publicidade

Paulinho de Almeida

Ex-lateral-direito do Vasco

por Tufano Silva

Paulo de Almeira Ribeiro, o Paulinho de Almeida, um dos laterais-direitos de maior destaque da história do Vasco da Gama, morreu no dia 11 de junho de 2007, em São Paulo. O ex-jogador sofria do Mal de Alzheimer.

Nascido em Porto Alegre-RS em 15 de abril de 1932, Paulinho iniciou sua carreira futebolística com apenas 18 anos, defendendo o Sport Club Internacional. Permaneceu no Beira-Rio por quatro anos, conquistando por lá os Campeonatos Gaúchos das temporadas de 1951, 1952 e 1953.

Na época, Paulinho era um dos raros laterais que sabiam apoiar o ataque com qualidade, fato que acabou chamando a atenção do Vasco da Gama, que conseguiu fechar a contratação do atleta em 1954, pelo valor de 800 mil cruzeiros, sendo, até então, uma das negociações mais caras da história do futebol brasileiro.

Logo que chegou ao Gigante da Colina, o lateral-direito foi convocado para integrar o elenco brasileiro que disputou a Copa do Mundo de 1954. No Mundial, Paulinho ficou na reserva do histórico Djalma Santos.

A primeira vez que entrou em campo com a camisa da seleção foi em 1955, em um amistoso contra o Chile, formando a linha de zaga com Pinheiro e Nílton Santos. O jogo, disputado no Maracanã, terminou empatado em 1 a 1.

No Vasco, onde formou a inesquecível linha defensiva com Bellini, Orlando Peçanha e Coronel, Paulinho ficou até o ano de 1965, quando se aposentou. Neste período em São Januário, o lateral conquistou três títulos: os Cariocas de 1956 e 1958, e o torneio Rio-São Paulo, também da temporada de 58.

Após pendurar as chuteiras, Paulinho passou a treinar as categorias de base do Vasco da Gama. Chegou a comandar a equipe principal vascaína nos anos de 1968 e 1969, sem conseguir muito sucesso.

Seguiu na carreira de técnico, tendo passado por diversos times do futebol nacional, como Olaria, Náutico, Bangu, Botafogo Vitória, América-RJ, Olaria, Remo, Coritiba, Sport, Ceará, Vila Nova, Campo Grande, Botafogo, Palmeiras, Atlético-MG, Bahia, Rio Branco, Santa Cruz, Bahia, Atlético-MG, São Paulo, Paysandu, Joinville e Grêmio, onde Paulinho conseguiu seu grande feito como treinador, ao conquistar o Campeonato Gaúcho de 1980.

*Com informações do site NetVasco

    Segundo informações do livro "Seleção Brasileira - 90 Anos", de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf, entre 1958 e 1959, Paulinho de Almeida participou de nove jogos pela Seleção Brasileira, tendo seis vitórias, dois empates e uma derrota.

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      72
    • 2 Pal
      63
    • 3 San
      63
    • 4 Grê
      62
    • 5 Cru
      57
    • Veja tabela completa

    ÚLTIMOS CRAQUES