publicidade

Mexicano

Ex-lateral do Atlético Mineiro e Palmeiras

Alfredo Lúcio de Moura, o Mexicano, um dos melhores laterais da história do Clube Atlético Mineiro, hoje mora em Patrocínio (MG), onde trabalha como massagista do Catiguá Tenis Clube. Casado, tem um filho e uma neta. Sua maior tristeza é nunca ter sido muito lembrado para homenagens realizadas pelo Atlético Mineiro.
Nascido no dia 15 de novembro de 1926, Mexicano começou a carreira no Uberaba (MG) em 1945. Em 1946, foi vendido ao Galo, onde atuou até 49. Foi campeão mineiro em 46 e 47.
No Atlético, Mexicano diz ter feito parte de um dos melhores times de todos os tempos do Galo, formado por Cafunga, Mexicano, Silva, Murilo Ramos, Zé do Monte, Lucas, Lauro, Mário de Souza, Lério, Níveo e Carlyle.
Posteriormente, em 1949, foi vendido ao Palmeiras. Encerrou a carreira em 1954 devido a uma fratura na perna direita em um jogo contra o América de São José do Rio Preto.
Seus títulos no Palmeiras foram o Campeonato Paulista de 50, a Copa Rio de 51, o Torneio Rio-São Paulo de 50 e Copa Cícero Pompeu de Toledo de 50.
Segundo o Almanaque do Palmeiras, de Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti, disputou 48 jogos pelo Verdão com 25 vitórias, 11 empates, 12 derrotas e um gol marcado.
Colaboraram os internautas Mauro França e Gualter José Maciel, ambos de Patrocínio (MG)

    ver mais notícias
    comments powered by Disqus

    Selecione a letra para o filtro

    publicidade
    • Tabela

    • BRASILEIRÃO 2017

    • Classificação
      Pontos
    • 1 Cor
      58
    • 2 Grê
      49
    • 3 San
      49
    • 4 Pal
      47
    • 5 Cru
      47
    • Veja tabela completa

    Últimos craques