publicidade

Zé Ricardo

Ex-zagueiro e treinador

por Kelly Bruna Ferreira

José Ricardo Mannarino, o Zé Ricardo, atuou como zagueiro e foi técnico do Flamengo. Sua principal conquista no profissional foi em maio de 2017 quando ergueu a taça do Campeonato Carioca, ao derrotar o rival Fluminense. Venceu a primeira partida por 1 a 0 e na decisão bateu o Flu por 2 a 1, de virada no segundo tempo. Além do título, o Flamengo, dirigido por Zé Ricardo, terminou o Estadual de forma invicta e com a melhor defesa e o melhor ataque da competição. Esteve à frente do Fla de maio de 2016 até 6 de agosto de 2017, quando não resistiu à pressão e foi demitido. Supreendentemente, foi anunciado 17 dias depois como novo técnico do Vasco da Gama, grande rival do Rubro-Negro, assumindo o lugar deixado por Milton Mendes.

Nascido em 13 de março de 1971, foi professor de um colégio municipal na Zona Norte, do Rio de Janeiro. No futebol, deu seus primeiros chutes na base do São Cristóvão e depois passou pelo Olaria, se aposentando precocemente e sem se profissionalizar. Foi no futebol de salão que se destacou como jogador. Começou atuando pelo time do bairro em que morava - Vila Isabel. Referência no futsal carioca dos anos 90 passou pelo Vasco e pelo Botafogo; chegando a comandar equipes profissionais na Itália.

A trajetória no Flamengo teve início nas quadras, em 1998, levado por Anderson Barros, diretor das categorias de base. Migrou para o campo, em 2005, no Sub-13, mas deixou a equipe em 2008 para comandar o Audax-RJ. Retornou ao Rubro-Negro já no Sub-15, em 2012. Pela categoria venceu a Copa da Amizade Brasil Japão Infantil de 2014, ao golear o Corinthians por 5 a 0. Na ocasião, deixou claro seu perfil como treinador - sereno e de poucas palavras. Diante daquele resultado expressivo, Zé Ricardo  apenas pedia que seus garotos respeitassem o adversário.

Em meio ao sucesso com o Sub-15, em que chegou a ter seis jogadores defendendo a Seleção Brasileira na categoria, Zé Ricardo foi promovido ao Sub-20, em 2014. O cenário não era dos melhores, sua chegada aconteceu após uma derrota dolorida para o Fluminense, por 7 a 0, no Campeonato Carioca. Zé Ricardo tinha como missão reverter os estragos na Gávea.

Logo em sua primeira decisão, venceu o Torneio OPG (Octávio Pinto Guimarães), disputado apenas por times cariocas. Em 2015, parou nas Oitavas da Copa São Paulo e venceu o Estadual daquele ano, sagrando-se campeão nos dois turnos e dando ao Fla um título que não conquistava desde 2007.

Chegou a ser convidado, por Erasmo Damiani, coordenador de base da CBF, para assumir a Seleção Brasileira Sub-15. Após 48 horas de reflexão, recusou a proposta e preferiu permanecer no Flamengo. No ano seguinte, garantiu a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2016, decidida apenas nas penalidades máximas, após o empate com o Corinthians, por 2 a 2, em um Pacaembu lotado com 30.216 presentes.

Com o título da Copinha na bagagem, passou a treinar o time principal como interino, após Muricy Ramalho se afastar do clube, por problemas de sáude. Zé Ricardo estreou no comando da equipe em uma partida válida pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2016, quando fora de casa venceu a Ponte Preta de virada, por 2 a 1. Passou 11 jogos dirigindo o time de forma interina (seis vitórias, quatro derrotas e um empate), quando em 14 de julho de 2016 foi efetivado pela diretoria Rubro-Negra.

    ver mais notícias
    comments powered by Disqus

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      55
    • 2 San
      47
    • 3 Grê
      46
    • 4 Cru
      44
    • 5 Pal
      43
    • Veja tabela completa

    Últimos craques