publicidade

Pep Guardiola

Ex-volante e ex-treinador do Barcelona

por Tufano Silva

Após construir uma carreira vitoriosa como atleta e treinador no Barcelona-ESP, Josep Guardiola i Sala aceitou, em janeiro de 2013, o desafio de deixar o futebol espanhol e ir para a Alemanha, treinar a poderosa equipe do Bayern de Munique. Em 2016, trocou a equipe alemã para trabalhar no Manchester City.

Carreira

Nascido em Santpedor, município da Espanha na província de Barcelona, no dia 18 de janeiro de 1971, Guardiola iniciou sua carreira com apenas 13 anos de idade, nas categorias de base do Barça. Seis anos mais tarde, fez sua estreia pela equipe profissional, no duelo diante do Cádiz-ESP.

Se fixou como titular do time catalão no ano seguinte, quando também conquistou seu primeiro título: o Campeonato Espanhol da temporada 1990-91. Faturou os três nacionais seguintes, e o bom desempenho e lealdade ao clube renderam ao volante a faixa de capitão, no ano de 1997, quando o Barça ganhou mais um Espanhol.

Neste meio tempo, Guardiola também conquistou com o time catalão uma Liga dos Campeões, em 1991-92, duas Copas do Rei, em 1997 e 1998, quatro Supercopas da Espanha, em 1991, 1992, 1994 e 1996, uma Recopa Européia, em 1996-97, e duas Supercopas Européias, em 1992 e 1997.

Após faturar mais um nacional, em 1998-1999, o Barcelona passou dois anos na fila. Isso, aliado à uma série de contusões, fizeram com que o volante deixasse o clube em 2001, após o término do seu contrato, acertando então a sua transferência para o Brescia-ITA.

Fez apenas 11 jogos pela nova equipe, marcando dois gols e não conquistando títulos. Foi para a Roma na temporada seguinte, mas a suspensão por doping, pelo uso de Nandrolona, fez com que Guardiola voltasse ao Brescia, mais uma vez, sem sucesso.

Em 2003, foi se aventurar no futebol do Qatar, após ser contratado pelo Al-Ahli. Por lá, foi treinado por Pepe, o Canhão da Vila. Segundo o ex-ponta, Guardiola fazia muitas perguntas sobre como funcionava a famosa linha de ataque santista no início dos anos 60, formada por Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe.

Em 2005, se transferiu para o Dorados de Sinaloa, do México, onde encerrou sua carreira de jogador.

Pela Seleção

Guardiola foi constantemente convocado para a Seleção Espanhola de 1992 a 2001. Neste período, ficou de fora apenas da Eurocopa de 1996, por conta de divergências com o então treinador Javier Clemente, e da Copa do Mundo de 1998, em função de uma contusão.

O único título do volante pela Fúria foi em 1992, na Olimpíada de Barcelona, quando foi o capitão do time que faturou a medalha de ouro.

Entre 1995 e 2005, Guardiola fez também sete partidas pela Seleção da Catalunha.

O treinador Guardiola   

Começou treinando o time B do Barcelona, em 2007. Em 2008, foi promovido ao time principal, com o qual já faturou três Campeonatos Espanhóis, uma Copa do Rei, duas Supercopas da Espanha, duas Ligas dos Campeões, uma Supercopa Européia e dois Mundial de Clubes.

Em janeiro de 2013, na premiação de gala da Fifa, Pep Guardiola foi eleito o terceiro melhor treinador da temporada 2012, só atrás de José Mourinho e de Vicente Del Bosque.

    ver mais notícias
    comments powered by Disqus

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      54
    • 2 San
      44
    • 3 Grê
      43
    • 4 Pal
      43
    • 5 Cru
      40
    • Veja tabela completa

    Últimos craques