publicidade

Reinaldo

Ex-centroavante do Atlético-MG
por Marcos Júnior

Reinaldo, o José Reinaldo de Lima,  o maior artilheiro da história do Atlético Mineiro (fez 288 gols com a camisa do Galo) trabalha como colunista do jornal "O Tempo", de Belo Horizonte, e fundou o Belo Horizonte Futebol Cultura, em parceria com uma universidade da capital mineira. Reinaldo encerrou a carreira, aos 28 anos, após sofrer cinco cirurgias no joelho.

Na Copa de 1978, na Argentina, o craque foi contundido e, a então CBD, levou até um equipamento sofisticado da época  chamado Nautillus para tentar recuperar o jogador. Mesmo com todo o esforço, tanto dos médicos, quanto do próprio Reinaldo, o brilhante atacante só jogou os dois primeiros jogos. Fez o gol brasileiro no empate em  1 a 1 contra a Suécia e atuou também no empate sem gols contra a Espanha.

Embora o Galo tenha perdido a final do Brasileirão de 1980, Reinaldo teve atuações magníficas nas duas partidas. E estava sem totais condições físicas.

Na primeira partida, no Mineirão, fez o gol atleticano na vitória por 1 a 0. Na segunda, decisiva e eletrizante partida, no Maracanã, marcou os dois tentos do Galo na derrota por 2 a 0.

O centroavante também atuou no Palmeiras, Cruzeiro e na Holanda, em clubes de pouca expressão, porém não conseguiu repetir o sucesso que obteve no Galo. Reinaldo também teve momentos difíceis quando entrou em depressão e se envolveu com drogas, mas, felizmente, conseguiu dar a volta por cima.

Em 2005, o ex-deputado Reinaldo tornou-se vereador em Belo Horizonte, mas seu grande projeto de vida é tornar-se presidente do Clube Atlético Mineiro, sua paixão. Ele jamais irá se conformar som o lamentável rebaixamento do Galo para a segunda divisão ocorrido no Brasileirão de 2005.
 
Em ouutro de 2014 concorreu ao cargo de deputado federal por Minas Gerais, mas como não atingiu o número necessário de votos, não foi eleito.

Além da carreira política, é dono e técnico do BH Futebol e Cultura, que integra crianças e revela novos craques para o futebol. Também é jornalista.
 
Reinaldo está no coração dos atleticanos e de todos aqueles que gostam do futebol bem jogado, do centroavante de qualidade.

A frase que mais ouviu em sua curta, mas fantástica jornada nos gramados, foi:
"Rei, Rei, Rei, Reinaldo é nosso Rei".

Obrigado por tudo o que você fez pelo futebol Reinaldo!

E-mail que recebemos de Reinaldo, em 21 de fevereiro de 2010

De: Vereador Reinaldo Lima [mailto:ver.reinaldolima@cmbh.mg.gov.br]
Enviada em: domingo, 21 de fevereiro de 2010 20:40
Para: eliana@terceirotempo.com.br
Assunto: Dados sobre Reinaldo Lima
Milton seguem alguns dados sobre mim,
José Reinaldo de Lima, O REI, é um dos maiores centroavantes da historia do futebol brasileiro. Nascido em 11 de janeiro de 1957, em Ponte Nova, interior de Minas Gerais, começou a jogar  em sua cidade natal defendendo o Clube 1º de Maio. Devido ao sucesso como jogador o jovem Reinaldo veio a Belo Horizonte, aos 14 anos para vestir a camisa do Clube Atlético Mineiro.
 No Galo Mineiro permaneceu por 14 anos (1971 a 1985), conquistando 8 campeonatos Mineiros com a camisa alvinegra.
Marcado por uma genialidade inconfundível, foi o artilheiro do Brasileiro de 1977, quando marcou 28 gols e ganhou destaque seguindo para a Seleção Brasileira. Reinaldo disputou 37 partidas pela Seleção e marcou 14 gols. Desde 1976 mostrou interesse pelas questões políticas, e já praticava demonstrando sua insatisfação com seu gesto revolucionário de punho cerrado.
Até 1985, Reinaldo encantou os atleticanos, que vibraram com seus 257 gols com a camisa alvinegra. Em 1977 alcançou a media de 1,56 gols por partida, no campeonato brasileiro, recorde que se mantém até os dias de hoje.
O grande talento do craque só foi ofuscado pela truculência dos adversários e pelas seguidas  cirurgias. Chegou a marcar 386 gols em sua carreira, apesar das seguidas contusões.
O craque ainda atuou pelo Palmeiras, Hacken de Gotemburgo, da Suécia, no Telstar da Holanda e no Cruzeiro.
 Após encerrar sua carreira no futebol, ingressou na política, tornado-se deputado estadual. Atualmente é jornalista e vereador em Belo Horizonte.Reinaldo Lima também possui um clube de futebol o BH Futebol e Cultura, que tem como objetivo a integração social e revelar novos craques para o nosso futebol, que esse ano retoma suas atividades,disputando o Camp. Mineiro de Jr. tendo o Rei como Técnico.
Grande abraço
Rei!
    Pela Seleção:
    Atuou em 37 jogos e marcou14 gols.

    Pelo Palmeiras:
    Atuou em 9 jogos, sendo três vitórias, quatro empates e duas derrotas. Não marcou nenhum gol.

    Títulos:
    Campeão Mineiro (1976, 78,79, 80, 81, 82, 83 e 85)

    Recorde:Marcou 28 gols no Brasileirão de 1977, recorde quebrado somente em 97 por Edmundo

    Local e data de nascimento:Nasceu em Ponte Nova (MG), em 11 de Janeiro de 1957

    Peso e Altura: 1,72m e 71 Kg

    Técnicos que dirigiram Reinaldo:Antonio Lacerda, Barbatana, Carlos Alberto Silva, Mussula, Paulinho de Almeida, Paulo Benigno, Pepe, Procópio Cardoso, Rubens Minelli, Sinval Martins, Telê Santana, Vicente Lage
    Jogos pelo Galo:478

    Expulsões:17

    Estréia e aposentadoria no Galo:28/01/1973 - 11/08/1985
    Anos em que defendeu o Atlético-MG:1975-1985
    Carreira política:Eleito Deputado Estadual em 1990

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      71
    • 2 Grê
      61
    • 3 Pal
      60
    • 4 San
      59
    • 5 Cru
      56
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES