publicidade

Sérgio Soares

Ex-volante do Juventus, Palmeiras e Santo André

por Rogério Micheletti

Um dos jogadores mais regulares do Juventus da Mooca nos anos 80 e 90, Sérgio Soares, o Sérgio Soares da Silva, hoje é treinador profissional. Durante a Copa do Mundo de 2018 foi contratado para treinar o Londrina na Série B do Campeonato Brasileiro.

Ele já dirigiu, entre outros, o próprio Juventus, o Barueri, o Goiás e o Santo André (SP). Em 2007, deixou a equipe do ABC Paulista para treinar o Juventus. Mas em maio de 2008 retornou ao Ramalhão para comandá-lo na Série B do Campeonato Brasileiro.

Conquistou o acesso para a Série A e, em dezembro de 2008, assinou contrato com a Ponte Preta, clube deixou em março de 2009 depois de perder da Portuguesa por 1 a 0 no Campeonato Paulista. Dias depois, assumiu o São Caetano.

Foi vice-campeão do Paulistão 2010 pelo Santo André, mas deixou o cargo em setembro do mesmo ano. Assumiu o Atlético-PR no mês seguinte. Entretanto, em função do baixo rendimento do Furacão no início da temporada de 2011, o treinador decidiu pedir demissão do clube paranaense no dia 3 de fevereiro de 2011.

Após a demissão de Argel Fucks no dia 3 de dezembro de 2012, o Avaí precisava rapidamente anunciar um novo treinador para a próxima temporada. Foi então que, no dia 6 de dezembro de 2012, Sérgio Soares assumiu o time. Se manteve muito instável e, após nova derrota no segundo turno do Campeonato Catarinense de 2013, mais uma vez, a diretoria do clube confirmava a saída do treinador, que durou poucos meses.

No dia 19 de agosto de 2013, foi contratado pelo Ceará, para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. Pediu para ser desligado do clube após derrota para o Icasa, em 21 de outubro de 2014.

Em dezembro de 2014 o treinador assumiu o comando técnico do Bahia. No Tricolor de Aço, conquistou o título baiano de 2015. No dia 6 de outubro de 2015, Sérgio Soares foi demitido do Bahia, após 11 meses no clube. Após alguns meses, em abril de 2016, foi anunciado como novo técnico do Ceará. Ficou pouco tempo e em 27 de fevereiro de 2017 assinou com o Santo André, clube pelo qual foi vice-campeão do Paulista de 2010.

Jogador

Nascido no dia 29 de janeiro de 1972, em Brasília (DF), Sérgio Soares se destacou jogando pelo Moleque Travesso ao lado de jogadores como os meias Betinho, Gatãozinho e Márcio Griggio, os zagueiros Nildo, Carlão e Sangaletti, o goleiro Diron, entre outros.

Em 1996, ele foi emprestado ao Palmeiras. Como reserva de Flávio Conceição e Amaral, Sérgio Soares, que era um bom marcador, fez parte do elenco alviverde campeão paulista daquele ano. A equipe palmeirense, na ocasião, fez mais de 100 gols no Paulistão e foi vencedor inquestionável daquele estadual.

Ao todo, Sérgio Soares fez 24 partidas com a camisa do Verdão. Foram 17 vitórias, três empates, quatro derrotas e nenhum gol marcado (números do "Almanaque do Palmeiras", de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti). Depois do Palmeiras, Sérgio Soares teve nova passagem pelo Juventus e rodou por mais algumas equipes, entre elas no Santo André (SP).

    ver mais notícias
    Pelo Palmeiras:

    Sérgio Soares disputou 24 partidas, sendo 17 vitórias, três empates e quatro derrotas. Não marcou nenhum gol.

    Fonte: Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      72
    • 2 Pal
      63
    • 3 San
      63
    • 4 Grê
      62
    • 5 Cru
      57
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES