, consiga vencer o Mundial de Endurance na LMP1...

Bem capaz que Fernando Alonso não "mexa os pauzinhos" ao longo do ano para retornar à F1 em 2020...

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

 

 

 

 

 

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

SOBRE O COLUNISTA

No 2º ano do primário, sua professora, a dona Mitsy, escolheu sua redação para que ele a lesse para toda a sala. Depois, as professoras de todas as outras séries do primário o convocaram para a mesma tarefa.

Após essa "maratona?, dona Mitsy lhe disse uma única frase, que ficou ressoando em sua cabeça por todos os anos que seguiram:

"Marcos, nunca deixe de escrever!"

Durante o 2º grau, um... Saiba Mais

Arquivos