publicidade

Ronaldo Giovanelli

Ex-goleiro do Corinthians
por Rogério Micheletti
 
Nascido em São Paulo, no dia 20 de novembro de 1967, Ronaldo Soares Giovanelli, o Ronaldo, um dos maiores goleiros da história do Sport Club Corinthians Paulista, começou a ganhar fama no gol corintiano em 1988. Ronaldo encerrou a carreira 18 anos depois, em 2006, e virou comentarista esportivo, tendo sido contratado pela TV Bandeirantes em março de 2012.
 
Ele também atuou na Rede TV! até 21 de outubro de 2011. Ronaldo é casado com Roberta e tem dois filhos.

Naquele ano (1988), o então jovem arqueiro corintiano fez sua estréia como titular no gol do alvinegro do Parque São Jorge. E a partida foi contra o São Paulo, no Morumbi.

Na ocasião, o técnico Jair Pereira não podia contar com o titular Carlos, que estava machucado, e apostou em Ronaldo. O Corinthians venceu o São Paulo por 2 a 1 (gols de Edmar e Wilson Mano) e Ronaldo foi eleito o melhor jogador da partida, defendendo inclusive um pênalti cobrado pelo zagueiro Darío Pereyra.

No mesmo ano, Ronaldo foi campeão paulista pelo Corinthians. Pelo Timão, ele conquistou ainda o Brasileiro de 90, os Paulistas de 95 e 97, e a Copa do Brasil de 95.
 
Deixou o clube no começo de 98, quando o técnico Vanderlei Luxemburgo assumiu a equipe alvinegra. Foi jogar no Fluminense, mas não foi feliz. A equipe carioca vivia uma crise e para piorar as coisas foi rebaixada para a terceira divisão do Brasileiro.

No ano seguinte, ele foi defender a Internacional de Limeira e o Cruzeiro. Em 2000, Ronaldo jogou pela Portuguesa e pelo Gama e em 2001 acertou com a Ponte Preta. Depois defendeu ainda o ABC, de Natal (RN), e a Portuguesa Santista, seu último clube.

Na seleção brasileira, Ronaldo, apesar de ser um dos arqueiros mais talentosos nos anos 90, teve poucas chances.

Considerado um jogador com temperamento explosivo, Ronaldo ainda é lembrado hoje pela torcida corintiana como um dos principais ídolos do clube em todos os tempos.
 
"Fazendo música, jogando bola..."

Fã de Elvis Presley, Ronaldo chegou a gravar um CD da banda "Ronaldo e os Impedidos" que vendeu aproximadamente 40 mil cópias, prova do sucesso que ele tinha com a Fiel Torcida.

Em 16 de agosto de 2013, o Portal Terceiro Tempo estreou a série Cara a Cara, com a polêmica sobre a qualidade nos programas esportivos e o dilema: ex-atleta ou jornalista? As duas personalidades entrevistadas foram Ronaldo Giovanelli e o jornalista Vital Battaglia. As entrevistas foram realizadas por Ednilson Valia e a arte é de Silvio Luiz, o Cowboy SL
 
Abaixo, relembre o dia em que Ronaldo foi vaiado pela Fiel e ameaçou deixar o Corinthians:
 

CLIQUE AQUI  e veja uma matéria especial publicada no Portal Terceiro Tempo em 7 de fevereiro de 2018 sobre os 30 anos da estreia de Ronaldo pelo Corinthians. 

    ver mais notícias

    Dez anos titular do Timão:

    Entre 1988 e 1998, foram 602 partidas (283 vitórias, 186 derrotas e 133 derrotas) e 571 gols sofridos, números (do "Almanaque do Corinthians", de Celso Unzelte) que mostram porque Ronaldo é um dos maiores nomes da história do alvinegro Parque São Jorge.

    Poucas chances na seleção

    Mesmo vivendo grande fase entre 1988 e 1997, Ronaldo teve poucas chances na seleção brasileira. Para alguns, o goleiro é considerado um dos maiores injustiçados em se tratando de seleção. Foram apenas dois jogos oficiais (contra o Resto do Mundo, em 1990, e contra a Alemanha, em 1993). Ronaldo sofreu dois gols, segundo informações do livro "Seleção Brasileira-90 anos", de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      72
    • 2 Pal
      63
    • 3 San
      63
    • 4 Grê
      62
    • 5 Cru
      57
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES