Mihaly Hidasi

Ex-diretor do GP Brasil de F1
por Marcos Júnior
 
O húngaro Mihaly Hidasi, que foi diretor do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 por 18 anos, faleceu  na madrugada de 02 de agosto de 2013, aos 75 anos de idade, vítima de infarto, em Volta Redonda, Rio de Janeiro, cidade onde residia.
 
Nascido em Budapeste, no dia 27 de abril de 1938, Mihaly Hidasi mudou-se para o Brasil aos 19 anos junto de sua família, por conta da Revolução da Hungria, em 1956.
 
Apaixonado por automobilismo, seu envolvimento com o esporte a motor começou ao frequentar o autódromo de Interlagos e, depois, quando sua empresa de lubrificantes passou a patrocinar uma equipe de kart.
 
Metódico, o húngaro passou a organizar competições de kart, até ampliar seu envolvimento com a organização, começando a trabalhar com a Fórmula 1 no Brasil a partir da década de 70.
 
Foi Mihaly Hidasi o responsável por dar a bandeira quadriculada a Ayrton Senna quando o piloto venceu seus dois GPs em Interlagos, em 1991 e 1993, e também para Nelson Piquet, quando o piloto venceu o GP Brasil de 1986, em Jacarepaguá.

Abaixo, o final do GP Brasil de 1991, em Interlagos. Galvão Bueno cita o nome de Mihaly Hidasi, que aparece com a bandeira quadriculada para Ayrton Senna, em sua primeira vitória em Interlagos naquele 24 de março

    ver mais notícias
    comments powered by Disqus

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Bah
      3
    • 2 Pal
      3
    • 3 Pon
      3
    • 4 Cor
      3
    • 5 Grê
      3
    • Veja tabela completa

    Últimos craques